×
ContextoExato
Responsive image

Com calúnias e injúrias, esquerda faz ataque direto à democracia

Com calúnias e injúrias, esquerda faz ataque direto à democraciaFoto: CLEIA VIANA/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Ninguém tem o direito de substituir a discordância de pontos de vista pelo insulto. Isso não é debate político. É atividade criminosa

J. R. Guzzo-metrópoles - 14/02/2020 - 08:17:23

Está certo um deputado federal usar o seu lugar e a sua imunidade penal para praticar abertamente crime de injúria contra alguém, autoridade ou não, que vai depor na Câmara? É claro que está errado. Ninguém tem o direito de substituir a discordância de pontos de vista pelo insulto.

Mas é um tipo de conduta que vai se tornando, cada vez mais, o modo de operação natural dos partidos de esquerda no debate político. Só que isso não é debate político. É atividade criminosa. É a negação da livre troca de ideias. É a sabotagem contra a diversidade legítima de opiniões. É um ataque direto à democracia.

Pouco tempo atrás, um deputado ofendeu o ministro Paulo Guedes numa comissão da Câmara, dizendo que ele era um “ tchutchuca ” de milionário. (Ouviu, de volta, que “ tchutchuca é a mãe” ).

Comentários para "Com calúnias e injúrias, esquerda faz ataque direto à democracia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório