×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Tempos de fanatismo

Tempos de fanatismoFoto: Reprodução Pixabay gratuita

O fanatismo acomete pessoas dos dois lados ideológicos. Os seres humanos com compreensão política ficam no meio, vendo e ouvindo as balas passarem raspando.

Por Miguel Lucena - 19/11/2021 - 10:28:45

“Ah! Podem voar mundo, morrer astros, que tu és como Deus: Princípio e Fim!...”, verseja a poeta portuguesa Florbela Espanca, no poema Fanatismo. É assim que os fanáticos veem seus ídolos, imaculados, sem defeitos, pois que o inferno são os outros, como dizia o filósofo francês Jean-Paul Sartre.

O ídolo nunca erra, abandona e trai. Todos têm de servir ao rei. Quem se rebelar cometerá crime de alta traição e deverá ser execrado, posto que a execução não é prevista em lei.


O fanatismo acomete pessoas dos dois lados ideológicos. Os seres humanos com compreensão política ficam no meio, vendo e ouvindo as balas passarem raspando.


“O meu ídolo nunca roubou e, se roubou, o fez por alguma razão”, justifica o fanático de esquerda. “O mito tem um plano em mente, ele é sábio, entregou o governo ao Centrão por algum motivo, protege os filhos por uma razão superior, abandona seus fieis aliados na prisão porque, como Deus, ele dá e ele toma, a recompensa virá depois, nem que seja em outra dimensão”, vocifera o fanático de direita.


Lembro-me de uma cena do filme O que é isso, companheiro: guerrilheiros urbanos, chamados de terroristas pelo regime militar, estão trancados em uma casa, isolados da sociedade, com as forças de segurança cercando de todos os lados, quando uma “companheira”, papel interpretado por Fernanda Torres, tenta animar os outros: “Dizem que, se rodar o último disco de Caetano de frente para trás, tem uma frase que diz: ‘Viva Marighella’”! “E quem já viu disco rodar para trás?”, questiona Fernando Gabeira, em papel desempenhado pelo ator Pedro Cardoso.



Comentários para "Tempos de fanatismo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
100 anos no Supremo

100 anos no Supremo

Por mim......

Caranguejos,  lagostas e polvos têm seus direitos garantidos

Caranguejos, lagostas e polvos têm seus direitos garantidos

Um grupo de pesquisadores da London School of Economics and Political Science (LSE) fez uma análise, a pedido do governo do Reino Unido, sobre a senciência de algumas espécies marinhas

Revista científica publica artigo da educadora Maria José Rocha Lima sobre desvalorização do magistério

Revista científica publica artigo da educadora Maria José Rocha Lima sobre desvalorização do magistério

A revista científica Núcleo do Conhecimento Multidisciplinar publicou, em seis idiomas, artigo científico da educadora brasileira Maria José Rocha Lima (Zezé), contendo análise crítica sobre a política de desvalorização do magistério no Brasil.

O amor de cada um

O amor de cada um

O ódio anda lado a lado com ele.

O menino da batata doce

O menino da batata doce

Passei a noite pensando no menino e vendo a batata doce largada na rua.

A educação redentora: Isto deve ser coisa de preto!

A educação redentora: Isto deve ser coisa de preto!

Como afirmou Nelson Mandela, “a educação é a arma mais poderosa contra o racismo”.

Véi e eu, de testa

Véi e eu, de testa

Pelo choro e pelos gritos, o estrago nele foi maior

A sociedade brasileira era escravista, não essa ou aquela pessoa

A sociedade brasileira era escravista, não essa ou aquela pessoa

Outro Lado

Senador comedor de ovo

Senador comedor de ovo

Faltou o pão de queijo.

Seis pessoas são presas por venda de hambúrguer de cavalo no RS

Seis pessoas são presas por venda de hambúrguer de cavalo no RS

Alguns fregueses saíam da lanchonete rinchando e dando coice.

Onde o sargento achou tanto dinheiro para emprestar?

Onde o sargento achou tanto dinheiro para emprestar?

O grande mistério a ser desfeito é descobrir onde esse barnabé achou tanto dinheiro