×
ContextoExato
Concursos & EducaçãoFoto:

Os dados fazem parte da Pnad Contínua

Em 2018, conforme apontou um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 30,7% dos jovens brasileiros entre 15 a 17 anos estão com atraso ou fora do ambiente escolar. Os números sofreram uma queda leve se comparado ao ano de 2017, correspondendo a 31,5%. Os dados integram a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

O problema, segundo o estudo, começa a dar maiores indicadores a partir dos anos finais do ensino fundamental, manifestando-se em maior gravidade durante o ensino médio. A responsável pelo suplemento de Educação da Pnad, Marina Aguas, em nota informou que o “aluno atrasado tem uma probabilidade maior de continuar atrasado ou acabar saindo do sistema de ensino. Acabamos colocando peso maior sobre o ensino médio, falando sobre a questão de torná-lo atrativo e a disputa no mercado de trabalho mas, se o estudante já chega do fundamental atrasado, a chance de sair do sistema e estar desanimado com o estudo é muito maior”. ...Leia mais