×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de outubro de 2021

Bolsonaro pode ser preso caso descumpra isolamento recomendado pela Anvisa na volta dos EUA

Bolsonaro pode ser preso caso descumpra isolamento recomendado pela Anvisa na volta dos EUAFoto: Carolina Antunes/PR

O presidente Jair Bolsonaro exibe camiseta com a palavra

Paulo Motoryn - Brasil De Fato | Brasília (df) - 22/09/2021 - 09:16:57

Presidente terá que ficar 14 dias recluso depois de ter contato com Marcelo Queiroga, que contraiu covid em viagem

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode pegar até 1 ano de prisão caso descumpra uma quarentena de 14 dias depois de chegar ao Brasil na manhã desta quarta-feira (22), após viagem aos Estados Unidos para participação na Assembleia Geral das Nações Unidas.

A imposição do isolamento social na chegada ao Brasil a todos os integrantes da comitiva foi anunciada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) depois que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi diagnosticado com covid-19, ainda em solo estadunidense.

Em nota, a Anvisa enviou um ofício durante a madrugada à Casa Civil da Presidência da República, dando as orientações sanitárias que seguem as medidas protetivas estabelecidas para controle da pandemia do novo coronavírus. O documento aponta que Bolsonaro também deve segui-las.

::Delegação com covid, pizza na rua, ato em hotel: em 48h, Bolsonaro é notícia 4 vezes em NY::

Leia as orientações da Anvisa:

  • desembarque no Brasil de forma a expor o mínimo possível ambientes e pessoas;
  • isolamento de 14 dias após o último dia de contato com o caso confirmado de covid-19, conforme o Guia de Vigilância Epidemiológica para covid-19 publicado pelo Ministério da Saúde;
  • cumprimento de isolamento na cidade de desembarque no Brasil, evitando novos deslocamentos até que tenham ultrapassado o período de transmissibilidade do vírus;
  • refazer os testes de covid-19 no Brasil.

A Lei 13.979/20, que tem como objetivo a proteção da coletividade e dispõe sobre as medidas que podem ser adotadas pelo poder público, diante da situação de emergência na saúde pública, estabelece que as pessoas que não aceitem se sujeitar, serão responsabilizadas nos termos da legislação já existente.

O Código Penal, em seu artigo 268, prevê o crime de infração de medida sanitária preventiva, que pune a conduta de violar determinação do poder público, que tenha finalidade de evitar entrada ou propagação de doença contagiosa.

Assim, quem se negar a cumprir as medidas adotadas contra o coronavírus pode incorrer neste ato ilícito, podendo ser condenado a uma pena de 1 mês a 1 ano de reclusão além de multa.

Ministro infectado

Queiroga testou positivo para covid-19 na noite de terça-feira (21), tornando-se, assim o segundo caso de contaminação pela doença na comitiva presidencial em Nova York.

::Bolsonaro segue a "lógica da cartilha de Steve Bannon" na tribuna da ONU, diz professor da UnB::

Desde o início de sua viagem aos Estados Unidos, no último domingo (19), Bolsonaro e seus acompanhantes foram alvo de frequentes protestos, em larga medida em virtude da insistência do presidente em não se vacinar contra o novo coronavírus e indicar tratamentos já comprovadamente ineficazes para a doença.

Na última segunda-feira, Queiroga perdeu a paciência quando o veículo que ocupava se deparou com uma manifestação contrária à comitiva brasileira em Nova York. Ele se levantou de seu banco, aproximando o rosto da pessoa que sentava a seu lado para fazer gestos obscenos pela janela contra os manifestantes.

:: Irritado, ministro Queiroga aponta o dedo médio a manifestantes contrários a Bolsonaro nos EUA ::

Nesta terça-feira, Bolsonaro discursou na abertura da Assembleia Geral da ONU, onde voltou a defender tratamentos ineficazes contra a covid.

Em um encontro com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, o brasileiro voltou a repetir que não tinha ainda se vacinado. Por não ter a imunização, o presidente foi proibido de adentrar em restaurantes em Nova York, e jantou pizza na calçada no último domingo.

Edição: Vivian Virissimo

Comentários para "Bolsonaro pode ser preso caso descumpra isolamento recomendado pela Anvisa na volta dos EUA":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
A contragosto, governo vê Câmara aprovar verba de R$ 234 mi para combater covid entre indígenas

A contragosto, governo vê Câmara aprovar verba de R$ 234 mi para combater covid entre indígenas

Indígenas são mais suscetíveis a doenças infectocontagiosas, por isso a pandemia ampliou as ameaças que circundam o segmento

Mais de 200 entidades lançam documento rejeitando MP que extingue Bolsa Família e PAA

Mais de 200 entidades lançam documento rejeitando MP que extingue Bolsa Família e PAA

A MP significa o fim do PAA, instrumento que permite que o poder público adquira a produção de alimentos da agricultura familiar camponesa e doe para instituições que atendem população em situação de vulnerabilidade

Governo não renovará operação das Forças Armadas na Amazônia, diz Mourão

Governo não renovará operação das Forças Armadas na Amazônia, diz Mourão

Mesmo com o fim da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), militares continuarão a dar apoio logístico, disse o vice-presidente.

PF desarticula contrabando de ouro de terras indígenas venezuelanas

PF desarticula contrabando de ouro de terras indígenas venezuelanas

Operação La Cadena cumpre 40 mandados de prisão, busca e apreensão

Covid pode ter afetado 'cérebro' de Ciro Gomes, diz Lula após pedetista atacar Dilma Rousseff

Covid pode ter afetado 'cérebro' de Ciro Gomes, diz Lula após pedetista atacar Dilma Rousseff

'Vou decidir no ano que vem', diz Lula sobre ser candidato

"O mundo perdeu a admiração pelo Brasil", diz Gilberto Gil

Um dos maiores artistas da MPB e ex-ministro da Cultura lamentou o retrocesso nacional

Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é

Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é "ameaça eterna" em Fernando de Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha é considerado Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO desde 2001

Xuxa chama Bolsonaro de 'genocida' e pede que apoiadores deixem de segui-la no Instagram

Xuxa chama Bolsonaro de 'genocida' e pede que apoiadores deixem de segui-la no Instagram

“E você que é a favor da vida, assine o impeachment agora”, completou a apresentadora, ao compartilhar vídeo em que Bolsonaro reclamava por não ter conseguido ver o jogo do Santos por não estar vacinado

Ciro fala em conspiração de Lula por impeachment de Dilma, que o acusa de mentir

Ciro fala em conspiração de Lula por impeachment de Dilma, que o acusa de mentir

Em entrevista ao podcast Estadão Notícias, Ciro lembrou que nomes com os quais Lula ensaia uma reaproximação política hoje, como os emedebistas Renan Calheiros e Eunício Oliveira, patrocinaram a deposição de Dilma, tratada pelo PT como golpe.

Fascismo está na raiz do bolsonarismo, diz coordenador do Observatório da Extrema Direita

Fascismo está na raiz do bolsonarismo, diz coordenador do Observatório da Extrema Direita

Bolsonaro usou uma série de símbolos ligados ao integralismo em seu governo, como o slogan "Deus, Pátria e Família"

Invasão de guerrilheiros e atenção de 'países poderosos' na Amazônia ameaçam soberania do Brasil?

Invasão de guerrilheiros e atenção de 'países poderosos' na Amazônia ameaçam soberania do Brasil?

A Polícia Federal confirmou que estrangeiros suspeitos de ligação com dissidência das Farc estão entrando em território brasileiro devido ao avanço do garimpo ilegal de ouro. A Sputnik Brasil conversou com um especialista em questões de Defesa e Segurança para saber o que está por trás desta