×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de junho de 2022

ONU defende ajustes para reduzir custos e danos causados por mudança climática

ONU defende ajustes para reduzir custos e danos causados por mudança climáticaFoto: Pnud

Relatório do Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, recomenda aos países intensificar ações de prevenção e mitigação priorizando soluções baseadas na natureza; financiamento cresce, mas custo dos projetos aumenta mais rapidamente; investimentos verdes são uma boa decisão econômica

Onu News - 14/01/2021 - 10:37:45

Um novo relatório a Agência das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, afirma que os países devem aumentar, com urgência, suas ações para se adaptar à mudança climática ou enfrentar sérios custos, danos e perdas desta nova realidade.

Adaptação é um pilar fundamental do Acordo de Paris sobre o tema, que pede planos nacionais, sistemas de informação, alerta precoce, medidas de proteção e investimentos num futuro menos poluente.

O Relatório de Lacunas de Adaptação do Pnuma destaca brechas enormes no financiamento dos países em desenvolvimento. Também aponta atrasos em projetos que podem fazer a diferença na proteção contra eventos como secas, enchentes e aumento do nível do mar.

O documento recomenda o aumento urgente do financiamento público e privado além de uma implementação mais rápida que priorize soluções baseadas na natureza.

A diretora executiva do Pnuma, Inger Andersen, as mudanças climáticas “se intensificarão e atingirão os países e comunidades vulneráveis ​​com mais força, mesmo cumprindo as metas do Acordo de Paris.”

Financiamento

Andersen destacou o apelo do secretário-geral para que metade de todo o financiamento climático global tenha como destino a adaptação no próximo ano.

Segundo ela, isso pode avançar desde sistemas de alerta precoce a recursos hídricos resilientes e soluções baseadas na natureza.

O relatório afirma que 72% dos países adotaram pelo menos um instrumento de planejamento de adaptação em nível nacional. A maioria das nações em desenvolvimento prepara Planos Nacionais de Adaptação, mas o financiamento desses planos é insuficiente. Apesar do aumento no ritmo do financiamento, os custos se multiplicam mais rápido.

Nesse momento, os países em desenvolvimento precisariam de US$ 70 bilhões, mas esta quantia pode dobrar ou mais que quadruplicar até 2030. Já para 2050, esses mesmos custos poderiam atingir 500 bilhões.

Sinais de esperança

Mas o relatório do Pnuma também sinaliza algumas esperanças. O Fundo Climático Verde, por exemplo, alocou 40% de sua carteira total para adaptação e atrai, cada vez mais, investimentos do setor privado.

Desde 2006, cerca de 400 projetos foram financiados por fundos multilaterais em países em desenvolvimento. Desde 2017, eles mais que duplicaram em valor ultrapassando a casa de US$ 25 milhões.

Dentre as 1,7 mil iniciativas pesquisadas, apenas 3% representavam reduções reais dos riscos para as comunidades onde estavam inseridas.

Natureza

O relatório destaca ainda a urgência de soluções baseadas na natureza por serem opções de baixo custo, restaurarem e protegerem a biodiversidade com benefícios para comunidades e economias.

Uma análise dos quatro principais fundos de clima e desenvolvimento concluiu que esse apoio aumentou nas últimas duas décadas.

A redução das emissões de gases de efeito estufa diminuirá os impactos e custos associados às mudanças climáticas. Alcançar a meta de 2° C do Acordo de Paris pode limitar as perdas no crescimento anual em até 1,6%.

Embora se espere que a pandemia Covid-19 atinja a capacidade dos países de se adaptarem às mudanças climáticas, o relatório afirma que investir na adaptação é uma boa decisão econômica.

Comentários para "ONU defende ajustes para reduzir custos e danos causados por mudança climática":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Estudiosos chineses e internacionais discutem direitos ambientais

Estudiosos chineses e internacionais discutem direitos ambientais

Estudiosos e especialistas chineses e internacionais discutiram a proteção e o desenvolvimento dos direitos ambientais

Vivendo da Pesca, Preservando a Cultura

Vivendo da Pesca, Preservando a Cultura

A ONU News entrevistou pescadores portugueses nos Estados Unidos

Um Dia No Parque tem programação do Pampa à Amazônia

Um Dia No Parque tem programação do Pampa à Amazônia

Programação da maior ação de valorização de Unidades de Conservação do Brasil une lazer, cultura e educação ambiental

Amazônia perdeu área similar a 2 mil campos de futebol por dia, diz Imazon

Amazônia perdeu área similar a 2 mil campos de futebol por dia, diz Imazon

As outras terras indígenas mais desmatadas em maio foram a T.I. Karipuna (RO) e T.I. Cachoeira Seca (PA).

Como proteger o meio ambiente no Nordeste? Consórcio mantém câmara técnica para alinhar ações

Como proteger o meio ambiente no Nordeste? Consórcio mantém câmara técnica para alinhar ações

Caatinga, um dos biomas da região nordeste, é monitorada de forma coordenada pela câmara técnica

Mercur lança Bolsa Térmica Natural com Algodão Reciclado e amplia impacto positivo da reutilização do caroço de açaí

Mercur lança Bolsa Térmica Natural com Algodão Reciclado e amplia impacto positivo da reutilização do caroço de açaí

O novo produto é uma alternativa sustentável, com design em formatos versáteis para termoterapia, que pode ser utilizada em qualquer parte do corpo.

A importância do Gerenciamento ESG de ponta a ponta

A importância do Gerenciamento ESG de ponta a ponta

A pergunta frequente dentro do mercado é sobre como avaliar riscos ESG em empresas fornecedoras

Estados Unidos emitem novos alertas para “químicos eternos” em água potável

Estados Unidos emitem novos alertas para “químicos eternos” em água potável

Substâncias são usadas para revestimentos de panelas antiaderentes

Pesquisa revela método para cultivar madeira sem cortar árvores

Pesquisa revela método para cultivar madeira sem cortar árvores

Pesquisadores mostraram que podem controlar as propriedades do material vegetal cultivado em laboratório e permitir a criação de produtos de madeira com pouco desperdício.

Parque das Neblinas registra novos flagras do bioma local com interações curiosas

Parque das Neblinas registra novos flagras do bioma local com interações curiosas

Não há histórico de registros parecidos feitos pelos equipamentos do Parque.

China lidera mundo em número de patrimônios naturais mundiais

China lidera mundo em número de patrimônios naturais mundiais

Monte Emei na Província de Sichuan, sudoeste da China em 7 de junho de 2022.