×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 24 de janeiro de 2022

Rússia critica ameaças de Trump contra OMS: alegações dos EUA são insustentáveis

Rússia critica ameaças de Trump contra OMS: alegações dos EUA são insustentáveisFoto: Estadão conteúdo

Rússia rejeita as ameaças dos EUA contra a OMS, as alegações dos EUA são insustentáveis, afirmou Gennady Gatilov, o representante permanente da Rússia junto do Escritório das Nações Unidas em Genebra.

Sputnik Brasil - 19/05/2020 - 20:57:50

"É evidente que nós estamos contra [as alegações dos EUA], porque tanto nós como em princípio a maioria da comunidade internacional acreditamos que a OMS é exatamente aquela organização que deve coordenar a nível internacional as atividades dos Estados em matéria da saúde, e neste momento a prioridade é combater o coronavírus", disse Gatilov.

"Estes ataques de Washington à OMS são simplesmente insustentáveis. Se a OMS foi acusada de não ser transparente e ser ineficaz, então como devemos avaliar a situação de que, na sede da organização, a direção da OMS é composta por aproximadamente 90% de especialistas americanos, que ocupam posições de liderança, e eles estavam bem cientes tanto do início da pandemia, como de seu desenvolvimento", comentou.

Além disso, o representante permanente da Rússia salientou que "os EUA são um elemento importante na arena internacional, um membro importante do sistema da Organização Mundial da Saúde, e seria muito triste perder os EUA como parceiro".

Anteriormente, o presidente dos EUA Donald Trump acusou a OMS de cometer erros no início da pandemia do novo coronavírus, ameaçando sair da organização caso essa não implemente reformas em 30 dias.

Donald Trump afirmou que seu governo realizou uma investigação sobre o desempenho da OMS em relação ao início da pandemia do coronavírus, no final de 2019. De acordo com ele, a investigação apontou erros que a OMS teria cometido, afirmando que a organização teria trabalhado a favor da China.

"A Organização Mundial da Saúde ignorou sistematicamente reportes confiáveis sobre a propagação do vírus em Wuhan no início de dezembro de 2019, ou até mais cedo, incluindo reportes da revista médica Lancet", afirmou o presidente em carta dirigida ao diretor-geral da OMS, Dr. Tedros Ghebreyesus, e publicada em seu Twitter.

Na carta de quatro páginas, além de apontar supostos erros da OMS e voltar a incriminar a China no contexto da pandemia, Trump expressou a possibilidade de seu país abandonar a OMS.

Comentários para "Rússia critica ameaças de Trump contra OMS: alegações dos EUA são insustentáveis":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Em dia de homenagens a Martin Luther King Jr., filhos pedem ação por reforma eleitoral

Em dia de homenagens a Martin Luther King Jr., filhos pedem ação por reforma eleitoral

Ativistas marcham em homenagem ao dia de Martin Luther King, incluindo seu filho mais velho, no dia 17 de janeiro de 2022. Eles seguram uma faixa que diz

No Fórum Econômico Mundial, Guterres aponta prioridades para retomada econômica

No Fórum Econômico Mundial, Guterres aponta prioridades para retomada econômica

Bandeiras no encontro anual do Fórum Econômico Mundial

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

Ele falou após a oração do Angelus, na Praça de São Pedro

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Bolsonaro chega a Israel e defende parcerias em segurança e defesa

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao fazer constantes declarações demonstrando seu posicionamento pessoal diante de líderes latino-americanos, Bolsonaro cria graves consequências para política externa brasileira. A Sputnik Brasil ouviu analista para entender por que o governo opta por um comportamento não diplomático

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

Presidente voltou a fazer comentários sobre o Mercosul dizendo que se o Brasil "estivesse livre do bloco" seria melhor, e apontou que a organização sofre "instabilidades". A Sputnik Brasil entrevistou analista para saber até que ponto os argumentos do presidente procedem com a realidade mercosulina.

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Com uma nova coleção chegando a cada semana para a linha de roupas, Muhindo conseguiu lançar vários desfiles de moda locais.

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

O episódio deste domingo (09,01) apresenta detalhes surpreendentes sobre história, cheiros e sabores do antigo império do Oceano Índico

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Ele inspirou geração durante movimento pelos direitos civis

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Até agora o governo, inclusive o próprio Biden, costumava evitar nomear Trump, referindo-se a ele como "o outro cara" ou "o cara de antes".

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

O esforço da procuradora-geral para entrevistar Trump sob juramento tornou-se público no mês passado, mas não se sabia antes que seu gabinete também procurava questionar Donald Trump Jr. e Ivanka Trump.