×
ContextoExato
Responsive image

Weintraub sabe demais para ser defenestrado do governo sem compensações, dizem integrantes do governo

Weintraub sabe demais para ser defenestrado do governo sem compensações, dizem integrantes do governoFoto: CorreioWeb

Pode ser até que o presidente Jair Bolsonaro tire Abraham Weintraub do Ministério da Educação, mas ele já foi alertado, por assessores muito próximos, que o ministro sabe demais para ser defenestrado do governo sem nenhuma compensação.

Vicente Nunes - Correioweb - 16/06/2020 - 20:10:16

Weintraub, segundo esses assessores, é muito ligado aos integrantes do gabinete do ódio, que está no centro do inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar a disseminação de fake news com o intuito de destruir reputações e de defender ações antidemocráticas.

Não por acaso, dois filhos dos presidente, Carlos e Eduardo Bolsonaro, vêm defendendo a permanência de Weintraub no governo. Eles afirmam que o ministro tem uma longa ficha de “bons serviços” prestados ao governo.

A posição dos filhos, por sinal, está pesando mais na decisão de Bolsonaro sobre o futuro de Weintraub do que as queixas contra o ministro que o presidente vem recebendo de militares que participam do governo e de integrantes do Centrão, grupo politico ao qual o Palácio do Planalto recorreu em busca de apoio no Congresso.

Missão dada é missão cumprida

Ao presidente Bolsonaro, Weintraub diz que seguirá a missão que lhe for dada pelo chefe. Mas ele não esconde que gostaria de continuar à frente do Ministério da Educação, pois ainda não conseguiu cumprir o seu objetivo de “limpar as universidades da mentalidade esquerdista” que se consolidou nas instituições nos últimos 30 anos.

“Engana-se quem pensa que Weintraub está em baixa no governo”, diz um dos principais assessores do Palácio do Planalto. “Ele é muito bem-quisto pela família Bolsonaro. Os filhos do presidente elogiam muito a forma como o ministro defende o governo”, acrescenta.

Outro assessor diz que Weintraub “é leal” e merece todo apoio. “É essa lealdade que prevalecerá caso ele tenha que deixar o governo numa tentativa do presidente de reconstruir pontes com o STF e com o Congresso”, frisa.

Outro ponto importante que pesará no destino de Weintraub: o andamento das investigações do STF sobre fake news. Ele é um dos personagens principais de todas as linhas de apuração, assim como Carlos e Eduardo Bolsonaro.

Comentários para "Weintraub sabe demais para ser defenestrado do governo sem compensações, dizem integrantes do governo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório