×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Governador do DF prevê desobrigar uso de máscara em ambientes abertos em novembro

Governador do DF prevê desobrigar uso de máscara em ambientes abertos em novembroFoto: Agência Brasília

O número de vacinados com a 2ª dose ou dose única havia alcançado a taxa de 59,96% da população acima de 12 anos até hoje. Um total de 86,84% tomou a 1ª dose da imunização contra a covid.

Estadão Conteúdo - 25/10/2021 - 22:45:43

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), prevê que o uso de máscaras contra a covid-19 não seja mais obrigatório em ambientes abertos a partir de 15 de novembro. Ibaneis disse nesta segunda-feira, 25, porém, que não há data para flexibilizar a proteção em locais fechados. O uso de máscaras é obrigatório no DF desde abril do ano passado.


"Nós sabemos que está avançando muito, os índices de transmissão estão caindo bastante. Isso já nos dá um horizonte no sentido de liberar o uso de máscara pelo menos em ambientes abertos", afirmou o governador. "Mais adiante, quando a gente atingir em torno de 70%, 80% de pessoas vacinadas, a gente pensa -- tudo isso com base técnica -- na retirada de máscaras em ambientes fechados."

O número de vacinados com a 2ª dose ou dose única havia alcançado a taxa de 59,96% da população acima de 12 anos até hoje. Um total de 86,84% tomou a 1ª dose da imunização contra a covid.



A taxa de transmissão da doença no DF está em queda há cerca de duas semanas. Neste domingo, 24, o boletim epidemiológico apontou que o índice marcou 0,80. Isso significa que 100 pessoas podem transmitir a covid para 80. Uma taxa acima de 1 aponta que a pandemia está avançando.



A flexibilização do uso de máscaras tem sido discutida por Estados e Prefeituras. No Rio, o prefeito Eduardo Paes (PSD), afirmou que a cidade pode desobrigar totalmente o uso de máscara no meio de novembro, 75% da população total estiver com a vacinação completa. A tendência é que seja permitido não usá-la ao ar livre a partir desta semana.



Em São Paulo, o governo descartou, por ora, que a obrigatoriedade do uso de máscaras seja suspensa no Estado, "apesar de os números estarem muito positivos". O governo do Estado estuda manter o uso obrigatório de máscara facial para situações específicas mesmo após o fim da pandemia.



Na avaliação do infectologista Leonardo Weissmann, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, ainda não é o momento de desobrigar o uso de máscaras, principalmente porque o País está passando por um período de flexibilização em outras frentes, como teatros, cinemas e estádios de futebol.



"Ainda é muito cedo, muito precoce para se pensar em excluir o uso de máscaras", disse ele ao Estadão. "Embora a gente esteja observando uma tendência de queda no número de casos e de óbitos não podemos afirmar que a pandemia está controlada. Temos o vírus circulando, as variantes circulando."

De acordo com Weissmann, é importante que flexibilizações aconteçam, mas não o uso de máscaras. "Nós já tivemos o cenário de países com tendência de queda. Ficou nessa tendência por bastante tempo e depois tiveram uma subida. No Brasil pode acontecer isso também."

O médico-infectologista Jamal Suleiman, do hospital Emílio Ribas em São Paulo, afirmou que a retirada das máscaras precisa obedecer a diferentes fatores, entre eles a taxa de transmissão, que deve ficar abaixo de 0,50. Suleiman lembrou que não basta haver, em metrópoles como Brasília, São Paulo e Rio, índices de vacinação, casos, óbitos e transmissão em baixa.



"O entorno também precisa ser semelhante. São Paulo recebe mineiros, goianos, tocantinenses. Se essas pessoas não estiverem vacinadas, você vai continuar circulando o vírus nesse lugar", observou. "A marcha da vacinação precisa ser rápida em todos os lugares, assim você consegue desmascarar todo mundo numa velocidade maior."

fonte: Estadão Conteudo


Comentários para "Governador do DF prevê desobrigar uso de máscara em ambientes abertos em novembro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
OMS diz que Ômicron é “bastante infecciosa”, mas não deve haver pânico

OMS diz que Ômicron é “bastante infecciosa”, mas não deve haver pânico

A cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, disse que a nova variante Ômicron do coronavírus é muito transmissível, mas que as pessoas não devem entrar em pânico com isso. Em entrevista na conferência Reuters Next, nesta sexta-feira (3), Soumya disse que a resposta certa é estar preparado e ser cauteloso e não entrar em pânico diante da nova variante

Nova variante ômicron expôs desigualdades na política internacional de combate à Covid-19

Nova variante ômicron expôs desigualdades na política internacional de combate à Covid-19

Surgimento de nova variante Ômicron do vírus sars-cov2 alerta autoridades para possível quarta onda global da pandemia

Disseminação da Ômicron: TCU recomenda exigência de vacinação para entrada de viajantes no Brasil

Disseminação da Ômicron: TCU recomenda exigência de vacinação para entrada de viajantes no Brasil

Brasil confirmou mais 266 mortes e 11.436 casos de COVID-19, totalizando 615.020 óbitos e 22.104.631 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Pandemia muda hábitos de motorista de transporte por aplicativo

Pandemia muda hábitos de motorista de transporte por aplicativo

Benefício para passageiros

Maioria das vacinas doadas à África tem validade curta, dizem entidades

Maioria das vacinas doadas à África tem validade curta, dizem entidades

"Isso tornou extremamente difícil para os países planejar campanhas de vacinação", diz comunicado de entidades de saúde

Qual principal perigo traz nova mutação Ômicron e o que pode ser feito? Biólogos explicam

Qual principal perigo traz nova mutação Ômicron e o que pode ser feito? Biólogos explicam

Ante notícias preocupantes sobre a disseminação da nova cepa Ômicron pelo mundo e, possivelmente, sua chegada ao Brasil, a Sputnik Brasil conversou com dois biólogos sobre os perigos que pode trazer essa mutação.

OMS reúne especialistas para criar tratado de combate a pandemias

OMS reúne especialistas para criar tratado de combate a pandemias

Objetivo é que populações não sejam apanhadas desprevenidas

Covid-19: O que se sabe até agora da variante batizada de Ômicron

Covid-19: O que se sabe até agora da variante batizada de Ômicron

Cientistas correm para decifrar genoma de vírus com 50 mutações

Novo Dia D de vacinação contra a Covid-19 no DF  é bem movimentado

Novo Dia D de vacinação contra a Covid-19 no DF é bem movimentado

Maria Rita, mãe de Phelipe, aproveitou o ponto instalado na Feira Central de Ceilândia para vacinar o filho, estudante de 12 anos

A menos de 3 meses de Olimpíada, Maratona de Pequim é cancelada devido à pandemia

A menos de 3 meses de Olimpíada, Maratona de Pequim é cancelada devido à pandemia

Um comunicado oficial foi publicado pelo comitê organizador, afirmando que

Saúde faz novo Dia D da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal

Saúde faz novo Dia D da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal

Desta vez, serão disponibilizados 11 pontos de vacinação, sendo nove em UBSs e dois pontos populares: Rodoviária do Plano Piloto e Feira Central de Ceilândia