×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 08 de dezembro de 2021

Redução de mortes é foco do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito

Redução de mortes é foco do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de TrânsitoFoto: ONU Habitat/Julius Mwelu

ONU lembra que "a vida não é uma peça de carro".

Onu News - 17/11/2019 - 09:14:59

ONU destaca que “a vida não é uma peça de carro”; secretário-geral lembra que acidentes de trânsito matam mais jovens do que HIV, malária, tuberculose ou homicídios; chefe das Nações Unidas quer que mundo enfrente crise global de segurança no trânsito.

Os acidentes de trânsito matam mais 1,3 milhão de pessoas a cada ano. De acordo com as Nações Unidas, o risco de morte nas ruas e estradas continua sendo três vezes maior nos países de baixa renda do que nos países de alta renda.


Foto: ONU Habitat/Julius Mwelu

ONU lembra que "a vida não é uma peça de carro".

A ONU aponta que o trânsito em todo o mundo ainda promove um alto número de mortes, ferimentos graves e doenças todos os anos. , by Foto: ONU/Albert González Farran

A organização indica que esses acidentes são a principal causa de morte entre jovens com idades entre 15 e 29 anos. Quase metade das mortes no trânsito ocorre entre pedestres, ciclistas e motociclistas.

Dia Mundial

Em mensagem sobre o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito, marcado em 17 de novembro, o secretário-geral da ONU disse que a data é uma oportunidade para refletir sobre o que fazer para “salvar milhões de vidas”.

António Guterres lembra que “mais jovens com idades entre 15 e 29 anos morrem de acidentes de trânsito todos os anos do que de HIV/Aids, malária, tuberculose ou homicídio.” Para ele, os “esforços coletivos podem fazer muito para evitar essas tragédias.”

Desenvolvimento Sustentável

O chefe da ONU destacou que “salvar vidas melhorando a segurança no trânsito é um dos vários objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.” Ele fez um apelo para que todos “se unam para enfrentar a crise global de segurança no trânsito”.

Este ano, o lema da data é que “a vida não é uma peça de carro”. O tema é baseado no Pilar 3 do Plano Global para Década de Ação para a Segurança nas Estradas 2011-2020.

Trânsito

A ONU aponta que o trânsito em todo o mundo ainda promove um alto número de mortes, ferimentos graves e doenças todos os anos, tanto como consequência imediata de acidentes quanto da poluição do ar.

Motociclistas, pedestres e ciclistas são considerados usuários vulneráveis das vias por circularem com mínima proteção. , by Foto: Banco Mundial/Simone D. McCourtie

Com o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito a organização apoia os esforços globais para reduzir as mortes nas estradas.

Para a ONU, a data oferece uma oportunidade para chamar a atenção “para a escala de devastação emocional e econômica” provocada pelos acidentes de trânsito e reconhecer o sofrimento das vítimas , as ações de apoio e resgate.

Dados

De acordo com relatório de 2018 da Organização Mundial da Saúde, OMS, as taxas mais elevadas de morte no trânsito ocorrem na África, com 26,6 pessoas por cada 100 mil habitantes. As mais baixas são registradas na Europa, com 9,3 por 100 mil habitantes.

Em todo o mundo, pedestres e ciclistas são responsáveis ​​por 26% das mortes no trânsito. Esse número chega a 44% na África e 36% no Mediterrâneo Oriental.

Em comparação com uma pesquisa divulgada em 2015, mais 22 países melhoraram suas leis, cobrindo mais 1 bilhão de pessoas.

Atualmente, 46 países, representando 3 bilhões de pessoas, possuem regras que estabelecem limites de velocidade alinhados com as melhores práticas. Em 45 nações, com 2,3 bilhões de pessoas, foram adotadas leis sobre o consumo de álcool.

Comentários para "Redução de mortes é foco do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
UnB aprova título de Doutor Honoris Causa para o líder indígena Aílton Krenak

UnB aprova título de Doutor Honoris Causa para o líder indígena Aílton Krenak

Líder indígena e ambientalista Aílton Krenak receberá o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Brasília (UnB)

MST comercializa cesta de natal com produtos da reforma agrária

MST comercializa cesta de natal com produtos da reforma agrária

O período de entrega ou retirada das cestas será entre os dias 14 e 23 de dezembro.

Começa a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Começa a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Festival de Brasília do Cinema Brasileira será totalmente online e vai de 7 a 14 de dezembro; filmes poderão ser vistos de forma gratuita pela internet.

De olho na natureza, crianças participam do Natal no Cerrado

De olho na natureza, crianças participam do Natal no Cerrado

A ação contou com exposição de fotos, plantação de sementes e contação de história

Rede pública de ensino do DF amplia oferta de idiomas

Rede pública de ensino do DF amplia oferta de idiomas

Sofia de Souza, de 15 anos, pretende cursar alemão no Cemi Gama e conhecer a Alemanha

Grafite muda a paisagem da avenida W3 Sul

Grafite muda a paisagem da avenida W3 Sul

Douglas Retok conta que muitas vezes percorreu a W3 Sul em busca de um muro que servisse de suporte para sua arte

Artesãos brasilienses participam de feira em Belo Horizonte

Artesãos brasilienses participam de feira em Belo Horizonte

A artesã Tânia Rodrigues com a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul

A avenida volta a ter circulação de veículos

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Cecília Lima, Raíssa Studart e Cléber Cardoso Xavier apresentam trabalhos produzidos durante residência artística em Olhos D’Água

Jardim Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

Jardim Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

Liz veio da Bahia especialmente para encontrar Ney. Expectativa é que o casal contribua para a preservação da espécie, ameaçada de extinção.

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Ação de conscientização ambiental acontece, simultaneamente, nos parques ecológicos Sucupira e Riacho Fundo