×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Agorafobia atinge 150 mil brasileiros, aponta estudo

Agorafobia atinge 150 mil brasileiros, aponta estudoFoto: Divulgação

Adoção de estratégias pode ajudar a vencer agorafobia

Por Dino - Estadão Conteúdo - 06/01/2022 - 12:02:19

Mais de 150 mil brasileiros sofrem de agorafobia, conforme estimativa do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O transtorno de ansiedade, caracterizado pelo medo de se envolver em episódios ou espaços que possam causar crises de pânico, descontrole ou vergonha, de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico das Desordens Mentais (DSM, na sigla em inglês), tem sua nomenclatura proveniente do grego “ágora”, que diz respeito aos locais públicos onde as pessoas se reuniam, e “fobia”, que representa medo.


Jeferson Molina, responsável pela clínica Quantic Health, estima que cerca de 30% a 50% dos pacientes com agorafobia também sofrem de síndrome do pânico. “Além disso, diversos especialistas acreditam que a pandemia de Covid-19 pode ter ampliado o número de casos de pessoas que sofrem com o transtorno no Brasil, levando em conta a personalidade e as experiências de cada indivíduo - sobretudo para os mais estressados e ansiosos”.



Com efeito, a ansiedade afeta cerca de 18,6 milhões de brasileiros, segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde). Em 2020, foram 53 milhões de novos casos de depressão e 76 milhões de ansiedade em todo o mundo, conforme pesquisa publicada no periódico científico The Lancet em outubro do último ano

Para Molina, passada a fase mais crítica da pandemia, a agorafobia deve afetar diversas pessoas na retomada das atividades presenciais. “Após mais de um ano de confinamento, a volta ao convívio pode causar ansiedade, seja para o trabalho, estudos ou atividades de lazer. Especialmente agora, em tempos de mutação constante de Covid-19, sair de casa e retomar os encontros presenciais pode configurar um desafio a mais para pessoas com estresse e ansiedade”.



Adoção de estratégias pode ajudar a vencer agorafobia

Na visão do especialista, com as novas variantes de Covid-19 - ainda que controladas -, a insegurança para sair de casa persiste na população de modo geral. “Muitas pessoas tiveram que se adaptar e deixar de viver suas particularidades. Agora, é preciso restabelecer os limites, adotando estratégias de adaptação, minimizando o desgaste e retornando à rotina anterior”.



O responsável pela clínica Quantic Health destaca que, aos primeiros sintomas de agorafobia, é preciso procurar um médico, que pode recomendar o tratamento com psicoterapia e medicamentos. Além disso, a adoção de práticas saudáveis, como uma boa alimentação e a prática de exercícios físicos, pode ajudar a lidar com o problema.



'O paciente com um quadro de agorafobia precisa analisar onde está sabotando o seu estilo de vida e qual o seu ponto fraco. A partir daí, é necessário fortalecer essa fragilidade, com atitude e iniciativa de fazer o movimento para a prática dos bons hábitos. É preciso ter consciência e assumir que o alcance dos nossos resultados depende do nosso movimento”, explica

Para Molina, um planejamento alimentar é um ponto importante para lidar com os sintomas ou preveni-los, bem como separar um momento do dia para a prática de exercícios físicos. Com efeito, a prática de atividade física regular diminui o risco de ansiedade em cerca de 60%, segundo estudo dos cientistas do Departamento de Ciências Médicas Experimentais da Universidade de Lund, na Suécia. A pesquisa da Frontiers in Psychiatry considerou informações de cerca de 400 mil pessoas

“Além disso, ouvir uma frequência musical relaxante e investir em uma boa leitura também são elementos fundamentais para que possamos ter abundância e prosperidade em nosso estilo de vida. Em resumo, vivemos um momento de incertezas, quando muitos perderam a perspectiva de futuro, o que exige autocuidado com foco na saúde e no bem-estar neste momento de retomada”, conclui.



Para mais informações, basta acessar: https://www.jefersonmolina.com br/

Website: https://www.jefersonmolina.com.br/


Comentários para "Agorafobia atinge 150 mil brasileiros, aponta estudo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Entenda por que a Candida auris foi apelidada de superfungo

Entenda por que a Candida auris foi apelidada de superfungo

De 18 casos identificados no Brasil, dois resultaram em morte

Saúde mental: Quando procurar ajuda?

Saúde mental: Quando procurar ajuda?

Rede pública de saúde oferece atendimento de acordo com a demanda do usuário

Atendimentos a dependentes químicos crescem 54% em 1 ano de pandemia

Atendimentos a dependentes químicos crescem 54% em 1 ano de pandemia

Aumento do atendimento aos dependentes químicos durante a pandemia da COVID-19

Saúde mental deve ser debatida de forma permanente

Saúde mental deve ser debatida de forma permanente

Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) são serviços especializados de saúde mental inseridos na comunidade e funcionam sem a necessidade de encaminhamento

Anac diz que monitora cancelamento de voos por Covid-19

Anac diz que monitora cancelamento de voos por Covid-19

Em casos de uma hora de atraso ou cancelamento, a empresa deverá prestar medidas para facilitar a comunicação

Covid-19 no Brasil: Saúde reduz prazo de isolamento para assintomáticos

Covid-19 no Brasil: Saúde reduz prazo de isolamento para assintomáticos

Bolsonaro diz que não admitirá ser banido das redes

Pele oleosa: Duas dicas importantes para quem quer controlar a oleosidade

Pele oleosa: Duas dicas importantes para quem quer controlar a oleosidade

Limpeza e esfoliação devem fazer parte de qualquer skincare, independentemente do tipo de pele, contudo, as peles mais oleosas precisam de um cuidado redobrado com estes dois passos

Máscaras não afetam respiração ou trazem risco à prática de exercícios

Máscaras não afetam respiração ou trazem risco à prática de exercícios

Pesquisa da Faculdade de Medicina da USP avaliou adultos saudáveis

Câncer cervical pode ser primeiro tipo cancerígeno a ser eliminado, diz OMS

Câncer cervical pode ser primeiro tipo cancerígeno a ser eliminado, diz OMS

Jovem recebe primeira dose da vacina contra o HPV na Mauritânia.

Confira as regiões do DF com doses de vacina contra a gripe

Confira as regiões do DF com doses de vacina contra a gripe

Quem ainda não se vacinou contra a gripe pode procurar uma unidade na região onde ainda há doses disponíveis. A vacina contra a influenza é segura e previne contra as formas mais graves da doença |

Dia do Hemofílico no Brasil é lembrado hoje

Dia do Hemofílico no Brasil é lembrado hoje

Brasil deve investir R$ 1,8 milhão em medicamentos para hemofílicos