×
ContextoExato
Responsive image

Gigante do ramo de seguros na mira da Receita Federal em Brasília, SP e RJ

Gigante do ramo de seguros na mira da Receita Federal em Brasília, SP e RJFoto: Divulgação

Operação feita em parceria com a PF investiga corretora que tem exclusividade de comercialização de seguros da Caixa

Por Mariana Muniz - Revista Veja - 26/11/2020 - 18:23:37

A Receita Federal faz na manhã desta quinta-feira uma etapa da Operação Descarte na corretora Wiz – instituição financeira que tem exclusividade de comercialização dos seguros da Caixa.

Trinta auditores fiscais da Receita em parceria com a PF fazem busca e apreensão em 13 alvos localizados em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, dentre os quais o CEO e outros diretores da empresa, que tem capital aberto com participação acionária estrangeira.

Eles são suspeitos de lavagem de dinheiro, num esquema que envolve empresas de fachada dos ex-presidiários da Lava Jato, Alberto Youssef e Adir Assad, um escritório de advocacia, uma empresa de lixo e doleiros, além de serem acusados de fraudar em 7 milhões de reais a instituição que dirigiam com a contratação superfaturada de uma empresa de TI.

Os auditores fiscais encaminharam ao Ministério Público representações fiscais para fins penais com os indícios para as investigações criminais.

ATUALIZAÇÃO, às 14h56: Em nota encaminhada ao Radar, a Caixa informou que Caixa Seguros Holding — companhia da qual sua subsidiária Caixa Seguridade Participações SA é sócia minoritária — e a Wiz Soluções e Corretagem de Seguros SA têm contrato operacional para corretagem de seguros no balcão do banco “firmado anteriormente à atual gestão, com encerramento em 14/02/2021”.

O banco estatal também afirmou que “a partir de decisão da atual gestão do banco”, a Caixa Seguridade terá uma corretora de seguros 100% própria, cuja operação está prevista para começar em janeiro de 2021.


Explicaram ainda que a Caixa, por meio da Caixa Seguridade Participações SA, “é acionista minoritária e indireta (com cerca de 12%) da Wiz, não possuindo controle sobre a companhia”

Comentários para "Gigante do ramo de seguros na mira da Receita Federal em Brasília, SP e RJ":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório