×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Renda do trabalho perde peso em 2020, e brasileiro depende mais de programas sociais

Renda do trabalho perde peso em 2020, e brasileiro depende mais de programas sociaisFoto: MTST

No ano passado, o 1% de pessoas com melhor rendimento ganhava 34,9 vezes mais em relação aos 50% com menor rendimento

Vitor Nuzzi Rede Brasil Atual - 20/11/2021 - 09:15:42

Os 10% da população com maiores rendimentos têm parcela quase igual à dos 80% com menores ganhos mensais

Vitor Nuzzi Rede Brasil Atual

A renda proveniente do trabalho perdeu peso em 2020 e o brasileiro passou a depender mais de programas sociai s e outras fontes de rendimento, segundo o IBGE. O total de pessoas com rendimento do trabalho caiu de 44,3% para 40,1% da população – em números absolutos, de 92,8 milhões para 84,7 milhões, a menor quantidade da série.

Já aqueles com outros rendimentos, o que inclui o auxílio emergencial, quase dobraram: de 7,8% para 14,3% da população, ou de 16,4 milhões, em 2019, para 30,2 milhões. Assim, pela primeira vez desde 2012, esse grupo superou o das pessoas que recebiam aposentadoria e pensão (26,2 milhões, ou 12,4%).

::Auxílio Brasil começou a ser pago nesta quarta (17); confira o calendário::

A desigualdade brasileira se evidencia também na renda. No ano passado, o 1% de pessoas com melhor rendimento ganhava 34,9 vezes mais em relação aos 50% com menor rendimento. Os valores eram de R$ 15.816 e R$ 453, respectivamente. Apesar de elevada, essa proporção diminuiu: em 2019, chegou a 40 vezes, a maior da série.

Além disso, a parcela dos 10% com os menores rendimentos detinha 0,9% da massa total. Já os 10% com os maiores rendimentos concentravam 41,6%. Esse grupo, informa o IBGE, possuía uma parcela da massa de rendimento quase equivalente à dos 80% da população com os menores rendimentos (43%). Mesmo assim, perdeu participação entre 2019 e 2020.

Auxílio emergencial

De acordo com a pesquisa do IBGE divulgada nesta sexta-feira (19), a proporção de domicílios com pessoas recebendo outros programas sociais saltou de 0,7% para 23,7%. A proporção dos que recebiam o Bolsa Família caiu de 14,3% para 7,2%, por causa do auxílio emergencial. E os que tinham benefício de prestação continuada (BPC) recuaram de 3,5% para 3,1%. Em resumo, caiu peso dos rendimentos de trabalho, aposentadoria e pensão, além de rendas como aluguel e pensão alimentícia.

Com isso, o rendimento médio de todas as fontes caiu 3,4% de 2019 para 2020, de R$ 2.292 para R$ 2.213. O maior valor foi registrado na região Sudeste (R$ 2.575) e o menor, no Nordeste (R$ 1.554), a única área onde não houve queda. No caso do rendimento do trabalho (R$ 2.447), houve aumento de 3,4%, devido à saída de 8,1 milhões de ocupados.

Por outro lado, a massa de rendimentos caiu 5,6%, para aproximadamente R$ 207,385 bilhões. Algo em torno de R$ 12 bilhões a menos na economia brasileira.

Saiba mais: “Situação é de altíssimo risco”, define ex-ministra Tereza Campello sobre fim do Bolsa Família

Desigualdade segue alta

O índice de Gini (que mede a desigualdade) do rendimento médio domiciliar per capita passou de 0,544 para 0,524 – quanto mais perto de 0, menor a desigualdade. O maior era o do Nordeste (0,526) e o menor, do Sul (0,457).

Já o índice de Gini do rendimento médio de todos os trabalhos foi de 0,500, um pouco abaixo de 2019 (0,506). “Mais uma vez, a redução do contingente de ocupados, sobretudo dos trabalhadores por conta própria, domésticos e empregados sem carteira, pode ter tornado a distribuição de rendimento do trabalho um pouco menos desigual”, diz o IBGE. Em 2015, esse índice era de 0,490. Ou seja, a desigualdade era menor.

