×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 24 de janeiro de 2022

OMS e Unicef alertam que é preciso manter vacinação durante pandemia

OMS e Unicef alertam que é preciso manter vacinação durante pandemiaFoto: Agência Brasil

Covid-19 já provocou mais de 164 mil mortos em 193 países

Por Rtp - Emissora Pública De Televisão De Portugal - Lisboa - 21/04/2020 - 07:11:08

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) ressaltaram na segunda-feira (20) a importância de os países manterem os seus planos de vacinação para evitar maior impacto da pandemia de covid-19.

Em comunicado, as duas organizações reiteraram que é vital a manutenção dos serviços de imunização de rotina durante a pandemia, recordando que a situação atual "é um sinal de que as doenças infecciosas não conhecem fronteiras".

"Todos os países são vulneráveis, independentemente dos níveis de riqueza ou da força dos seus sistemas de saúde. A necessidade urgente de uma vacina para a covid-19 ressalta o papel central da imunização na proteção de vidas e economias", disse o comunicado conjunto.

Perante a situação pandêmica atual, a OMS e o Unicef consideram que a importância dos programas nacionais de imunização de rotina "é mais crítica do que nunca".

"Os governos devem aproveitar todas as oportunidades possíveis para proteger as pessoas das muitas doenças para as quais as vacinas já estão disponíveis", frisaram, lembrando que proteger crianças, adolescentes e adultos contra doenças através da vacinação é uma obrigação para a sustentabilidade dos sistemas de saúde.

"Sabemos que a vulnerabilidade a doenças infecciosas é uma ameaça à saúde pública em todos os lugares", disse Afshan Khan, diretora regional da Unicef na Europa e Ásia Central.

"É fundamental que os programas de imunização continuem durante esta crise, protegendo adequadamente os profissionais de saúde e os indivíduos que recebem vacinas. Alcançar as crianças mais vulneráveis, que perderam imunizações de rotina, deve ser uma prioridade", avisa.

Imunização

A OMS e o Unicef consideram que, se o combate à pandemia causar interrupções temporárias nos serviços de imunização, os países devem retomá-los o mais rápido possível após a estabilização da situação.

"Podemos evitar um maior impacto da covid-19 nos sistemas de saúde garantindo que indivíduos de todas as idades permaneçam vacinados de acordo com os cronogramas nacionais. Peço aos países que mantenham a prestação de serviços de imunização e direcionem as suas necessidades, mesmo neste momento difícil", disse Hans Henri Kluge, diretor regional da OMS para a Europa.

Numa nota, a OMS e o Unicef, antecipando a existência de uma vacina para a covid-19, solicitam a todos os países que estejam preparados para vacinar os grupos de maior risco e garantir que todos, incluindo os mais marginalizados, tenham acesso igual quando ela estiver disponível.

A pandemia da covid-19 já provocou mais de 164 mil mortos e infectou mais de 2,3 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 525 mil doentes foram considerados curados.

Comentários para "OMS e Unicef alertam que é preciso manter vacinação durante pandemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Em dia de homenagens a Martin Luther King Jr., filhos pedem ação por reforma eleitoral

Em dia de homenagens a Martin Luther King Jr., filhos pedem ação por reforma eleitoral

Ativistas marcham em homenagem ao dia de Martin Luther King, incluindo seu filho mais velho, no dia 17 de janeiro de 2022. Eles seguram uma faixa que diz

No Fórum Econômico Mundial, Guterres aponta prioridades para retomada econômica

No Fórum Econômico Mundial, Guterres aponta prioridades para retomada econômica

Bandeiras no encontro anual do Fórum Econômico Mundial

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

Ele falou após a oração do Angelus, na Praça de São Pedro

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Bolsonaro chega a Israel e defende parcerias em segurança e defesa

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao fazer constantes declarações demonstrando seu posicionamento pessoal diante de líderes latino-americanos, Bolsonaro cria graves consequências para política externa brasileira. A Sputnik Brasil ouviu analista para entender por que o governo opta por um comportamento não diplomático

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

Presidente voltou a fazer comentários sobre o Mercosul dizendo que se o Brasil "estivesse livre do bloco" seria melhor, e apontou que a organização sofre "instabilidades". A Sputnik Brasil entrevistou analista para saber até que ponto os argumentos do presidente procedem com a realidade mercosulina.

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Com uma nova coleção chegando a cada semana para a linha de roupas, Muhindo conseguiu lançar vários desfiles de moda locais.

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

O episódio deste domingo (09,01) apresenta detalhes surpreendentes sobre história, cheiros e sabores do antigo império do Oceano Índico

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Ele inspirou geração durante movimento pelos direitos civis

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Até agora o governo, inclusive o próprio Biden, costumava evitar nomear Trump, referindo-se a ele como "o outro cara" ou "o cara de antes".

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

O esforço da procuradora-geral para entrevistar Trump sob juramento tornou-se público no mês passado, mas não se sabia antes que seu gabinete também procurava questionar Donald Trump Jr. e Ivanka Trump.