×
ContextoExato
Diversão & LazerFoto:

Arte, Agoniza Mas Não Morre: Nelson Sargento, 9.7 é o nome da ocupação artística montada no Espaço Travessia, no Instituto Nise da Silveira.

Nelson Sargento um dia escreveu, para depois cantar, que o morro é o encanto da paisagem. O cantor, compositor e artista plástico sabia do que falava: presidente de honra da Mangueira, ele morou boa parte da vida no segundo barraco da parte mais alta do morro que batiza a tradicional escola de samba carioca. O artista morreu no final de maio aos 96 anos e deixou para a posteridade mais de 400 canções, sendo alguns clássicos da música popular. Mas também deixou muitos quadros pintados a próprio punho, e que pelos próximos dois meses poderão ser contemplados na zona norte do Rio.
Arte, Agoniza Mas Não Morre: Nelson Sargento, 9.7 é o nome da ocupação artística montada no Espaço Travessia, no Instituto Nise da Silveira. Lá, é possível ver 16 quadros do sambista, seis deles inéditos, além de obras de mais de 20 artistas convidados e cuja temática lembra de alguma forma o trabalho de Sargento. ...Leia mais