×
ContextoExato
Saúde & Bem-EstarFoto:

Cristiana Toscano conversou com o portal Metrópoles. Nesta sexta-feira, comitê internacional começa a avaliar 121 estudos em curso

Um dia antes do Grupo Estratégico Internacional de Experts em Vacinas da Organização Mundial da Saúde (OMS) começar a avaliar os primeiros resultados dos 121 estudos em curso, a única brasileira que faz parte do comitê (e também a única representante da América do Sul) pausou a agenda e adiantou as mais recentes informações sobre a busca pelo imunobiológico. Ela é categórica: em menos de 12 meses, não há expectativas de que a vacina contra o novo coronavírus, causador da Covid-19, fique pronta e disponível para uso em larga escala.

A infectologista Cristiana Toscano, professora do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da Universidade Federal de Goiás (UFG) e representante da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM), conversou com exclusividade com o Metrópoles no início da noite desta quinta-feira (04/06). A especialista reafirma que toda a ciência está debruçada sobre a pesquisa para descobrir a fórmula, ou substância, que irá frear o novo coronavírus. Até lá, ela prega, o melhor caminho é o isolamento social. ...Leia mais