×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de maio de 2022

Governador Rui Costa abre cisão no PT e propõe que Lula “ajuste” o discurso

Governador Rui Costa abre cisão no PT e propõe que Lula “ajuste” o discursoFoto: Tribuna da Internet

Rui Costa acha que o radicalismo prejudica o partido

Pedro Do Coutto-tribuna Da Internet - 15/12/2019 - 08:30:50

Numa entrevista de página inteira ao repórter Igor Gielow, Folha de São Paulo de sábado, o governador da Bahia Rui Costa abriu praticamente uma cisão no seu partido, o PT, na medida em que acha que o ex-presidente Lula deve alterar seu discurso político e passar a pregar a pacificação do país. Assim, o ex-presidente da República tornar-se-ia o alvo central de um projeto de realinhamento da legenda, abandonando a polarização com o presidente Jair Bolsonaro. Rui Costa, portanto, propõe uma alteração no foco central do debate político.

O novo posicionamento na visão de Rui Costa deve incluir também uma proposta de pacificação do país, realizando ao mesmo tempo um ajuste fino na posição econômica.


PAPEL DE LULA – Rui Costa destaca também que Lula precisa assumir um papel preponderante nesse processo, equivalendo a uma conciliação e não mais a radicalização que predominou na legenda de 2003 a 2010.

Com isso, o governador baiano exclui a presença da ex-presidente Dilma Rousseff no panorama que ele traçou como ideia de rumo a ser percorrido pelo ex-presidente da República.

O governador, reeleito no ano passado com 75% dos votos, reflete em si, sem dúvida alguma, um êxito administrativo que o levou a reeleição.

SERÁ CANDIDATO – Sobre a possibilidade de ser o candidato da legenda a sucessão de 2022, acrescentou que se encontra à disposição do partido. Costa, por exemplo, critica a posição do PT em relação a economia por considerar que a negação permanente a qualquer mudança representa um choque com a realidade brasileira. É preciso refinar o discurso, diz ele.

Na minha opinião, o radicalismo foi a causa principal do desabamento do Partido dos Trabalhadores nas urnas da sucessão. O partido perdeu muitos acentos na Câmara Federal e nas Assembleias Legislativas, somando-se a isso a larga margem de Jair Bolsonaro em relação a Fernando Haddad.

Rui Costa em parte tem razão, porém é preciso levar-se em conta que a onda de corrupção que marcou os governos Lula e Dilma Rousseff forneceram combustível para a viagem de Bolsonaro ao Palácio do Planalto.

DANÇA DOS CORRUPTOS – O PT perdeu as eleições porque principalmente seu comportamento tentando encobrir a dança dos corruptos e corruptores transformou-se num principal fator da vitória de Bolsonaro.

A ideia contida na entrevista de Rui Costa é a de que, sem dúvida, a continuar a polarização a legenda que deveria ser a dos trabalhadores, como está escrito em sua página, transformou-se na legenda do fracasso eleitoral. Sem dúvida alguma, o governador da Bahia tocou no ponto mais sensível da estrutura da agremiação. Deseja um debate em nível alto sem a agressividade que Lula vem demonstrando nos seus mais recentes pronunciamentos políticos.

Rui Costa está propondo, penso eu, um título inspirado num filme famoso: “E o Vento Levou…”.

Comentários para "Governador Rui Costa abre cisão no PT e propõe que Lula “ajuste” o discurso":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Movimentos populares criam programa Brasil de Todas as Cores por direitos da população LGBTQIA+

Movimentos populares criam programa Brasil de Todas as Cores por direitos da população LGBTQIA+

Documento elaborado por mais de 20 organizações tem objetivo de auxiliar na construção de políticas públicas

Com incertezas externas, fusões e aquisições passam por desaceleração

Com incertezas externas, fusões e aquisições passam por desaceleração

No ano passado, um total de 1.627 transações de fusão e aquisição ocorreram no País - avanço de 46% em relação a 2020

Quatro em cada dez brasileiros estão inadimplentes

Quatro em cada dez brasileiros estão inadimplentes

O total de inadimplentes, hoje, não é uma marca recorde. O maior contingente foi de 63,08 milhões, atingido em novembro de 2018, segundo a série do SPC Brasil, iniciada em janeiro de 2015.

Livro de Pochmann aborda abandono de projetos de país e ‘cancelamento do futuro’

Livro de Pochmann aborda abandono de projetos de país e ‘cancelamento do futuro’

Professor e economista reflete sobre transformações truncada do país e sua reprodução de um “passado trágico”

Consumidor deixa de pagar conta de luz para comprar alimentos

Consumidor deixa de pagar conta de luz para comprar alimentos

Desde que foi demitida de uma empresa de serviço de limpeza, Viviane vive com o seguro-desemprego de R$ 1.200. Foi a primeira vez que ela ficou inadimplente com o pagamento da conta de luz.

Preço do etanol cai em 16 Estados e no DF na semana, afirma ANP

Preço do etanol cai em 16 Estados e no DF na semana, afirma ANP

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 6,16%. O Estado com maior alta no período foi Alagoas, com 10,35% de valorização mensal do etanol, para R$ 5,746.

Jornalista brasileiro na Ucrânia preocupado que guerra comece a ser esquecida

Jornalista brasileiro na Ucrânia preocupado que guerra comece a ser esquecida

Jornalista brasileiro Hugo Bachega está acompanhando de perto a guerra na Ucrânia

Vale põe à venda áreas invadidas no Pará

Vale põe à venda áreas invadidas no Pará

Empresa desencoraja visitas de interessados por causa da violência

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

As vendas de café solúvel do Brasil no exterior caíram 4,7% no primeiro trimestre de 2022 devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia. A projeção anual de perdas no setor é de cerca de US$ 100 milhões (R$ 505,5 milhões), disse uma associação da indústria na sexta-feira (13).

Brasileiro, porta-voz do Ocha, relata drama de ucranianos evacuados de Mariupol

Brasileiro, porta-voz do Ocha, relata drama de ucranianos evacuados de Mariupol

Civis de Mariupol deixam região após mais de dois meses sitiados.

Egito e Brasil começarão a negociar aumento de exportação de fertilizantes egípcios

Egito e Brasil começarão a negociar aumento de exportação de fertilizantes egípcios

Cairo assumiu o compromisso de dar prioridade às demandas de fertilizantes pedindo em contrapartida que tenha preferência no setor de exportação de frutas brasileiras.