×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de outubro de 2021

Esquema de propina de R$ 1 milhão por construção de UPA agiu em 12 estados, aponta MP em Brasília

Esquema de propina de R$ 1 milhão por construção de UPA agiu em 12 estados, aponta MP em BrasíliaFoto: Reprodução tv Globo

No DF, promotores apontam fraude em quatro das seis UPAs. Denúncia deve ser formalizada em 15 dias.

Por Luísa Doyle E Gabriel Luiz, Tv Globo E G1 Df - 10/04/2019 - 15:52:38

O Ministério Público do Distrito Federal suspeita que o esquema que envolvia pagamento de propina de R$ 1 milhão pela construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) tenha sido replicado em 12 estados e 30 municípios do país.

Segundo os promotores, o dinheiro era dividido entre a cúpula da Secretaria de Saúde de cada estado e o Rio de Janeiro, de onde partiu a organização criminosa – supostamente capitaneada pelo ex-governador Sérgio Cabral.

O MP informou que a lista dos 12 estados foi mencionada pelo próprio Sérgio Cabral, em um comício. Em uma segunda etapa das investigações, o MP pretende confirmar em quais estados os suspeitos chegaram de fato a agir.

De acordo com os investigadores, o governo do Rio de Janeiro tinha feito uma licitação fraudada para favorecer um determinado grupo de empresas. Depois, cada estado poderia replicar aquela licitação por meio da chamada "ata de preços" – sem precisar fazer um processo licitatório do zero.

Em entrevista nesta quarta-feira (10), o o promotor Rodrigo Bezerra, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), disse que os detalhes da investigação serão apresentados à Justiça em até 15 dias em uma denúncia formal.

No DF, porém, os promotores confirmam que o esquema operou na construção de pelo menos quatro das seis UPAs: Samambaia, São Sebastião, Núcleo Bandeirante e Recanto das Emas.

Ainda assim, os investigadores continuam buscando provas de possíveis crimes também nas outras duas UPAs: Ceilândia e Sobradinho. Há indícios também de irregularidades na construção de Unidades Básicas de Saúde – os famosos "postinhos".

Na manhã desta quarta-feira (10), o e x-secretário Elias Miziara recebeu habeas corpus da Justiça com autorização para sair da cadeia. Ele ficaria em prisão preventiva – por tempo indeterminado –, mas agora poderá ficar livre desde que cumpra algumas medidas alternativas.

A ação apura um esquema de pagamento de propina em troca de instalação de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no Distrito Federal.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Comentários para "Esquema de propina de R$ 1 milhão por construção de UPA agiu em 12 estados, aponta MP em Brasília":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Ministro da Justiça pede que PF investigue revista IstoÉ por capa com crítica a Bolsonaro

Ministro da Justiça pede que PF investigue revista IstoÉ por capa com crítica a Bolsonaro

Nesta semana, a AGU (Advocacia-Geral da União) enviou uma notificação extrajudicial à revista IstoÉ com pedido de resposta após a publicação da reportagem

Com autorização da Aneel, conta de luz no DF terá reajuste de 11,6%

Com autorização da Aneel, conta de luz no DF terá reajuste de 11,6%

A tarifa residencial no DF, que ocupava o 51º lugar do ranking nacional sendo uma das mais baixas do país, passa a ocupar a 36º posição.

DF antecipa aplicação de vacinas da Pfizer e da AstraZeneca

DF antecipa aplicação de vacinas da Pfizer e da AstraZeneca

A segunda dose das vacinas AstraZeneca e Pfizer-BioNTech já pode ser administrada, a partir desta sexta-feira, em quem já tomou a primeira dose há oito semanas

Pacientes que não tomaram a vacina são maioria nos hospitais de campanha do DF

Pacientes que não tomaram a vacina são maioria nos hospitais de campanha do DF

Imunizante está disponível para toda a população a partir de 12 anos de idade, em diversos pontos da capital

Biotic sedia lançamento do programa ‘Centelha’ no DF

Biotic sedia lançamento do programa ‘Centelha’ no DF

Presente à cerimônia de lançamento, o vice-governador Paco Britto assegurou que o Centelha será um programa-modelo no DF

Desembargadores negam pedido para instalar CPI da Pandemia no DF

Desembargadores negam pedido para instalar CPI da Pandemia no DF

Deputados distritais fazem manifestação pela instalação da CPI da Pandemia no DF

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Em defesa do espaço cultural, foi aprovada uma vigília cultural de 24 horas para a próxima sexta-feira (22)

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

São Sebastião e Sobradinho debatem neste sábado o Plano de Ordenamento Territorial

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Dignidade menstrual é permitir que as meninas mais pobres também possam ter o mesmo acesso ao absorvente higiênico que as meninas da classe média e alta

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Ato simbólico de entrega no Centro Educa Mais Dorilene Silva Castro

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.