×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de maio de 2022

Suspeito de ser mentor de invasão a celular de Moro responsabiliza hacker 'Vermelho'

Suspeito de ser mentor de invasão a celular de Moro responsabiliza hacker 'Vermelho'Foto: Público

Preso desde 17 de setembro, Thiago Martins, o 'Professor', diz não saber se alguém pagou pelas mensagens

Estadão Conteúdo - 10/12/2019 - 15:10:26

Apontado nas investigações da Polícia Federal como sendo mentor do grupo que invadiu os celulares das principais autoridades do País , dentre elas o presidente da República, Jair Bolsonaro , e o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro , o programador Thiago Eliezer Martins responsabilizou o colega Walter Delgatti, o "Vermelho", pelo crime. Preso na superintendência da PF em Brasília desde 17 de setembro, ele aceitou responder a perguntas do Estado por meio de carta, entregue por seus advogados, Thiago Vitor Santos e Philipe Benoni. Martins garante não saber se alguém pagou pelas mensagens ou as encomendou.

No inquérito sigiloso da Operação Spoofing consta que o programador é dono de imóveis, restaurantes e uma casa financeira em Brasília. Como o Estado revelou, no último dia 3 de outubro, o programador era chamado por Delgatti pelo codinome de “Professor” , em referência à série espanhola La Casa de Papel. No seriado, o “Professor” é o mentor dos assaltos que marcam a trama.


Para a Polícia Federal, as respostas para encontrar o possível mandante do roubo das mensagens e para o pagamento pelo vazamento das conversas estariam com o “Professor”, e não com "Vermelho".

Você é o mentor do grupo acusado de hackear várias autoridades do País?

Não, eu não sou o mentor. Eu não teria motivo algum para tal ato.

Você invadiu ou roubou mensagens de celulares de autoridades?

Não invadi, muito menos roubei alguma mensagem. O próprio Walter já admitiu que agiu sozinho. Eu estou sendo acusado de invadir especificamente a conta do deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP). No pedido da minha prisão preventiva eles dissimulam e distorcem totalmente os laudos técnicos do próprio inquérito para induzir o Judiciário ao erro.

Alguém pagou pelas mensagens ou encomendou?

Antes da deflagração da primeira fase da operação, o Walter me disse, sim, que teve acesso ao Telegram de autoridades e que ele era o responsável do repasse de arquivos ao site The Intercept.

Qual é a sua participação na invasão do celular de autoridades?

Nunca tive qualquer participação. O próprio Walter já alegou que efetuou todas as invasões sozinho. E todos os laudos periciais técnicos informam que todas as invasões partiram do computador e residência do Walter.

Você teve orientação de algum político ou autoridade para que tentasse acessar celular de autoridades?

Nunca tive qualquer contato com o meio político e nunca me aproximei de qualquer tipo de autoridade. Portanto, não existiria o porquê de possuir qualquer motivação para este ato.

Como está acompanhando essa situação toda da prisão? Tem colaborado com as autoridades?

Até agora estou acompanhando perplexo e indignado. Pois assim que houve a prisão do Walter, por diversas vezes tentei me apresentar voluntariamente e ajudar a esclarecer todos os fatos. Fui rejeitado em todas as tentativas. Meu representante legal protocolou algumas vezes minha disponibilidade para esclarecimentos, inclusive a última vez que tentei foi aproximadamente uma semana antes da minha prisão temporária. Mas o delegado do caso simplesmente informou que eu não possuía nada a colaborar com o caso. As petições estão nos autos.

Tenho colaborado, sim, com tudo. Forneci espontaneamente as senhas do meu computador e do meu aparelho celular. Apenas fico triste, pois está virando uma caça às bruxas, buscando de qualquer forma culpados sem preocupação com os princípios e garantias individuais.

Acredita que a delação do Luiz Molição pode te implicar de alguma forma?

(Não teve resposta)

Acha que o Walter pode ter recebido dinheiro pela venda das mensagens? Ele chegou a comentar algo contigo?

Não tenho conhecimento de pagamento e também não sei se houve algum montante. Mas, por relatos do próprio Walter, até pouco antes da sua prisão, ele sempre eufórico, antes de vazar as mensagens para o Glenn (Greenwald, do Intercept), falava que descobriu e fazia tudo só. E falava que o que estava fazendo não tinha preço e que o Brasil precisava urgentemente saber da verdade (mensagens mostram o então juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato em Curitiba discutindo o andamento das investigações).

Sobre o microfone que teria sido encontrado num encanamento de chuveiro, foi você quem encontrou com a ajuda do Walter? Onde está este microfone hoje?

Eu que tirei o microfone. E eu entreguei ao meu advogado, que levou com ele e contratou uma perícia particular, além da investigação que está sendo feita pela corregedoria.

Comentários para "Suspeito de ser mentor de invasão a celular de Moro responsabiliza hacker 'Vermelho'":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Desmate na Mata Atlântica cresce 66%, com alta anual em 15 Estados

Desmate na Mata Atlântica cresce 66%, com alta anual em 15 Estados

Falhas permitem cadastro rural em área indígena

"Imaginar pessoas negras no futuro já é por si só ato de resistência", afirma autora GG Diniz

Em entrevista ao Trilhas do Nordeste, escritora cearense fala sobre particularidades do afrofuturismo na região

Dez anos do Código Florestal: Entraves e divergências ainda atrasam implementação

Dez anos do Código Florestal: Entraves e divergências ainda atrasam implementação

Para escritório Bueno, Mesquita e Advogados, falta de qualificação dos dados é principal impasse, mas análise dinamizada surge como solução viável para tirar a legislação do papel

Com alta da gasolina e carros mais caros, venda de motos aumenta no país

Com alta da gasolina e carros mais caros, venda de motos aumenta no país

Procura e compras de motos no Brasil vêm registrando alta histórica, enquanto carros estão em queda devido ao aumento dos preços

“Racistas estão cada vez mais à vontade” diz diretor do Observatório Racial no Futebol

“Racistas estão cada vez mais à vontade” diz diretor do Observatório Racial no Futebol

Desde o início do ano, foram registrados 33 casos de racismo envolvendo o futebol brasileiro

USP projeta 816 mil médicos em 2030, mas má distribuição continua no Brasil

USP projeta 816 mil médicos em 2030, mas má distribuição continua no Brasil

O estudo Radiografia das Escolas Médicas Brasileiras, concluído em 2020 pelo CFM, mostrou que 92% das instituições de ensino superior que oferecem vagas para Medicina não atendem pelo menos um dos três parâmetros considerados ideais

Operação no Pará interdita garimpo ilegal de manganês e apreende 2.4t de minério

Operação no Pará interdita garimpo ilegal de manganês e apreende 2.4t de minério

No último domingo, 15, cerca de 800 toneladas de manganês foram apreendidas pela PRF na BR-155, em Marabá. O minério estava sendo transportado de forma ilegal, num comboio de 14 carretas

Projeto da ONU busca preservar a floresta amazônica no Maranhão

Projeto da ONU busca preservar a floresta amazônica no Maranhão

Unep Grid Arendal/Riccardo Pravettoni Plantações na Amazônia brasileira

Crise climática pode ser combatida com monetização de reflorestamento

Crise climática pode ser combatida com monetização de reflorestamento

Brasil tem vantagem competitiva com créditos de carbono

“É difícil lidar com um sistema que engessa a gente”, diz curadora indígena que deixou o Masp

“É difícil lidar com um sistema que engessa a gente”, diz curadora indígena que deixou o Masp

Sandra Benites pediu demissão do museu depois que seis fotos sobre o MST e a luta indígenas foram vetadas de uma mostra

Como os indígenas preservam o peixe pirarucu

Como os indígenas preservam o peixe pirarucu

Comunidades adotam o plano de manejo que gera renda e salva o gigante amazônico da extinção