×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de maio de 2022

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presenteFoto: Iggor Gomes/Prefeitura do Recife

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa

Afonso Bezerra - Brasil De Fato|recife(pe) - 15/01/2022 - 23:49:29

Campanha de vacinação na cidade começou neste sábado (15) por grupos prioritários

Depois de uma longa espera, chegou a vez de João Magalhães, de nove anos de idade, tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19, neste sábado (15), no Recife. A Prefeitura liberou os agendamentos pelo aplicativo Conecta Recife na última sexta-feira(14) e, hoje, já era possível receber o imunizante em um dos quatro centros de vacinação montados na cidade.


João tem paralisia cerebral e autismo e, por isso, se enquadrava no grupo prioritário desta fase da campanha. Ele foi se vacinar acompanhado da mãe dele, a professora Jamille Magalhães. O sentimento da família era de satisfação e alívio.

"Nós estamos realmente felizes e aliviados. Porque é um absurdo a postura dos governantes de não incentivarem a vacinação. O presidente abrir a boca e afirmar que não vai vacinar a filha. Estou feliz que meu filho está vacinado, mas, assim, essa vacina está chegando com atraso e sem doses suficientes para todo mundo", disse Jamille, mãe do João.

:: Governo adia liberação da vacina contra Covid para crianças; mais de mil morreram da doença ::

Além de se imunizar contra a covid-19, o pequeno João voltou pra casa com um presente. A Prefeitura do Recife montou uma ação para estimular a vacinação pediátrica, em que cada criança vacinada leva para casa um livro. João escolheu a obra "Bichos", de Francisco Gilson, e ficou aliviado após a furadinha no braço.

"Foi boa (a vacinação). Eu achei que ia ser pior, mas foi muito boa. É importante para não ficar doente de coronavírus", comemorou João, já imunizado.

As crianças são recebidas nos quatro pontos de vacinação na cidade com uma equipe de recreadores, de prontidão para quebrar a tensão diante da vacina. Além de Pernambuco, ao menos doze estados iniciaram a vacinação das crianças neste sábado(15), entre eles Maranhão, Minas Gerais, Espírito Santo e Paraíba.


João Magalhães, 09 anos, escolheu o livro Bichos, logo após tomar a vacina no Recife / Jamille Magalhães/Acervo Pessoal


Primeira dose com atraso

O alívio vem depois de muitas incertezas. O Brasil recebeu as primeiras doses da vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos, na quinta-feira (13), quase um mês após a aprovação do uso do imunizante pela Anvisa. Neste intervalo, o governo federal promoveu consultas e audiências públicas para saber se os pais concordavam com a obrigatoriedade da vacinação.

Nesta sexta-feira (14), o Brasil iniciou a campanha de vacinação pediátrica. Em São Paulo, um menino indígena, Davi Seremramiwe, de oito anos de idade, tomou a primeira dose durante evento simbólico no Hospital das Clínicas.


"A gente tem que partir do princípio que a criança não é para morrer. Nós temos que vacinar as crianças para garantir a saúde delas, evitando que elas tenham covid. Elas podem, sim, ter um quadro grave, se internar, e elas podem também morrer. Por isso, é importante a vacinação", alertou a infectologista, Raquel Stucchi, em entrevista ao programa Central do Brasil

:: Anvisa aprova vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos ::


Os atendimentos nos postos de saúde em São Paulo começam, oficialmente, nesta segunda-feira (17), seguindo o cronograma do grupo prioritário: crianças com comorbidades, quilombolas e indígenas.

O Brasil recebeu uma remessa de 1,2 milhão de doses e a segunda leva está prevista para chegar neste domingo (16), com um carregamento de mais 1,2 milhão de doses. A terceira deverá desembarcar no Brasil no final do mês, com mais 1,8 milhão de doses.

Apagão de dados

A vacinação das crianças no Brasil começa em meio a um novo aumento do número de casos e um apagão de dados do Ministério da Saúde. O Boletim Infogripe da Fiocruz, divulgado neste sábado (15), alerta para um crescimento de 135% de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Entre as últimas três semanas de novembro de 2021 e as últimas três semanas de 2022, houve um salto de 5,6 mil para 13 mil casos.

