×
ContextoExato
Responsive image

Funcionários investigados de Carlos receberam R$ 7 milhões

Funcionários investigados de Carlos receberam R$ 7 milhõesFoto: O Antagonista

Assessor de Carluxo retirou em espécie todo o seu salário

O Antagonista - 04/09/2020 - 19:06:18

O Ministério Público do Rio de Janeiro constatou que 11 assessores de Carlos Bolsonaro na Câmara dos Vereadores, suspeitos de serem funcionários-fantasmas, receberam, desde 2001, R$ 7 milhões, informa a GloboNews.

Quem recebeu mais foi Guilherme Hudson: R$ 1,4 milhão entre abril de 2008 e janeiro de 2018. Ele levava a mulher para estudar, de carro, todos os dias, até Resende, a 171 quilômetros do Rio.

Como as viagens de ida e volta de carro duravam mais de cinco horas, os investigadores perguntaram a ele o que fazia e em que horário. Em depoimento, Guilherme disse que fazia assessoria jurídica, na análise da constitucionalidade de projetos de lei, mas que não tinha registro dos trabalhos.

Leia também:

Funcionários investigados de Carlos receberam R$ 7 milhões

Carluxo, 'guardião' do Crivella

Sim, Carluxo

Assessor de Carluxo retirou em espécie todo o seu salário

O papel de Carlos

Guilherme Hudson era chefe de gabinete, cargo anteriormente ocupado por sua prima Ana Cristina Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro, e que, entre 2001 e 2008, recebeu um total de R$ 669,9 mil de salário — foi a quinta funcionária que mais recebeu como auxiliar de Carlos.

A mulher de Guilherme, Ananda Hudson, que ele levava para a faculdade em Resende, teve salários que somaram mais de R$ 117,5 mil entre março de 2009 e agosto de 2010.

Outro funcionário de Carlos é Edir Barbosa Góes, que ainda trabalha para o gabinete. Em depoimento, disse que entregava informativos sobre o mandato do vereador em portarias de condomínios e vilas militares e filas de bancos. Mas não tinha exemplar dos panfletos.

Os salários, desde junho de 2008, somam R$ 1,4 milhão. Em maio deste ano, o salário mensal foi de R$ 17 mil.

Comentários para "Funcionários investigados de Carlos receberam R$ 7 milhões":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório