×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Timor-Leste cria primeiro banco alimentar após parceria entre ONU e ONG local

Timor-Leste cria primeiro banco alimentar após parceria entre ONU e ONG localFoto: ONU Timor-Leste

O banco de alimentos pretende contatar indústrias e inspetores de alimentos para garantir que estes sejam seguros e legais para distribuição e consumo

Portal Onu News De Noticias - 13/08/2021 - 11:13:28

Iniciativa quer combater desnutrição e fome doando alimentos aos necessitados; mais de um terço da população timorense enfrenta insegurança alimentar; ONG vê mulheres e meninas atuando para mudar atual cenário.

O Sistema das Nações Unidas em Timor-Leste criou um banco de alimentos no país em parceria com o Programa de Capacitação para Mulheres Jovens Adolescentes, Pro-EMA.

A fundadora e diretora da ONG, Simone Barbosa de Assis, disse que alimentos e serviços relacionados serão usados como um veículo de mudança. O plano é reaproveitar comida ou ingredientes, perecíveis ou não, para fazer refeições em cozinhas solidárias.

Fome e desnutrição

“Nosso objetivo é apoiar a comunidade, ajudar os comerciantes e as empresas na redução do desperdício de alimentos. Nós sabemos que Timor-Leste tem um alto nível de desnutrição e necessidades em termos alimentares. Nós acreditamos que a redução do desperdício é um caminho para resolver o problema da fome e desnutrição em Timor-Leste. Por isso, todos nós devemos somar esforços para, junto a esse novo projeto do banco alimentar, podermos conscientizar as pessoas, a sociedade civil e o governo de que todos nós podemos lutar contra a fome e desnutrição no Timor-Leste.”

Mulheres receberão cursos sobre o aproveitamento integral dos ingredientes e nutrição

Foto: Acnur/Kim Nelson

Mulheres receberão cursos sobre o aproveitamento integral dos ingredientes e nutrição


Para o coordenador-residente da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy, a iniciativa é “uma etapa inovadora, oportuna e transformadora para lidar com a desnutrição e a fome por fornecer alimentos aos necessitados”.

A inauguração acontece um mês antes da Cúpula de Sistemas Alimentares 2021 que reunirá líderes internacionais em Nova Iorque.

A atividade do banco de alimentos começa quatro meses após a queda de chuvas que afetaram mais de 30 mil lares timorenses. A situação levou as autoridades a acolher centenas em centros e abrigos na capital Díli.

Consumo

As fortes chuvas causaram enchentes e deslizamentos de terra, no país que já tinha cerca de 430 mil pessoas em insegurança alimentar crônica severa e moderada. O número equivale a 36% da população.

Nós acreditamos que a redução do desperdício é um caminho para resolver o problema da fome e desnutrição em Timor-Leste

Entre os principais fatores que contribuem para a situação estão os baixos níveis de produtividade agrícola, da qualidade e quantidade de consumo de alimentos e de estratégias de subsistência.

Combinados à alta dependência em uma estratégia de subsistência, estes motivos ditaram a manutenção de um o índice de pobreza a 42%, aliada à desnutrição crônica.

Na parceria, a Pro-EMA deve fazer contatos e aumentar a consciência de entidades como empresas, supermercados, hotéis, restaurantes, igrejas e agências governamentais locais para incentivar doações de alimentos.

Comunidades

Cadeias alimentares também serão aproveitadas. Por exemplo, agricultores com alta desempenham ou com produtos pouco atraentes e a parte excedente da produção de fábricas ou encomendas de varejistas.

Para produtos à véspera de expirar, o banco de alimentos pretende contatar indústrias e inspetores de alimentos para garantir que estes sejam seguros e legais para distribuição e consumo.

Coordenador-residente da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy disse que a iniciativa é inovadora, oportuna e transformadora

ONU News

Coordenador-residente da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy disse que a iniciativa é inovadora, oportuna e transformadora


Já alimentos ou produtos que não sejam utilizados em cozinhas solidárias de comunidades, o destino serão orfanatos, abrigos ou organizações atuando na distribuição alimentar.

Escolas

Com os planos de fechamento de campos de deslocados, muitas famílias retornarão para suas casas e comunidades. Em seis meses, a parceria prevê montar cozinhas comunitárias solidárias que semanalmente fornecerão refeições nutritivas priorizando crianças e gestantes.

Novos alunos terão aulas teóricas e práticas sobre nutrição em um curso de gastronomia sustentável para campos de deslocados, sedes de aldeias, organizações comunitárias, escolas ou cozinhas de líderes da comunidade.

A ideia é promover a responsabilização individual no combate à desnutrição e ao desperdício alimentar.

As mulheres, principalmente mães e idosas receberão cursos sobre o aproveitamento integral dos ingredientes e nutrição

Comentários para "Timor-Leste cria primeiro banco alimentar após parceria entre ONU e ONG local":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Projeto ‘Desapega DF’ recolhe doações de servidores

Projeto ‘Desapega DF’ recolhe doações de servidores

Peças de vestuário estão entre os itens requisitados para doação

Ação social do Detran-DF distribui brinquedos a 200 crianças

Ação social do Detran-DF distribui brinquedos a 200 crianças

Ação social reuniu 200 crianças na Gerência Regional de Trânsito de Taguatinga

Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência doméstica

Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência doméstica

Proposta foi aprovada hoje e segue para análise do Senado

Hemocentro do DF promove campanha para doação de sangue

Hemocentro do DF promove campanha para doação de sangue

Doações de sangue tiveram um redução de 13% neste mês e para alguns tipos sanguíneos o estoque está em níveis críticos

Aplicativo vai ajudar crianças e adolescentes a denunciar violências

Aplicativo vai ajudar crianças e adolescentes a denunciar violências

Plataforma será ligada à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos

Campanha contra insegurança alimentar ilumina Congresso Nacional

Campanha contra insegurança alimentar ilumina Congresso Nacional

Campanha global lembra o Dia Mundial da Alimentação, no próximo sábado

Campanha

Campanha "Tenho Sede" conta com doações para construir 1 milhão de cisternas no Semiárido

Na campanha, mulheres do semiárido contam suas histórias sobre como o acesso à água através das cisternas transformou as suas vidas

Campanha da ASA busca doações para construir 1 milhão de cisternas no Semiárido brasileiro

Campanha da ASA busca doações para construir 1 milhão de cisternas no Semiárido brasileiro

Consideradas tecnologias simples e baratas, cisternas tendem a gerar benefícios para famílias e comunidades do semiárido

Dia Nacional do Idoso: Conheça políticas públicas para essa população

Dia Nacional do Idoso: Conheça políticas públicas para essa população

Pessoas com mais de 60 anos representam quase 18% dos brasileiros

Itamaraty não fará nada sobre deportação de crianças brasileiras dos EUA para Haiti, diz professor

Itamaraty não fará nada sobre deportação de crianças brasileiras dos EUA para Haiti, diz professor

A Sputnik Brasil conversou Thiago Rodrigues, professor do Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (UFF), sobre a grave crise de migração que levou milhares de haitianos à cidade texana de Del Rio.

Cerca de 930 milhões de toneladas de comida vão parar no lixo, alerta FAO

Cerca de 930 milhões de toneladas de comida vão parar no lixo, alerta FAO

2,5 milhões de pessoas na República Centro-Africana passam fome.