×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Economia. Perda de água seria suficiente para abastecer 30% da população por um ano

Economia. Perda de água seria suficiente para abastecer 30% da população por um ano

Foto: Pixabay

Segundo Instituto Trata Brasil, indicador brasileiro é pior que o de Bangladesh, Senegal, Uganda e Etiópia; enquanto isso, 35 milhões de brasileiros não são abastecidos com água potável

Estadão Conteúdo - 05/06/2019 - 17:26:03

Sem investimentos adequados, o setor de saneamento básico tem colecionado indicadores negativos. De acordo com o último estudo do Instituto Trata Brasil, divulgado nesta quarta-feira, 5, 38,3% de toda água potável, tratada e pronta para ser distribuída, se perde pelo caminho especialmente por causa de vazamentos e dos chamados “gatos”.

Isso significou 6,5 bilhões de metros cúbicos de água, equivalente a 7 mil piscinas olímpicas por dia. Segundo o estudo, se forem considerados apenas os vazamentos, a água perdida seria suficiente para abastecer 30% da população brasileira por um ano – ou seja, 60 milhões de pessoas. A perda de faturamento representou prejuízo de R$ 11,3 bilhões para o País – mesmo valor investido no setor em 2017.

"Com a falta de investimentos, o sistema envelhece e o volume de vazamento aumenta. Portanto, é uma tendência natural o indicador de perdas subir no Brasil", afirma o sócio da GO Associados Pedro Scazufca, consultor técnico do estudo. Na avaliação dele, a situação é muito ruim. Ele comenta que, além de vazamento, as fraudes - ou os gatos - também aumentaram no País, assim como os erros de leitura por causa de hidrômetros antigos. "A situação é bem ruim", completa Scazufca.

Na prática, o que tem ocorrido no Brasil é um aumento da produção de água para atender a população – ou seja, estão retirando mais água da natureza. O problema é que as perdas também aumentaram, conforme mostra os estudos dos últimos três anos. Em 2015, o País perdia 36,7% – 1,6 ponto porcentual abaixo dos dados de agora. O pior resultado foi verificado na Região Norte, com 55,14% de perdas na distribuição de água, encabeçado por Roraima com 75% de perdas. No Nordeste, o índice é de 46,25%; Sul, 36,54%; Sudeste, 34,35%; e Centro-Oeste, 34,14%.

Oitava economia do mundo, o Brasil tem indicadores piores que os de Bangladesh, Senegal, Uganda e Etiópia. Enquanto isso, 35 milhões de brasileiros ainda não são abastecidos com água potável – números que refletem a falta de prioridade que o setor teve nos últimos anos. "Se o Brasil conseguisse reduzir esse índice de perda para 20%, por exemplo, o ganho para o País seria de R$ 31 bilhões ao longo de 20 anos. Seria um resultado expressivo", diz Scazufca.

Apesar dos números negativos, a medida provisória que previa modernizar o setor de saneamento para atrair a iniciativa privada caducou esta semana, pela segunda vez consecutiva. A MP foi transformada em projeto de lei e será encaminhado para análise do plenário. Para virar lei, a proposta terá de ser aprovada pela Câmara dos Deputados e sancionada pelo presidente da República.

Comentários para "Economia. Perda de água seria suficiente para abastecer 30% da população por um ano":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral