×
ContextoExato
Responsive image

É possível viajar para o Caribe ainda em 2020?

É possível viajar para o Caribe ainda em 2020?Foto: Pixabay

Mesmo com veto aos brasileiros nos aeroportos dos EUA, alguns destinos da América Latina são acessíveis via Panamá e México

Estadão Conteúdo - 29/09/2020 - 11:02:35

Em razão da pandemia do novo coronavírus , 2020 definitivamente não está sendo um ano propício para viagens . Mas, agora, em seus quatro meses derradeiros, alguns países começam a abrir seus aeroportos para os brasileiros. Europa e Estados Unidos permanecem fechados, mas já é possível viajar para alguns destinos da América Latina e do Caribe . Com os devidos cuidados e respeitando as diretrizes para evitar novos surtos, já dá para planejar férias em destinos como México , República Dominicana e Guatemala .

Há algumas semanas, uma nova resolução do governo norte-americano liberou o pouso para os voos oriundos do Brasil em qualquer um de seus aeroportos – até então, essas frequências estavam restritas a apenas 15 cidades norte-americanas –, o que causou uma certa confusão. A nova diretriz acabou sendo equivocadamente interpretada como a liberação da entrada de brasileiros nos EUA.

Mas as regras para a entrada de cidadãos ainda não mudaram, e é preciso cumprir uma série de exigências para ter direito a ingressar no território norte-americano, como ser residente legal nos EUA, ser cônjuge de um cidadão do país ou pai, guardião legal ou irmão de um cidadão solteiro e menor de 21 anos. Entrar com visto de turista continua proibido, mesmo que apenas para fazer uma conexão de algumas horas.

Como muitos dos países da América Latina dependem de conexões nos Estados Unidos, o leque de opções atualmente não é tão extenso. Mas há destinos bastante populares para onde já é possível ir, como Cancún , no México, que tem voos com conexão na Cidade do Panamá e na Cidade do México.

A Copa Airlines opera desde agosto voos de e para a o Aeroporto Internacional Tocumen, na Cidade do Panamá. No momento, São Paulo conta com duas frequências semanais, quantidade que deve se tornar diária até o fim do mês que vem. A partir de 19 de outubro, o Rio de Janeiro também terá três voos por semana. Cidadãos brasileiros não estão autorizados a desembarcar no país, mas uma permanência de até seis horas no aeroporto para fazer uma conexão é permitida.

Além da Copa, a Aeroméxico também conecta o México e o Brasil atualmente. As opções no país são variadas e vão muito além da manjada Cancún. A Cidade do México tem ótimas atrações culturais, joias arquitetônicas e muitas oportunidades para quem curte compras. Em Oaxaca é possível ver tradições indígenas e experimentar delícias como o mole, um molho preparado com diversos tipos de pimenta. Em Los Cabos, no sul da península da Baja California, as praias e suas incríveis formações rochosas são imperdíveis. Para entrar no México, basta preencher um formulário antes de viajar.

Com conexão na Cidade do Panamá, também é possível embarcar para a Guatemala, onde os aeroportos já estão abertos e o pré-requisito para a entrada é um teste negativo de covid-19 feito no máximo 72 horas antes do embarque. Vulcões, cavernas, lagos e bosques compõem o leque de belezas naturais do país, que tem ainda um impressionante legado da civilização maia.

A partir de outubro será possível viajar com a Copa também para Bogotá, Cartagena, Cali e Medellín, na Colômbia ; Kingston, na Jamaica ; Santo Domingo e Punta Cana, na República Dominicana. Também haverá frequências saindo do Rio de Janeiro, a partir do dia 19. Todos estes destinos já liberaram a entrada de brasileiros, porém é importante checar sempre as condições para o ingresso. A maioria exige que o passageiro apresente um teste PCR negativo no momento do embarque.

A lista de destinos que permitem o ingresso de brasileiros é, no entanto, maior do que a lista de locais onde já é possível chegar. Anguilla, por exemplo, tem um protocolo de entrada bastante rígido, que inclui uma solicitação online e dois testes de covid-19 feitos após o desembarque. Tudo para garantir que a ilha mantenha o status atual, sem nenhum caso ativo da doença. Por enquanto, no entanto, brasileiros ainda não conseguem chegar lá com voos comerciais. Este é o mesmo caso de St. Maarten, St. Barth e Bahamas, que estão abertos, mas, devido à redução dos voos e às restrições de alguns aeroportos e países, ainda não são acessíveis.

Mesmo sem previsão de retomada dos voos, alguns destinos já começam a anunciar suas datas de reabertura. É o caso das Ilhas Virgens Britânicas, que liberam o ingresso de turistas em dezembro, a tempo do réveillon. Já Aruba , que ainda não tem data oficial para abrir, lançou uma ação já pensando no ano que vem. A “Garantia Felizes Para Sempre” permite o adiamento de reservas para festas de casamento ou viagens de lua de mel. A ideia é encorajar quem está preocupado com uma possível segunda onda da doença. A política permite que os eventos marcados no destino para 2021 possam ser adiados por até um ano a partir da data original agendada.

A Latam e a colombiana Avianca, que também conectam o Brasil com os países da América Latina, ainda não retomaram os seus voos para a região. Embora o call center da Avianca tenha informado à reportagem que os voos entre Rio e Bogotá seriam retomados em 1º de novembro, e, no dia seguinte seria reativada a rota entre São Paulo e a capital colombiana, a assessoria de imprensa da companhia não confirmou as informações. Contatada, a Latam apenas informou por meio de nota que não está operando nenhuma rota atualmente para o Caribe e a América Central.

PARA ONDE - E QUANDO - VIAJAR

Para viajar agora

México

Conectado ao Brasil pela Copa e pela Aeroméxico, não tem restrições à entrada de brasileiros. É preciso preencher um formulário antes de viajar. A vigilância sanitária realiza um controle dos sintomas nos aeroportos. Em caso de sintomas e diagnóstico positivo, o viajante deverá cumprir quarentena.

Guatemala

A Copa Airlines leva até o país, com conexão na Cidade do Panamá. Para embarcar, é preciso apresentar um teste PCR negativo, feito no máximo, 72 horas antes da viagem.

Para viajar em outubro

Colômbia

O país recebeu o primeiro voo internacional desde o início da pandemia no dia 19. Era um voo oriundo de Fort Lauderdale, na Flórida. Copa e Avianca devem retomar as frequências de e para o Brasil em breve. Um teste PCR negativo com no máximo 96 horas terá ser apresentado no embarque, além de um formulário que deverá ser preenchido online.

Jamaica

Com a retomada dos voos da Copa, brasileiros poderão entrar no país, desde que apresentem um teste PCR negativo feito no máximo dez dias antes do embarque. A Copa volta a operar a rota, via Panamá, em outubro.

República Dominicana

O país abriu as fronteiras ainda em julho, mas os voos da Copa Airlines conectando o Brasil a Punta Cana e Santo Domingo retornam em outubro. Não há necessidade de apresentar um teste negativo de covid-19, mas o governo está fazendo exames aleatórios e não invasivos nos passageiros, utilizando o hálito para o diagnóstico.

Brasileiros podem entrar, mas não há voos

A lista de destinos que estão abertos, mas inacessíveis aos brasileiros em razão da suspensão dos voos comerciais ou por causa da necessidade de conexões em países em que não há autorização para desembarcar – especialmente os Estados Unidos – inclui St. Marteen, St. Barth, Anguilla, Antigua e Barbuda, Barbados, Turks and Caicos, Bermudas e Cuba (apenas Cayo Coco, Cayo Largo, Cayo Santamaria, Cayo Guillermo e Cayo Cruz). Alguns têm diretrizes rígidas para a entrada, como Anguilla e Bermudas, que exigem a realização de testes após a chegada ao país, mesmo que o passageiro tenha sido testado antes de embarcar.

Nada feito

Costa Rica, Aruba, Curaçau, Panamá, Ilhas Virgens Americanas e Belize ainda não permitem a entrada de brasileiros. Porto Rico segue as diretrizes dos Estados Unidos. As Ilhas Virgens Britânicas anunciaram a reabertura para dezembro. E Aruba, embora ainda não tenha uma data oficial, lançou uma campanha que flexibiliza a remarcação de viagens de lua de mel e casamentos em 2021.

Comentários para "É possível viajar para o Caribe ainda em 2020?":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório