×
ContextoExato
Responsive image

Demanda por viagens pode ser retomada a partir do segundo semestre, mostra pesquisa

Demanda por viagens pode ser retomada a partir do segundo semestre, mostra pesquisaFoto: Pixabay

A pesquisa pondera que as escolhas dos leitores estão condicionadas à reabertura de fronteiras, comércios, restaurantes e atrações turísticas, assim como a uma evolução favorável da pandemia.

Estadão Conteúdo - 21/05/2020 - 06:07:44

Apesar do quadro atual da pandemia de covid-19 , o site de venda de passagens aéreas Melhores Destinos identificou que há uma disposição de seus leitores a voltar a viajar ainda neste ano. Pesquisa realizada com 5 mil pessoas mostrou que 65,3% deles estão dispostos a retomar as viagens a partir do segundo semestre se houver condições favoráveis de segurança e de voos. Mas, neste período, a preferência é pelos destinos nacionais, deixando para 2021 as rotas internacionais.

A retomada das viagens pelo Brasil tende a ser mais forte a partir de setembro ou outubro, com 28,2% das respostas. Dos leitores, 19% estão dispostos a voltar às estradas a partir de julho ou agosto e 18,1% apenas a partir de novembro. Com a incerteza sobre quando o isolamento social poderá acabar, a pesquisa mostrou também que 20,9% dos entrevistados só querem viajar no ano que vem e 13,8% disseram não saber ainda.

Quase metade dos leitores (44,3%) avaliou que as viagens para o exterior só devem acontecer a partir de 2021, mas 38,4% acham que já será possível visitar outros países no segundo semestre deste ano. E 17,3% disseram não saber ainda.

A pesquisa pondera que as escolhas dos leitores estão condicionadas à reabertura de fronteiras, comércios, restaurantes e atrações turísticas, assim como a uma evolução favorável da pandemia.

O site perguntou também se os seus leitores estão dispostos a comprar hoje passagens com preços promocionais e com validade para os próximos 11 meses e 78,2% responderam positivamente, com algumas ponderações.

A opção mais escolhida foi a do “talvez, se o preço for muito bom” (31,5%), seguido por “com certeza, estou ansioso para viajar” (25,9%). Já os que responderam que provavelmente comprariam, dependendo de uma combinação com família e amigos somaram 20,8% e os que responderam não se sentirem seguros para planejar uma viagem atualmente foram 19,6% dos leitores. Os que negaram qualquer possibilidade de compra somaram apenas 2,2%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 29 de abril e 4 de maio com 5.0003 pessoas. O site afirma ainda acreditar que, quando houver uma flexibilização da quarentena nas principais cidades do País as pessoas estarão mais dispostas a planejar suas próximas viagens.

Leia a íntegra da Coluna do Estadão aqui.

Comentários para "Demanda por viagens pode ser retomada a partir do segundo semestre, mostra pesquisa":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório