×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de maio de 2022

Confira quais são os cuidados e compromisso que as empresas de telemedicina devem ter com as suas informações

Confira quais são os cuidados e compromisso que as empresas de telemedicina devem ter com as suas informaçõesFoto: Reprodução Pixabay gratuita

Além das questões regulatórias, as diretrizes devem ser transparentes e acessíveis a um simples clique

Redação Com Agência - 25/01/2022 - 08:09:36

Sempre que uma novidade surge, no sentido de trazer mais praticidade e romper com um cenário até então conhecido como a única forma de realizar uma determinada atividade, podemos ficar em dúvida sobre a sua segurança e efetividade.

E isso ocorre muito na seara da saúde. Afinal, como a relação próxima e de privacidade no consultório pode ser otimizada e adaptada à uma plataforma criada exclusivamente para realizar consultas no meio digital? Para onde vão os dados pessoais, de sintomas e doenças, e quem tem acesso a eles?

A resposta é simples: para toda inovação há sempre questões que devem ser reguladas, transparentes e de fácil acesso pelo paciente. “A telemedicina começou a ser utilizada em larga escala no Brasil e no mundo quando a pandemia de Covid-19 mostrou que a necessidade do atendimento também se adaptar ao isolamento – tanto do lado do médico quanto do paciente. E, para que esse meio fosse amplamente utilizado sem receios de ambas as partes, inúmeras iniciativas de segurança, atreladas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), regem as atividades on-line. Em linhas gerais, nenhum dado é armazenado ou utilizado sem consentimento do paciente e as informações registradas podem ser solicitadas a qualquer momento”, afirma Daniel Vieira, CTO do Grupo Conexa.

Passo a passo da segurança

Mesmo sabendo de toda a estrutura que uma empresa de telemedicina pode oferecer, ter em mente alguns pontos são primordiais para se certificar que ela opera dentro das melhores práticas. Por isso, fique atento(a) às dicas que o executivo oferece:

1) Ao escolher a empresa que pretende utilizar os serviços, verifique se ela oferece em seu site todos os termos, políticas e formulários associados à LGPD;

2) Busque nesse conteúdo qual é a política interna para a gestão de incidentes, em caso de ataques e vazamento de informações. Esse item funciona como um plano de contingência, que resolve a questão rapidamente e garante aos clientes confiança em um trabalho sério e comprometido;

3) Cheque como é a política de manuseio de dados pessoais e os formulários que devem ser preenchidos caso queira receber uma gravação ou registros de seu prontuário eletrônico, por exemplo;

4) Verifique se a empresa deixa claro quais são os seus métodos para proteger as fronteiras digitais. Em miúdos, ela tem criptografia ou algum outro mecanismo que torna a sua conversa com o médico incompreensível por pessoas sem autorização e acesso ao sistema?

5) Ao agendar uma consulta ou realizar um pronto atendimento, note se a empresa disponibiliza um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) para sua assinatura;

6) Desconfie caso a empresa coloque muito obstáculos ao recebimento das informações compartilhadas por você ou pelo profissional médico. Dados de saúde são considerados sensíveis e devem ser de propriedade do paciente.

Alerta constante

No meio digital, a atenção à proteção de dados deve ser mais do que o cumprimento de legislação; ela deve ser o cerne de toda a operação. “Ter um time treinado para desenvolver e implementar sistemas de última geração, assim como realizar testes de vulnerabilidade com recorrência é o que permite a identificação de eventuais falhas e correção imediata”, ressalta Daniel.

De acordo com ele, muitas vezes, toda essa estrutura não é percebida pelo usuário final, mas ela deve existir e ser composta por engenheiros, advogados e outros profissionais do ramo de tecnologia, capazes de juntos criar estratégias vencedoras e que agreguem valor ao cliente.

Sobre o Grupo Conexa

Player de saúde digital, o Grupo Conexa cuida de cerca de 20 milhões de pacientes com a parceria de 70 mil profissionais de saúde, em mais de 30 especialidades. Fundada no Rio de Janeiro, em 2016, como uma clínica de saúde voltada à atenção primária, reformulou seu modelo de negócio em 2017 e se tornou uma plataforma de telemedicina, com a missão de revolucionar o acesso à saúde de qualidade, tornando a jornada e a experiência do paciente mais fácil, segura e humanizada.

Em 2020, adquiriu a iMedicina, desenvolvedora de software de médicos, prontuário eletrônico e líder em atração e fidelização de pacientes. Em março de 2021, uniu-se à Psicologia Viva, maior empresa de saúde mental da América Latina.

A companhia faz parte da Saúde Digital Brasil (SDB) e tem como clientes, hospitais, operadoras de saúde, laboratórios, além de grandes instituições do varejo e do setor financeiro, como Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Magazine Luiza, Seguros Unimed, Intermédica, entre outras. Saiba mais em https://www.conexasaude.com.br/

Comentários para "Confira quais são os cuidados e compromisso que as empresas de telemedicina devem ter com as suas informações":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Na Praça dos Três Poderes, grafiteiros pintam painéis sobre liberdade

Na Praça dos Três Poderes, grafiteiros pintam painéis sobre liberdade

Ação faz parte das comemorações dos 200 anos da Independência

Brasília sedia Semana do Governo Aberto

Brasília sedia Semana do Governo Aberto

Iniciativa é da CGU, governo de Santa Catarina e prefeituras

Justiça autoriza remoção imediata de ocupação ilegal na Torre Digital

Justiça autoriza remoção imediata de ocupação ilegal na Torre Digital

Cabe recurso da decisão.

Parlamentares e entidades reprovam militarização nas escolas do DF

Parlamentares e entidades reprovam militarização nas escolas do DF

Ministério Público revoga Nota Técnica que tornava legal a implementação de gestão compartilhada na rede de ensino.

Servidores da CGU convocam assembleia para dia 20 para decidir se entram em greve

Servidores da CGU convocam assembleia para dia 20 para decidir se entram em greve

Até o momento, os servidores do Banco Central (BC) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão de braços cruzados.

Bancos de leite do DF precisam de doação para aumentar estoque

Bancos de leite do DF precisam de doação para aumentar estoque

Mensalmente, cerca de 200 crianças internadas nos hospitais da rede recebem o alimento

Procurando emprego? Agências oferecem vagas com salário de até R$ 6 mil

Procurando emprego? Agências oferecem vagas com salário de até R$ 6 mil

No total estão disponíveis, nesta terça-feira (17), 198 vagas para diversas especialidades, destinadas a pessoas com ensino superior, médio e fundamental, com ou sem experiência

Roubo com Pix: Confira dicas para tornar seu celular mais seguro

Roubo com Pix: Confira dicas para tornar seu celular mais seguro

A sensação é que o risco de ter o dinheiro desviado da conta está próximo, mas há medidas que podem ser implementadas no smartphone para diminuir as chances disso ocorrer.

Procon proíbe venda da bebida Del Valle Fresh no Distrito Federal

Procon proíbe venda da bebida Del Valle Fresh no Distrito Federal

Medida foi tomada por suposta divulgação de propaganda enganosa

Sustentare deverá pagar, aproximadamente, R$ 11,8 milhões ao SLU por contratação ilegal

Sustentare deverá pagar, aproximadamente, R$ 11,8 milhões ao SLU por contratação ilegal

Empresa foi condenada a devolver a diferença entre o preço que efetivamente recebeu e o que a Cavo receberia se tivesse sido declarada vencedora da contratação emergencial

Começa prazo para pagar primeira parcela ou cota única do IPTU

Começa prazo para pagar primeira parcela ou cota única do IPTU

Neste ano, o IPTU poderá ser pago em seis cotas, em vez de quatro. O desconto da cota única também está maior, passando de 5% para 10%