×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Bolívia derruba decreto que dava imunidade penal a militares e policiais

Bolívia derruba decreto que dava imunidade penal a militares e policiaisFoto: Estadão conteúdo

Presidente interina Jeanine Áñez justificou a decisão por considerar que o país conseguiu ‘a desejada pacificação’

Estadão Conteúdo - 29/11/2019 - 08:53:56

Um decreto que dava imunidade penal aos militares e policiais na Bolívia foi revogado na quinta-feira, 28, depois que o governo interino considerou que o país conseguiu "a desejada pacificação" .

A presidente interina, Jeanine Áñez , anunciou a revogação do decreto, que tem sido amplamente questionado por organizações internacionais de direitos humanos e no próprio país, onde atos de violência desde as eleições de 20 de outubro - vencidas por Evo Morales e posteriormente anuladas - deixaram 34 pessoas mortas e mais de 800 feridas, muitas delas baleadas durante operações militares e policiais.


"Conseguimos a desejada pacificação", disse Jeanine em um breve pronunciamento no Palácio do Governo, em La Paz.

Para Entender

A luta de poder na Bolívia: Jeanine Áñez no gabinete contra Evo Morales exilado no México

Presidente interina precisa obter reconhecimento, organizar eleições, além de estabilizar e reconstruir o país após semanas de protestos violentos; enquanto isso, ex-mandatário promete manter papel ativo na política boliviana

A presidente interina argumentou que o decreto que ela emitiu no dia 14 de novembro, dois dias depois de assumir o poder, foi "um recurso constitucional" contra " atos violentos que nunca haviam sido vistos antes" na Bolívia .

‘Dias de terror’ em El Alto

Jeanine se referia ao que descreveu como "dias de terror" na cidade de El Alto, vizinha de La Paz. De acordo com ela, mais de 250 mil pessoas estavam em risco de morte no que poderia ter sido "uma tragédia de dimensões devastadoras" em uma refinaria.

Pelo menos 10 civis foram mortos a tiros depois de uma operação militar e policial no dia 19 de novembro em El Alto, cidade de quase 1 milhão de habitantes, quando milhares de manifestantes simpatizantes de Evo e contra o governo de Jeanine se reuniram em frente à refinaria.

Para Entender

Crise na Bolívia: A ascensão e queda de Evo Morales

Por que a gestão dele teve tanto destaque? Como ele mudou a nação sul-americana? A democracia corre perigo no país? Entenda essas e outras questões

O governo interino nega que as forças de ordem tenham feito disparos, enquanto entidades como a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, que enviou uma delegação à Bolívia, denunciaram o uso excessivo da força nesta e em outras operações.

A Anistia Internacional, a Defensoria do Povo da Bolívia - que apresentou um recurso de inconstitucionalidade - e outras entidades do exterior e do próprio país criticaram duramente o decreto supremo 4078, que isentava os militares e a polícia da responsabilidade penal se atuassem com "proporcionalidade" e "em legítima defesa".

País em ebulição

Os atos de violência se disseminaram na Bolívia no dia seguinte às eleições de 20 de outubro, nas quais Evo Morales foi declarado vencedor em meio a alegações de fraude por parte da oposição.

Ele anunciou sua renúncia em 10 de novembro, após pressão das Forças Armadas em razão da divulgação de um relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA) , que apontou graves irregularidades na apuração das eleições.

No dia seguinte, ele embarcou rumo ao México depois que aceitou a oferta de asilo político do país. Desde então o Exército boliviano tem realizado operações conjuntas com a polícia, que pediu o apoio das Forças Armadas para lidar com os casos de violência de manifestantes pró e contra Evo em meio ao vazio de poder no país.

Jeanine, até então senadora, assumiu a presidência interina no dia 12 de novembro e emitiu o decreto de imunidade aos militares dois dias depois.

Comentários para "Bolívia derruba decreto que dava imunidade penal a militares e policiais":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Papa Francisco alerta para

Papa Francisco alerta para "retrocesso da democracia"

Ele citou a Europa e o resto do mundo

Presidente Jair Bolsonaro recebe convite de Vladimir Putin para visitar a Rússia

Presidente Jair Bolsonaro recebe convite de Vladimir Putin para visitar a Rússia

O presidente russo, Vladimir Putin, fala durante cerimônia para receber as credenciais de embaixadores estrangeiros no Kremlin, em Moscou, Rússia, 1º de dezembro de 2021

Um ano do desaparecimento de Lichita, a criança capturada pelo exército paraguaio

Um ano do desaparecimento de Lichita, a criança capturada pelo exército paraguaio

Mural da campanha "Eran niñas" ("eram crianças") no ato desta terça-feira (30) em Buenos Aires, em frente à Embaixada do Paraguai.

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Confira as vagas para postos em países de língua portuguesa

A África não pode ser penalizada por identificar e reportar nova variante, diz Guterres

A África não pode ser penalizada por identificar e reportar nova variante, diz Guterres

Em nota, o secretário-geral, António Guterres, elogiou a comunidade médico-científica da África do Sul por reportar a emergência ao mundo, de forma rápida

França afirma que não será refém da política britânica para imigração

França afirma que não será refém da política britânica para imigração

Ministro francês disse que país deve “limitar atratividade econômica”

Variante Ômicron chega a quatro continentes; Holanda confirma 13 casos

Variante Ômicron chega a quatro continentes; Holanda confirma 13 casos

"Não é improvável que mais casos apareçam na Holanda", disse o ministro da Saúde da Holanda, Hugo de Jonge. "Isso pode ser a ponta do iceberg".

Rússia afirma que se opõe à politização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing

Rússia afirma que se opõe à politização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing

A Rússia se opõe à politização dos próximos Jogos Olímpicos de Inverno em Beijing, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, na quinta-feira.

Nova variante da Covid-19 tem grande número de mutações, afirma OMS

Nova variante da Covid-19 tem grande número de mutações, afirma OMS

Cidadão faz o teste de Covid-19 na África do Sul

Vazyme participa da Medica 2021 na Alemanha para acelerar sua expansão no mercado global

Vazyme participa da Medica 2021 na Alemanha para acelerar sua expansão no mercado global

Como inovadora em tecnologia, a Vazyme vê seu investimento contínuo em P&D de soluções inovadoras como uma prioridade máxima

Governo da China emite plano de cinco anos para proteção e utilização de principais sítios históricos

Governo da China emite plano de cinco anos para proteção e utilização de principais sítios históricos

Foto aérea tirada em 6 de julho de 2021 mostra uma vista ao longo do Grande Canal na cidade de Cangzhou, da Província de Hebei, no norte da China.