×
ContextoExato

Big Brother Doguinho: tutores usam “babá eletrônica” para cuidar de pet

Big Brother Doguinho: tutores usam “babá eletrônica” para cuidar de petFoto: Divulgação

O cãozinho Linux é muito mimado pela mamãe Diana Zambrozuski (@dianazambrozuski) e pelo papai Gabriel Pato

Canal Do Pet - 18/12/2020 - 19:57:41

Quando saem de casa, eles permanecem de olho e até falam com o cachorro para que não se sinta só

O Linux é um cãozinho para lá de especial. Com olhos de cores diferentes , da raça Welsh Corgi Pembroke e com 1 ano de 7 meses de idade, ele é filho dos influenciadores Diana Zambrozuski, 23, e Gabriel Pato, 29. Assim como seus pais, ele também pode ser considerado um influenciador, já que sua conta no Instagram conta com quase 25 mil seguidores.

O cãozinho Linux é muito mimado pela mamãe Diana Zambrozuski (%40dianazambrozuski) e pelo papai Gabriel Pato (%40gabrielpato)

Divulgação

O cãozinho Linux é muito mimado pela mamãe Diana Zambrozuski (@dianazambrozuski) e pelo papai Gabriel Pato (@gabrielpato)


Os pais do pet são adeptos ao uso da tecnologia para ficar ainda mais próximos do cãozinho. Quando precisam sair de casa para resolver alguma coisa, eles usam uma espécie de “babá eletrônica”, com a qual conseguem acompanhar o que o cão faz em casa e até falar com ele.

"O que mais me atraiu no Furbo [nome do equipamento] é que ele vai muito além de uma mera câmera: ele permite interagir à distância. Ele envia alertas ao celular quando o cachorro está latindo, nos permitindo rapidamente abrir o aplicativo pra ver se algo de errado está acontecendo”, conta Gabriel Pato.

Já Diana lembra de uma situação em que pegou o Linux no flagra, destruindo a casa, e usou o equipamento para reclamar e fazer ele parar. “Já teve uma vez que estávamos fora de casa e, ao abrirmos a câmera no aplicativo, pegamos ele destruindo o rodapé. Com o microfone, demos uma bronca nele e ele saiu do rodapé rapidinho. Esse dia foi icônico!”, afirma.

A família completa%2C Diana%2C Gabriel e Linux

Divulgação

A família completa, Diana, Gabriel e Linux

Durante a pandemia, a família inteira tem passado mais tempo em casa, evitando aglomerações e exposições desnecessárias. Mesmo assim dizem que a “babá” continua sendo muito útil. “Quando estamos em outro cômodo da casa, como no quarto, a gente abre o aplicativo e fica vendo ele pela câmera”, conta Diana.

Comentários para "Big Brother Doguinho: tutores usam “babá eletrônica” para cuidar de pet":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório