×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de janeiro de 2022

Exército admite que revogou portarias de controle de armas por pressão do governo

Exército admite que revogou portarias de controle de armas por pressão do governoFoto: Estadão

A resposta do Exército foi enviada nesta terça-feira (28) à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, órgão do MPF, que pedira esclarecimentos sobre o assunto na semana passada.

O Antagonista - 28/04/2020 - 20:56:08

O Comando Logístico do Exército admitiu ao MPF que revogou um conjunto de portarias sobre rastreamento de armas e munições por pressão do governo federal e das redes sociais, informa O Globo.

O caso gerou uma nova frente de suspeitas contra Jair Bolsonaro –o presidente é alvo de uma investigação preliminar na Procuradoria da República do DF.

Bolsonaro é suspeito de ter interferido indevidamente no Exército para a revogação das portarias, que na prática afrouxou o controle das vendas de armas e munições no país.

Leia também: MORO FORA DO GOVERNO: NÃO ERA FOFOCA; É JORNALISMO

A resposta do Exército foi enviada nesta terça-feira (28) à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, órgão do MPF, que pedira esclarecimentos sobre o assunto na semana passada.

Comentários para "Exército admite que revogou portarias de controle de armas por pressão do governo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Primeira vacinada do Brasil deseja um 2022 com 100% vacinados e sem uso de máscara

Primeira vacinada do Brasil deseja um 2022 com 100% vacinados e sem uso de máscara

Mônica Calazans, enfermeira e primeira vacinada no Brasil

Brumadinho: Três anos depois, o que mudou ?

Brumadinho: Três anos depois, o que mudou ?

Fotografia tirada após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, que matou 272 pessoas

Servidores federais fazem atos em Brasília por reajuste salarial

Servidores federais fazem atos em Brasília por reajuste salarial

Cerca de 50 categorias pedem reajustes de 20% a 28%

"A luta dos povos indígenas é uma luta válida e importante para todo o povo"

A Festa do Murici e Batiputá acontece entre os dias 12 e 15 de janeiro

Ministro de Minas e Energia quer o Cade investigando preços abusivos da Petrobras

Ministro de Minas e Energia quer o Cade investigando preços abusivos da Petrobras

Na avaliação do ministro, a investigação do Cade não tem atribuição de segurar o preço dos combustíveis. Mas pode corrigir práticas da empresa, caso fique configurada alguma distorção.

Coronavírus: Ciência e Tecnologia suspende trabalho presencial em quatro órgãos

Coronavírus: Ciência e Tecnologia suspende trabalho presencial em quatro órgãos

O Brasil enfrenta uma nova onda de aumentos de casos de covid-19 por causa da variante Ômicron

Câmara deve retomar trabalho remoto após aumento de casos de Covid-19

Câmara deve retomar trabalho remoto após aumento de casos de Covid-19

Medida ainda não foi oficializada pelo presidente da Casa

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Pauta do ano coloca Supremo Tribunal Federal novamente em evidência, apontam especialistas

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Em ato simbólico, xavante de 8 anos de Piracicaba recebeu imunizante

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Decisão pode ser revista caso prefeitura revise planejamento