:: Em quatro dias, número de casos registrados de covid-19 aumentou quase 2.000% no Brasil ::

O levantamento também aponta que 25 dos 27 estados demonstram sinal de crescimento de casos de SRAG. Este foi o primeiro Boletim divulgado após o "apagão" de dados do Ministério da Saúde.

Na quarta-feira (12), uma nota técnica da Fiocruz, por meio do Observatório da Covid-19, alertava para o aumento do número de ocupação de leitos de UTI nos estados. Pernambuco era o estado mais crítico, com 82% dos leitos ocupados, seguido por Pará (72%), Piauí (66%) e Tocantins (61%). Apesar do número alto, a Fiocruz também pondera que "menções a um possível colapso no sistema de saúde, neste momento, são incomparáveis com o que foi vivenciado em 2021". O mesmo documento atribui este aumento na ocupação de leitos a "ampla e rápida proliferação da variante ômicron no Brasil".

Edição: José Eduardo Bernardes

Comentários para "No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Movimentos populares criam programa Brasil de Todas as Cores por direitos da população LGBTQIA+

Movimentos populares criam programa Brasil de Todas as Cores por direitos da população LGBTQIA+

Documento elaborado por mais de 20 organizações tem objetivo de auxiliar na construção de políticas públicas

Com incertezas externas, fusões e aquisições passam por desaceleração

Com incertezas externas, fusões e aquisições passam por desaceleração

No ano passado, um total de 1.627 transações de fusão e aquisição ocorreram no País - avanço de 46% em relação a 2020

Quatro em cada dez brasileiros estão inadimplentes

Quatro em cada dez brasileiros estão inadimplentes

O total de inadimplentes, hoje, não é uma marca recorde. O maior contingente foi de 63,08 milhões, atingido em novembro de 2018, segundo a série do SPC Brasil, iniciada em janeiro de 2015.

Livro de Pochmann aborda abandono de projetos de país e ‘cancelamento do futuro’

Livro de Pochmann aborda abandono de projetos de país e ‘cancelamento do futuro’

Professor e economista reflete sobre transformações truncada do país e sua reprodução de um “passado trágico”

Consumidor deixa de pagar conta de luz para comprar alimentos

Consumidor deixa de pagar conta de luz para comprar alimentos

Desde que foi demitida de uma empresa de serviço de limpeza, Viviane vive com o seguro-desemprego de R$ 1.200. Foi a primeira vez que ela ficou inadimplente com o pagamento da conta de luz.

Preço do etanol cai em 16 Estados e no DF na semana, afirma ANP

Preço do etanol cai em 16 Estados e no DF na semana, afirma ANP

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 6,16%. O Estado com maior alta no período foi Alagoas, com 10,35% de valorização mensal do etanol, para R$ 5,746.

Jornalista brasileiro na Ucrânia preocupado que guerra comece a ser esquecida

Jornalista brasileiro na Ucrânia preocupado que guerra comece a ser esquecida

Jornalista brasileiro Hugo Bachega está acompanhando de perto a guerra na Ucrânia

Vale põe à venda áreas invadidas no Pará

Vale põe à venda áreas invadidas no Pará

Empresa desencoraja visitas de interessados por causa da violência

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

As vendas de café solúvel do Brasil no exterior caíram 4,7% no primeiro trimestre de 2022 devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia. A projeção anual de perdas no setor é de cerca de US$ 100 milhões (R$ 505,5 milhões), disse uma associação da indústria na sexta-feira (13).

Brasileiro, porta-voz do Ocha, relata drama de ucranianos evacuados de Mariupol

Brasileiro, porta-voz do Ocha, relata drama de ucranianos evacuados de Mariupol

Civis de Mariupol deixam região após mais de dois meses sitiados.

Egito e Brasil começarão a negociar aumento de exportação de fertilizantes egípcios

Egito e Brasil começarão a negociar aumento de exportação de fertilizantes egípcios

Cairo assumiu o compromisso de dar prioridade às demandas de fertilizantes pedindo em contrapartida que tenha preferência no setor de exportação de frutas brasileiras.