×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de janeiro de 2022

Gilmar Mendes: “Cenas de caixões exigem forte resposta da União”

Gilmar Mendes: “Cenas de caixões exigem forte resposta da União”Foto: Agência Brasil

Para o ministro do STF, a situação em Manaus revela falhas na política de isolamento. Para ele, há necessidade de melhorias urgentes no SUS

Thayná Schuquel - Metrópoles - 23/04/2020 - 07:10:22

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), usou as redes sociais, nesta quarta-feira (22/04), para criticar a ação do governo federal frente à pandemia de coronavírus. Ele citou o caos instalado em Manaus, onde vítimas da doença estão sendo enterradas em trincheiras – valas comuns com muitos caixões lado a lado.

“As cenas de caixões sendo enterrados em valas comuns em Manaus exige (sic) forte resposta por parte do poder público, inclusive da União”, escreveu o ministro.

As cenas de caixões sendo enterrados em valas comuns em Manaus exige forte resposta por parte do poder público, inclusive da União. A situação calamitosa do Sistema de Saúde local demonstra falhas na política de isolamento e a necessidade de melhorias urgentes no SUS.

Para Gilmar Mendes, algo precisa ser feito com urgência. “A situação calamitosa do Sistema de Saúde local demonstra falhas na política de isolamento e a necessidade de Minutos antes, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, atacou a cobertura da imprensa sobre coronavírus como muito pessimista e negativa.

“Temos pessoas muito suscetíveis a essas notícias negativas. No jornal da manhã é caixão e corpo, na hora do almoço é caixão e corpo, de noite é número de mortos, caixão e corpo“, reclamou Ramos.

Comentários para "Gilmar Mendes: “Cenas de caixões exigem forte resposta da União”":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Há 13 anos no topo da lista, Brasil continua sendo o país que mais mata pessoas trans no mundo

Há 13 anos no topo da lista, Brasil continua sendo o país que mais mata pessoas trans no mundo

De outubro de 2020 a setembro de 2021 foram registrados 375 assassinatos no mundo, o que representa um aumento de 7% em relação ao ano anterior

Intolerância religiosa:

Intolerância religiosa: "Brasil vive negação de direitos", afirma especialista

Violência aumentou nos últimos anos e políticas de combate foram enfraquecidas

Garimpo ilegal em alta no PA: Lama escurece águas do

Garimpo ilegal em alta no PA: Lama escurece águas do "Caribe Amazônico" em Alter do Chão

Faixa de areia separa águas barrentas e claras no balneário turístico de Alter do Chão (PA)

Mais de 500 coletores de sementes atuam na recuperação da Amazônia e do Cerrado

Mais de 500 coletores de sementes atuam na recuperação da Amazônia e do Cerrado

Rede de Sementes do Xingu já recuperou mais de 6 mil hectares de floresta na bacia do rio Xingu e Araguaia

Desejos de Ano Novo: Fora Bolsonaro, Democracia e Justiça Ambiental para todos

Desejos de Ano Novo: Fora Bolsonaro, Democracia e Justiça Ambiental para todos

Em Minas Gerais, as fortes chuvas elevam o risco do rompimento de barragens com rejeitos da mineração, a exemplo do que aconteceu nas cidades de Mariana, em 2015, e de Brumadinho, em 2019

Primeira vacinada do Brasil deseja um 2022 com 100% vacinados e sem uso de máscara

Primeira vacinada do Brasil deseja um 2022 com 100% vacinados e sem uso de máscara

Mônica Calazans, enfermeira e primeira vacinada no Brasil

Brumadinho: Três anos depois, o que mudou ?

Brumadinho: Três anos depois, o que mudou ?

Fotografia tirada após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, que matou 272 pessoas

"A luta dos povos indígenas é uma luta válida e importante para todo o povo"

A Festa do Murici e Batiputá acontece entre os dias 12 e 15 de janeiro

Brasil precisará de um exército de profissionais agroflorestais para liderar a transição regenerativa no mundo

Brasil precisará de um exército de profissionais agroflorestais para liderar a transição regenerativa no mundo

Hoje a agricultura é considerada ainda uma vilã do clima e não resolve o problema da fome no mundo

Da escravidão à independência: Famílias conquistam renda com produção agroecológica de cacau

Da escravidão à independência: Famílias conquistam renda com produção agroecológica de cacau

Assentamento no sul da Bahia é tema do documentário Dois Riachões - Cacau e Liberdade

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa