×
ContextoExato
Responsive image

A saia justa de Davi Alcolumbre

A saia justa de Davi AlcolumbreFoto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O governo passa um pente-fino nas indicações de cargos de segundo e terceiro escalões feitas pelo, agora, ex-vice-líder Chico Rodrigues. Bolsonaro quer distância de casos de corrupção que possam desgastar o governo.

Correioweb - 16/10/2020 - 07:34:13

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, planejava para a semana que vem um esforço concentrado, com direito a entregar ao Planalto um novo ministro para o Supremo Tribunal Federal e outro para o Tribunal de Contas da União. Agora, está às voltas com o afastamento de um senador do seu partido e seu amigo, flagrado com R$ 17 mil escondidod entre as nádegas, em operação da Polícia Federal que investiga desvio de dinheiro destinado ao tratamento da covid-19 em Roraima.

Alcolumbre foi aconselhado a colocar o afastamento de Chico Rodrigues (DEM-RR) em primeiro lugar na fila. Afinal, já tem muita gente dizendo a ele que não fica bem Chico Rodrigues votar na escolha do novo ministro do STF, que vai julgá-lo nesse caso, nem tampouco num ministro do TCU, que tratará das contas públicas. A ideia é passar o fim de semana quebrando a cabeça para sair dessa situação incômoda, sem arranhar a própria imagem, dando ares de quem deseja postergar qualquer atitude contra o senador.


Mapeia aí
O governo passa um pente-fino nas indicações de cargos de segundo e terceiro escalões feitas pelo, agora, ex-vice-líder Chico Rodrigues. Bolsonaro quer distância de casos de corrupção que possam desgastar o governo.


Eles têm medo
O fato de Chico Rodrigues ter escondido o dinheiro nas nádegas é o que mais pesa, hoje, para o seu afastamento no Senado. As excelências estão apavoradas com a perspectiva de que, se o colega se salvar, o vídeo terminar vazando, e a Casa ficar totalmente desmoralizada.


Antes ele do que eu
Mesmo entre aqueles senadores mais amigos de Chico Rodrigues prevalece a seguinte tese: se Chico for afastado, o desgaste ficará restrito.


“Sai daí rapidinho!”
A frase que o deputado Roberto Jefferson disse ao então ministro da Casa Civil, José Dirceu, nos tempos do mensalão, para que Dirceu se afastasse, a fim de não comprometer o presidente Lula, era repetida, ontem, ao senador Chico Rodrigues. Os amigos estão muito desconfortáveis com o fato de precisar votar o afastamento de Chico no plenário do Senado. Ainda mais num ano eleitoral, quando uma votação dessas termina refletindo no partido.


A estreia do decano
O ministro Marco Aurélio Mello, que assume o posto de mais antigo no Supremo Tribunal Federal, não terá a mesma reverência do antecessor com os colegas. Na votação sobre a prisão de André do Rap, chamou o presidente da Corte, Luiz Fux, de vaidoso, totalitário e censor e ainda foi irônico ao final, ao lançar um “só falta querer dizer como devo votar”. Prepare-se, leitor, para fortes emoções.


O strike de Chico/ Além de gerar constrangimento aos senadores e ao governo, o caso do dinheiro nas nádegas prejudicou, ainda, a campanha da deputada Shéridan (PSDB-RR) à Prefeitura de Boa Vista. Lá, ela era considerada uma das favoritas. Agora, vai correr para tentar se afastar do “aliado problema”, Chico Rodrigues.


Quem ri por último/ Ex-líder de vários governos no Senado, Romero Jucá perdeu a eleição, em 2018, por 426 votos. Agora, aproveita a situação do adversário para fortalecer a campanha do partido em Boa Vista.


Deu ruim/ Faltando um mês para o primeiro turno das eleições, as pesquisas corroboram a tese entre os partidos de esquerda de que o PT não iria bem nas principais capitais. Até em Recife, onde a legenda aposta a maior parte de suas fichas, Marília Arraes está em terceiro, atrás de Mendonça Filho (DEM) e, de quebra, vê o deputado João Campos (foto), do PSB, ampliar a liderança, conforme pesquisa divulgada, ontem, pelo Ibope.


Enquanto isso, em São Paulo.../ As apostas dos políticos são as de que, no cenário atual, Celso Russomano e o prefeito Bruno Covas no segundo turno não se confirmará. Um dos dois cederá a vaga para um representante dos partidos de esquerda. Entre os dois, já tem gente apostando na queda de Russomano. Quem será o representante da esquerda a subir ainda é uma incógnita, apesar da terceira colocação de Guilherme Boulos

Comentários para "A saia justa de Davi Alcolumbre":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório