×
ContextoExato

Aprender para aplicar no Brasil: Professores recebem bolsas para participar de capacitações no exterior

Aprender para aplicar no Brasil: Professores recebem bolsas para participar de capacitações no exteriorFoto: Correio Braziliense

Docentes do ciclo básico viajaram para aperfeiçoamento nos Estados e Unidos e Canadá

Correio Braziliense - 17/10/2019 - 14:08:31

A pesquisa Profissão Docente, conduzida pelo Todos pela Educação e pela Fundação Itaú Social, concluiu que 69% dos professores brasileiros consideram o aperfeiçoamento da formação continuada o principal instrumento para a valorização profissional. Os educadores brasileiros enfrentam inúmeras dificuldades em sala de aula, e ter a chance de se capacitar é a aposta para o melhor desempenho do trabalho e para inspirar estudantes, já que são agentes de mudança da sociedade.


Editais de apoio oferecem a professores da educação básica a chance de participar de treinamentos em outro país. Há seleções para profissionais da rede pública e privada. Em julho, 588 professores de escolas públicas de todo o país embarcaram para os Estados Unidos e para o Canadá, em dois programas de aperfeiçoamento feitos em cooperação com a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).


No mês passado, o Japão recebeu docentes selecionados para passar um ano no país. Esse tipo de programa dá aos educadores brasileiros chance de internacionalizar o currículo e de aprender com experiências diferentes em países com educação de ponta, e, principalmente, para aplicar o conhecimento adquirido em sala de aula ao retornar ao Brasil.


Imersão nos EUA

“São esses programas que renovam no professor o sonho de dar o melhor no intuito de colaborar para que vidas sejam transformadas e, consequentemente, possamos viver dias melhores, em que todos tenham acesso à educação de qualidade, emprego e saúde”, afirma Rebeca Pereira, professora de inglês do Centro Educacional Myriam Ervilha, no Recanto das Emas. Ela integrou o grupo de 21 professores da rede pública do Distrito Federal selecionados para participar de programa de formação nos Estados Unidos.


A viagem foi em julho, e Rebeca, que dá aula há 11 anos, trouxe na bagagem experiências culturais e de conteúdo para aplicar na escola onde trabalha, como o curso de metodologia de ensino da língua inglesa que fez na Universidade do Arkansas, fruto de parceria entre a Capes, a Embaixada dos Estados Unidos e a Comissão Fulbright.


Oportunidade no Canadá

Entre os 102 professores de diversas disciplinas de escolas públicas que viajaram ao Canadá para se aperfeiçoar, estava a pedagoga Lorena Rodrigues, que dá aulas para alunos de 4º ano na Escola Classe 104 de São Sebastião. Ela participou da imersão no Fanshawe College. “Eu me senti muito realizada na minha profissão com essa oportunidade. Se eu não fosse professora, não teria ido”, afirma. “Aprender com o povo canadense foi maravilhoso e o principal que aprendi foi o respeito às diferenças. Eles têm altíssimo nível de civilidade”, disse Lorena, que viajou com um grupo de professores de 18 estados.



Um ano e meio no Japão

A professora de matemática Milene da Silva, 35, embarcou para a cidade de Osaka em setembro para seis meses de curso da língua japonesa. Na sequência, a docente do Centro de Ensino Fundamental 4 do Gama vai para a Universidade de Educação de Nara, na cidade de mesmo nome. Ela terá essa experiência graças ao Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do governo do Japão, que oferece bolsas de estudo para professores brasileiros.“Eu penso que um dos desafios é trabalhar coletivamente para produzir um ensino mais efetivo”, disse. Para se inscrever no programa japonês, o docente interessado precisa ter até 34 anos em 1° de abril do ano da seleção, experiência profissional mínima de cinco anos e bom domínio da língua inglesa ou japonesa.


*Estagiária sob supervisão
da subeditora Ana Paula Lisboa

Comentários para "Aprender para aplicar no Brasil: Professores recebem bolsas para participar de capacitações no exterior":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório