×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 30 de novembro de 2021

Petrobras e BNDES vão ampliar investimentos em restauração florestal

Petrobras e BNDES vão ampliar investimentos em restauração florestalFoto: © TV Brasil

Anúncio foi feito durante a COP26, em Glasgow

Por Vladimir Platonow – Repórter Da Agência Brasil - 11/11/2021 - 16:12:22

A Petrobras anunciou, durante a COP26, a ampliação em cerca de R$ 50 milhões nos investimentos em projetos voltados à restauração florestal de espécies nativas nos biomas brasileiros. O objetivo da medida, anunciada nesta quarta-feira (10), é contribuir para o sequestro e fixação de carbono e para evitar emissões de gases de efeito estufa.

O anúncio faz parte do programa Floresta Viva, lançada pelo BNDES durante o fórum Fortalecimento da Agenda Florestal, realizado em Glasgow.

O Floresta Viva vai operar sob o princípio da junção de recursos do BNDES com recursos de outras empresas. A parceria entre Petrobras e BNDES totalizará um investimento de R$ 100 milhões, em cinco anos, para financiamento de projetos de reflorestamento, por meio de seleção pública e gestão compartilhadas.

Para a operacionalização da iniciativa será selecionado um parceiro gestor, mediante chamada pública, que será responsável pelo edital de seleção e acompanhamento dos projetos. O primeiro edital está previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2022.

A participação da Petrobras na iniciativa visa ampliar o investimento socioambiental da companhia em soluções climáticas naturais (NCS - Natural Climate Solutions) com foco em restauração florestal. Os editais vão prever requisitos ambientais e sociais para a seleção dos projetos, que deverão estar alinhados a padrões de certificação internacional para possível certificação de carbono.

Segundo o diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, Bruno Aranha, o Floresta Viva ajudará a impulsionar o setor de restauração ecológica e as empresas brasileiras que atuam na transição justa para uma economia neutra em carbono.

“Com essa iniciativa, nossa expectativa é reflorestar entre 16 mil e 33 mil hectares com espécies nativas, podendo capturar cerca de 9 milhões de toneladas de CO² equivalente ao longo da vida dos projetos”, afirmou Aranha.

A iniciativa se soma a investimentos que a Petrobras realiza desde 2008 em projetos voluntários na linha de atuação Clima, por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

“A Petrobras e o BNDES já possuem ampla experiência em editais para apoio a projetos de restauração e conservação de florestas. O Floresta Viva contempla uma cooperação entre diversos agentes que reconhecem a importância da questão climática e que unem esforços pela restauração ecológica de biomas brasileiros. Essa parceria vem reforçar iniciativas em soluções climáticas naturais, potencializando seus resultados e gerando novas oportunidades”, destacou o diretor de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, Roberto Ardenghy.

Atualmente a Petrobras apoia 17 projetos desenvolvidos na Amazônia, Mata Atlântica e Caatinga, totalizando investimentos de R$ 63 milhões para os próximos três anos. Além disso, irá incorporar mais quatro projetos, resultantes da Seleção Pública 2021, com atuação em manguezais e bacias hidrográficas importantes para as operações da empresa.

Comentários para "Petrobras e BNDES vão ampliar investimentos em restauração florestal":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Aumento de pessoas no mar pode explicar mais ocorrências com tubarões

Aumento de pessoas no mar pode explicar mais ocorrências com tubarões

Se acidentes são ocasionais não é preciso fechar praias, diz professor

FAO lança ferramenta que ajuda a reverter perda florestal e combater mudanças climáticas

FAO lança ferramenta que ajuda a reverter perda florestal e combater mudanças climáticas

Mulher vende batatas no Peru.

Desmatamento na Amazônia passa de 13 mil km² entre agosto de 2020 e julho de 2021

Desmatamento na Amazônia passa de 13 mil km² entre agosto de 2020 e julho de 2021

Queimada na Amazônia durante última semana de julho, mesmo com moratória do fogo no bioma.

1 bilhão vão sofrer calor extremo se temperatura aumentar 2°C

1 bilhão vão sofrer calor extremo se temperatura aumentar 2°C

Alerta é feito por especialistas que participam da conferência

Brasileiros apresentam na COP26 agenda com caminhos inovadores para a Amazônia

Brasileiros apresentam na COP26 agenda com caminhos inovadores para a Amazônia

Izabella Teixeira em frente à exposição sobre a Amazônia, de Sebastião Salgado, na COP26

Na COP26, Rio de Janeiro promete, cobertura de Mata Atlântica em 40% do estado em 2050

Na COP26, Rio de Janeiro promete, cobertura de Mata Atlântica em 40% do estado em 2050

Além de apresentar resultados e compromissos no combate às mudanças climáticas, o estado convidará participantes de todo o mundo para a Rio+30, evento que celebrará, em 2022, os 30 anos da realização da Eco92.

COP26: Brasil, Estados Unidos e China não assinam acordo para zerar energia à base de carvão

COP26: Brasil, Estados Unidos e China não assinam acordo para zerar energia à base de carvão

Lideranças indígenas, como a cacica Juma Xipaya, criticam hidrelétricas na Amazônia

A região que mais exige certificados ambientais no Brasil

A região que mais exige certificados ambientais no Brasil

Pesquisa CNI/FSB descobriu quais regiões mais respeitam a disseminação de boas práticas na cadeia produtiva

Desmatamento amazônico: Analista não vê soluções regionais ou globais 'sem o Brasil sentado à mesa'

Desmatamento amazônico: Analista não vê soluções regionais ou globais 'sem o Brasil sentado à mesa'

Ante o anúncio pelos EUA que criaria em breve uma parceria regional contra o desmatamento na Amazônia, a Sputnik Brasil ouviu a opinião de um especialista quanto à iniciativa e ao papel do Brasil no assunto

Você conhece os ODSs dos seus NDCs? Como digerir a sopa de letras da COP26

Você conhece os ODSs dos seus NDCs? Como digerir a sopa de letras da COP26

Existem 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ou ODSs, interligados

Dez florestas protegidas liberam mais carbono do que absorvem

Dez florestas protegidas liberam mais carbono do que absorvem

Relatório foi divulgado pela Unesco