Em 2020, o rendimento de todos os trabalhos compunha 72,8% do rendimento médio mensal real domiciliar per capita . Os 27,2% provenientes de outras fontes se dividiam em aposentadoria ou pensão (17,6%), aluguel e arrendamento (1,5%), pensão alimentícia, doação ou mesada de não morador (0,8%) e outros rendimentos (7,2%, que representavam 3,4% em 2019). Esses outros rendimentos correspondiam a 13,7% no Nordeste e a 12,5% na região Norte.

Leia também: Governo publica decreto que institui o Auxílio Brasil. O que acontece com outros benefícios?

Comentários para "Renda do trabalho perde peso em 2020, e brasileiro depende mais de programas sociais":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Mais de 200 mil aposentados do Executivo fazem a prova de vida digital

Mais de 200 mil aposentados do Executivo fazem a prova de vida digital

Serviço é oferecido pelos aplicativos SouGov e Gov.br e pelo BB

Huawei gera 96,5 mil empregos na América Latina e Caribe

Huawei gera 96,5 mil empregos na América Latina e Caribe

Relatório da Oxford Economics aponta que a Huawei foi responsável por 28.400 empregos no Brasil, 14.150 empregos na Colômbia e 13.150 empregos no México, em 2019

Agências do trabalhador oferecem 443 vagas em 48 profissões

Agências do trabalhador oferecem 443 vagas em 48 profissões

Uma das áreas que mais está contratando é a de bares, restaurantes, lanchonetes e afins

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Confira as vagas para postos em países de língua portuguesa como Angola, Brasil e Moçambique

Organização é sua maior habilidade? Há 100 vagas de emprego

Organização é sua maior habilidade? Há 100 vagas de emprego

São oportunidades para profissionais de nível médio e sem experiência para atuar na área de logística. Confira as ofertas das agências do trabalhador

TST conclui julgamento dos Correios: Greve não foi abusiva e reajuste fica abaixo da inflação

TST conclui julgamento dos Correios: Greve não foi abusiva e reajuste fica abaixo da inflação

TST considerou não abusiva a greve da categoria (que durou apenas um dia) e fixou reajuste salarial de 9,75%

Uma de 270 vagas de emprego desta segunda pode ser sua

Uma de 270 vagas de emprego desta segunda pode ser sua

Entre os empregos oferecidos pelas agências do trabalhador, há um amplo leque de oportunidades para diferentes profissões

Anúncios de vagas que pedem vacinação aumentou mais de 500% no Brasil entre agosto e outubro

Anúncios de vagas que pedem vacinação aumentou mais de 500% no Brasil entre agosto e outubro

Segundo o Indeed, número de anúncios de vagas que pedem vacinação aumentou mais de 500% no Brasil entre agosto e outubro

Garçom é obrigado a fazer teste de HIV por empresa dona de cruzeiro e é indenizado em R$ 10 mil

Garçom é obrigado a fazer teste de HIV por empresa dona de cruzeiro e é indenizado em R$ 10 mil

De acordo com a legislação, não é permitida a testagem do trabalhador para HIV em procedimentos ligados à relação de emprego

Câmara recria Ministério do Trabalho, mas extinção da pasta por mais de 2 anos trará impactos

Câmara recria Ministério do Trabalho, mas extinção da pasta por mais de 2 anos trará impactos

Os impactos da extinção da pasta por mais de dois anos poderão ser feitos mais adiante

Força Sindical abre congresso apontando descalabro do ‘pior governo da história republicana’

Força Sindical abre congresso apontando descalabro do ‘pior governo da história republicana’

Força Sindical defende a unificação dos programas das centrais para mudanças políticas e econômicas a partir das eleições do ano que vem