×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de maio de 2022

Cine Brasília reabre nesta quinta-feira (6) com Mostra Egípcia

Cine Brasília reabre nesta quinta-feira (6) com Mostra EgípciaFoto: Divulgação/Secec - Agência Brasília

O filme Verde Seco, que será exibido no sábado, conta a história da jovem Iman, que mantém uma posição rígida sobre a extinção das tradições sociais, o que muda diante de uma terrível descoberta

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger - 05/01/2022 - 07:54:13

Espectadores estão convidados a conferir um recorte do audiovisual feito no Egito. A entrada será trocada por 1 kg de alimento não perecível

Fechado desde março de 2020 por conta da pandemia da covid-19, o Cine Brasília reabre ao público com a Mostra de Cinema Egípcio – Cine Brasília 2ª Edição. De quinta-feira (6) a domingo (9), os espectadores estão convidados a conferir um recorte do audiovisual feito naquele país. São seis longas-metragens premiados e de grande repercussão.

“É simbólico reabrir o Cine Brasília com uma mostra de filmes internacionais de embaixadas. Nosso espaço sempre acolheu essa programação. Faz parte da trajetória desse espaço patrimônio histórico”, destaca o secretário de Cultura em exercício, Carlos Alberto Jr.

“No período em que esteve fechado, o Cine Brasília passou por melhorias, como a troca do projetor e a adequação estrutural de acessibilidade”, aponta o coordenador de Audiovisual da Subsecretaria de Economia Criativa, Douro Moura.

O filme Yomeddine , em cartaz na sexta-feira, mostra a história de um coletor de lixo que decide viajar para o Egito, com seu aprendiz órfão, em busca da família

O coordenador destaca que o Cine Brasília retorna ao seu maior objetivo: “Dar à população do DF acesso ao cinema de qualidade, com eventos abertos ao público e a preços acessíveis”. Após a mostra, o Cine Brasília prepara uma programação regular.

As produções cinematográficas da Mostra de Cinema Egípcio – Cine Brasília 2ª Edição fizeram parte da edição on-line da 2ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo, apoiada pelo Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

“Certamente vão encantar o público brasiliense, que seguramente está com saudades de assistir a um bom filme na tela mais famosa da capital”, aponta o curador da mostra, Amro Saad.

A entrada será trocada por 1 kg de alimento não perecível. Para quem preferir assistir em casa, os filmes serão exibidos também na plataforma cinemaegipcio.com.

O público pode ainda conferir a exposição de cartazes de filmes candangos, exposta no hall do Cine Brasília. Serão observados os protocolos sanitários, como o uso obrigatório de máscaras.

Confira as sinopses e fichas técnicas dos filmes:

Mostra de Cinema Egípcio – Cine Brasília 2ª Edição – Ficha Técnica

Quinta (6)

  • Abertura da mostra, às 19h
  • Mawlana , às 20h

Sexta (7)

  • Yomeddine, às 20h

Sábado (8)

  • Fotocópia, às 17h (sessão inclusiva com audiodescrição)
  • Verde Seco , às 19h
  • Fotocópia , às 20h30

Domingo (9)

  • Mensagens do Mar , às 17h
  • O Elefante Azul , às 20h

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Comentários para "Cine Brasília reabre nesta quinta-feira (6) com Mostra Egípcia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Livro reúne 70 obras do pintor José Antonio da Silva

Livro reúne 70 obras do pintor José Antonio da Silva

Trata-se de uma obra fundamental para conhecer aspectos da vida e obra de Silva raramente explorados em outras publicações.

Revista portuguesa publica artigo de Juiz do TJDFT sobre inovação

Revista portuguesa publica artigo de Juiz do TJDFT sobre inovação

No texto, o magistrado do TJDFT trata da abordagem do New Public Service, no âmbito dos estudos ligados à Administração

Verdades que ninguém te conta: A importância de falar sobre a maternidade real

Verdades que ninguém te conta: A importância de falar sobre a maternidade real

Livro recém-lançado pela Editora MOL em parceria com a Tip Top reúne relatos de mulheres sobre os desafios reais que chegam com a vida de mãe, como as mudanças no corpo e os julgamentos externos

Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões anuais ao setor cultural

Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões anuais ao setor cultural

Texto de autoria da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) calcula que medida alcançaria 4.176 municípios brasileiros

Cópia restaurada de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol' será exibida em Cannes

Cópia restaurada de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol' será exibida em Cannes

A última versão digitalizada do filme é de 2002 e tem qualidade inferior à atual

Autora estreante lança livro criado a partir do desejo de se comunicar durante a pandemia

Autora estreante lança livro criado a partir do desejo de se comunicar durante a pandemia

“Quando escrevo, é para me lembrar da esperança que eu mesma sei que tenho”, diz Nathália Ferreira

Eu acredito no livro!

Eu acredito no livro!

Numa necessidade rápida, até podemos contar com um trago de águas quase podres, mas para a vida, para beber água viva, o livro é o único lugar onde nos encontraremos com a civilização, com o melhor dela

Ribeirão Preto celebra a literatura nacional com o 'Revolução Poética na Fábrica'

Ribeirão Preto celebra a literatura nacional com o 'Revolução Poética na Fábrica'

Serão cindo dias de programação gratuita, reunindo 14 autores de referência do universo cultural brasileiro

Capas influenciam quase 30% das crianças na escolha do livro

Capas influenciam quase 30% das crianças na escolha do livro

Diante das diversas motivações que podem influenciar na escolha de um livro antes da compra, a capa é uma das mais citadas pelos entrevistados, em especial entre as crianças

Livro detalha o primeiro disco lançado por Nara Leão, em 1964

Livro detalha o primeiro disco lançado por Nara Leão, em 1964

O álbum traz ainda Berimbau, de Vinicius e Baden Powell, que ainda nem era chamado de afro-samba. Outro exemplo: a faixa Nanã (Coisa Nº 5), que estaria no clássico disco Coisas, de Moacir Santos, lançado em 1965.

Quarteto de cordas lança álbum com obras de compositoras brasileiras

Quarteto de cordas lança álbum com obras de compositoras brasileiras

Pelos temas, pelas múltiplas estéticas e pela interpretação, o disco se faz a partir de diferentes, pessoais e fascinantes olhares