×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 08 de dezembro de 2021

Universidade Federal da Bahia cria técnica para usar resíduos de óleo em mistura para asfalto

Universidade Federal da Bahia cria técnica para usar resíduos de óleo em mistura para asfaltoFoto: Adema/Governo de Sergip

Material pode ser aproveitado também em blocos de construção

Agência Brasil* - 24/10/2019 - 06:44:58

Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) estão tentando minimizar os efeitos negativos do óleo recolhido nas praias do litoral do Nordeste.


Eles criaram uma técnica que transforma o óleo em um tipo de carvão granulado, que pode ser usado como mistura para asfalto e blocos de construção, como explica a professora Zenis Novais.

Segundo a professora, o projeto de compostagem adiciona álcool, etanol e acetona no óleo achado nas praias e que, para fazer a mistura, é usada uma betoneira.

O governador da Bahia, Rui Costa, informou que todo o material que for recolhido nas praias do estado será processado e reciclado por uma empresa especializada.

Origem desconhecida

Já foram recolhidas mais de 900 toneladas de petróleo cru em todo o litoral nordestino. Mais de 2 mil quilômetros de costa foram poluídos com o material, que também atingiu mangues e corais.

Os primeiros registros de manchas de óleo nas praias da Região Nordeste são do dia 30 de agosto deste ano. Ainda não há certeza sobre a origem do vazamento.


Atualmente, mais de 200 localidades litorâneas registram presença de óleo cru. De acordo com o governo da Bahia, novas manchas apareceram nesta terça-feira (22) no litoral sul do estado.

*Com colaboração da TVE Bahia e da Rádio Nacional de Brasília

Comentários para "Universidade Federal da Bahia cria técnica para usar resíduos de óleo em mistura para asfalto":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Estudantes de todo o país se mobilizam em defesa da Amazônia durante encontro no Maranhão

Estudantes de todo o país se mobilizam em defesa da Amazônia durante encontro no Maranhão

Estudante de Direito, o indígena Alexandre Arapiun fala sobre o papel da educação para a preservação da Amazônia.

China lança plano de cinco anos para impulsionar desenvolvimento verde dos setores industriais

China lança plano de cinco anos para impulsionar desenvolvimento verde dos setores industriais

Robôs inteligentes soldam carrocerias de carros em uma empresa de veículos de nova energia em Chongqing, sudoeste da China, em 2 de abril de 2021.

Pesquisa revela que 55% dos países não conseguem analisar qualidade do solo

Pesquisa revela que 55% dos países não conseguem analisar qualidade do solo

Solos degradados são restaurados em Ruanda.

Furacões são mais frequentes no Atlântico Norte, diz estudo

Furacões são mais frequentes no Atlântico Norte, diz estudo

Motivo é o aquecimento global

Marcas de roupa mundiais estariam relacionadas ao desmatamento na Amazônia, segundo estudo

Marcas de roupa mundiais estariam relacionadas ao desmatamento na Amazônia, segundo estudo

Nos últimos anos o governo brasileiro vem sendo alvo constante de críticas de diversas organizações por conta do crescente desmatamento da floresta amazônica. Os dados da pesquisa da Stand.Earth mostram que a criação de gado é um dos principais responsáveis pela deflorestação, em grande parte feita pela empresa brasileira JBS.

Sai garimpo, fica o mercúrio: Saiba quais as consequências para o meio ambiente no Rio Madeira

Sai garimpo, fica o mercúrio: Saiba quais as consequências para o meio ambiente no Rio Madeira

Centenas de balsas e dragas bloqueiam trecho do Rio Madeira (AM) para garimpo ilegal

Aumento de pessoas no mar pode explicar mais ocorrências com tubarões

Aumento de pessoas no mar pode explicar mais ocorrências com tubarões

Se acidentes são ocasionais não é preciso fechar praias, diz professor

FAO lança ferramenta que ajuda a reverter perda florestal e combater mudanças climáticas

FAO lança ferramenta que ajuda a reverter perda florestal e combater mudanças climáticas

Mulher vende batatas no Peru.

Desmatamento na Amazônia passa de 13 mil km² entre agosto de 2020 e julho de 2021

Desmatamento na Amazônia passa de 13 mil km² entre agosto de 2020 e julho de 2021

Queimada na Amazônia durante última semana de julho, mesmo com moratória do fogo no bioma.

Petrobras e BNDES vão ampliar investimentos em restauração florestal

Petrobras e BNDES vão ampliar investimentos em restauração florestal

Anúncio foi feito durante a COP26, em Glasgow

1 bilhão vão sofrer calor extremo se temperatura aumentar 2°C

1 bilhão vão sofrer calor extremo se temperatura aumentar 2°C

Alerta é feito por especialistas que participam da conferência