×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de agosto de 2022

Monte Verde é destaque para casais apaixonados e trilheiros no sul de Minas

Monte Verde é destaque para casais apaixonados e trilheiros no sul de Minas

Foto: Divulgação

Sabe-se que as primeiras casas foram construídas pelos bandeirantes vindos de Atibaia, em São Paulo, porque Camanducaia ficava situada, naquela época, num dos roteiros mais seguidos pelos desbravadores paulistas.

Redação Com Formações De Cláudio Lacerda Oliva - 28/06/2022 - 16:06:24

Na língua dos indígenas, Camanducaia significa “feijão queimado”. O município foi a sede da comarca que abrangia todo o Sul de Minas durante o século 18, formada por aventureiros que andavam em busca de ouro e de pedras preciosas.

Sabe-se que as primeiras casas foram construídas pelos bandeirantes vindos de Atibaia, em São Paulo, porque Camanducaia ficava situada, naquela época, num dos roteiros mais seguidos pelos desbravadores paulistas.

A Carta Coreógrafa da Capitania de São Paulo, que mostra as sete principais divisões do seu Governo com o de Minas Gerais no ano de 1766, apresenta uma região denominada “Sertão de Manducaya”, situada entre a estrada geral que ia de Atibaia à Santana do Sapucaí e os rios Mandu e Sapucaí-Mirim.

Essa região, antes considerada paulista, passou a ser mineira pela divisão “Rubim” no ano de 1749. Ao longo da estrada que ligava Atibaia à Santana do Sapucaí, e que era a principal via de acesso ao Sul de Minas foram-se estabelecendo os primeiros moradores da região.

Um deles, Cláudio Furquim de Almeida, estabeleceu- se próximo ao Ribeirão Camanducaia, em cerca de 1757, ali obtendo uma sesmaria no ano de 1762. Sua fazenda que se chamava “Pouso Alegre”, hoje é Itapeva, localizada ao sul do Ribeirão Camanducaia.

Monte Verde: destino de trilheiros e casais apaixonados

Monte Verde é o mais importante distrito de Camanducaia e está entre os destinos turísticos mais disputados da temperara outono/inverno no Brasil. Aliás, no estado de Minas Gerais, Monte Verde é com certeza o que mais se destaca.

Nesse período o clima frio, mas sempre com sol, é uma ótima opção para passeios pelas montanhas. Vale visitar o Parque Oschin, praticar esportes de aventura na fazenda radical, conhecer o Ice Bar, ou mais conhecido como Bar do Gelo, ou simplesmente caminhar pela avenida principal para comprar malhas, doces, queijos e geleias.

“Suíça brasileira”, Monte Verde ou a Vila do Romance. Classificado como destino indutor de Minas Gerais, recebeu também os títulos de “Melhor Destino de Inverno” e “Melhor Destino de Romance” do Brasil. Mas Monte Verde também está atraindo trilheiros, turistas que gostam de aventura, além daqueles que buscam excelência gastronômica. A cidade oferece excelentes opções que vão de rodízios de fondue a trutas preparadas com molhos especiais.

Destino para casais apaixonados

Em meio a Serra da Mantiqueira, Monte Verde é a escolha certa para casais apaixonados que buscam pelo romantismo proporcionado por baixas temperaturas – como lareira e aconchego – aliados a muitas opções de gastronomia. Mas esse vilarejo não é para ser explorado apenas no inverno, pois está preparado para receber visitantes o ano todo.

Os costumes trazidos pelos primeiros moradores colaboraram para o “ar europeu” que caracteriza Monte Verde. Com paisagem de serras, cascatas e araucárias, a vila oferece também a oportunidade para prática de esportes de aventura e de atividades ao livre.

Passeios

As principais opções de lazer em Monte Verde estão conectadas às suas belezas naturais: turismo ecológico e outras práticas esportivas ligadas à natureza são as grandes atrações locais. Visíveis da vila, as altas montanhas da Serra da Mantiqueira convidam o visitante para uma escalada ou apenas para a contemplação sem pressa. Mas se você gosta de um pouco mais de adrenalina, existem atividades para lhe agradar também. Um passeio imperdível e obrigatório para quem visita Monte Verde são as caminhadas no topo da serra.

O Parque Verner Grinberg abriga os picos mais altos da região, que podem ser avistados da vila: Chapéu do Bispo, Pedra Redonda, Pedra Partida, Platô e Pico do Selado. Do topo da serra, as paisagens são de tirar o fôlego, pois é possível avistar toda Monte Verde, Campos do Jordão e outras cidades do Vale do Paraíba.

Gastronomia

Restaurantes e casas de chás fazem desse local um paraíso gastronômico. Especialidades europeias, como fondues, raclettes, apfelstrudels e trutas estão presentes em quase todos os cardápios.

Onde se hospedar

Para quem gosta de hospedagem romântica de qualidade pode optar pela Pousada Jardim da Mantiqueira que fica a menos de 5 minutos da área central da cidade.

Informações: www.pousadajardimdamantiqueira.com.br

Já para quem pretende ficar mais conectado a natureza, pode optar pela Pousada Pedras e Sonhos, que fica numa área repleta de araucárias centenárias, com chalés equipados com hidromassagem e duas unidades em madeira instalados no alto de uma enorme pedra que proporcionam uma vista espetacular 360 graus.

Além disso em ambas pousadas o cliente tem a sua disposição café da manhã artesanal, onde mais de 90% dos itens são feitos nas cozinhas das próprias pousadas. Quase como um café colonial.

Informações: www.pedrasesonhos.com.br

Onde Comer

O Restaurante O Alquimista fica na principal avenida da cidade e oferece uma gastronomia contemporânea. Massas, carnes com cortes nobres, e fondue especial são os principais destaques.

Informações: www.oalquimista.com.br

Comentários para "Monte Verde é destaque para casais apaixonados e trilheiros no sul de Minas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório