×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de dezembro de 2021

Combate a crimes de ódio rende ameaças de morte a ministra alemã da Justiça

Combate a crimes de ódio rende ameaças de morte a ministra alemã da JustiçaFoto: Deutsche Welle

Chefe da pasta da Justiça da Alemanha vem sofrendo intimidações nas redes sociais por projeto de lei prevendo o fornecimento de senhas de suspeitos de crimes de ódio. Social-democrata se declara inabalada.

Deutsche Welle - 27/12/2019 - 09:17:04

A ministra alemã da Justiça, Christine Lambrecht, propôs uma lei para combater os crimes de ódio na internet, prevendo que, em casos isolados, plataformas online possam ser forçadas a fornecer as senhas de usuários sob investigação.

Como revelou Lambrecht na edição desta quinta-feira (26/12) do jornal Handelsblatt , a iniciativa colocou na mira de criminosos: "A discussão das senhas resultou em que eu fosse maciçamente ameaçada, em relação à vida e à integridade física." No entanto, assegurou, com isso não se conseguirá intimidá-la – antes pelo contrário.


Ministra Christine Lambrecht não se deixar intimidar e encaminha ameaças a órgãos competentes

Segundo a política social-democrata, as ameaças chegam a ela "pelos caminhos mais diversos", como, por exemplo, o Facebook, e "essa não é a forma de se lidar com uma questão objetiva". Colocar contra o paredão, pendurar na árvore mais próxima, colocar na câmara de gás, desejar estupro em massa: nada disso tem qualquer coisa a ver com liberdade de expressão, criticou.

Lambrecht acredita que, em tais casos, e Estado de direito tem que "mostrar claramente onde ficam os limites, onde começa o direito penal", portanto ela encaminha às autoridades policiais toda ameaça que considere passível de pena.

O projeto de lei da ministra da Justiça visa enfrentar os crimes de ódio na internet obrigando redes sociais como Facebook e Twitter a denunciar aos órgãos competentes as incitações à violência e ameaças. Para permitir a identificação dos perpetradores, os investigadores poderão também exigir o fornecimento de senhas armazenadas em forma codificada.

Políticos de oposição e associações tacham tais planos de ingerência despropositada na esfera privada. O Ministério da Justiça contra-argumenta não se tratar de uma ampliação de sua autoridade, mas sim de uma maior especificação, já que num momento futuro um juiz terá que ordenar o fornecimento dos dados.

AV/afp,dpa

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Siga a Deutsche Welle no Facebook | Twitter | YouTube
| App | Instagram | Newsletter

Comentários para "Combate a crimes de ódio rende ameaças de morte a ministra alemã da Justiça":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Efeito de arrasto da CIIE ajuda café brasileiro a explorar ainda mais o mercado chinês

Efeito de arrasto da CIIE ajuda café brasileiro a explorar ainda mais o mercado chinês

Um barista apresenta café do Brasil aos consumidores chinese no evento de exibição do Dia Nacional do Café do Brasil em Shanghai, leste da China, em 3 de dezembro de 2021.

A democracia não deve ser decidida por

A democracia não deve ser decidida por "juízes autonomeados", diz a China em relatório

Segundo o relatório intitulado "China: democracia que funciona", a democracia é "um ideal" que sempre foi valorizado pelo Partido Comunista da China (PCC) e pelo povo chinês.

Dia Internacional destaca voluntariado para construção de futuro mais próspero

Dia Internacional destaca voluntariado para construção de futuro mais próspero

Voluntário do Unicef na Tailândia

Papa Francisco alerta para

Papa Francisco alerta para "retrocesso da democracia"

Ele citou a Europa e o resto do mundo

Presidente Jair Bolsonaro recebe convite de Vladimir Putin para visitar a Rússia

Presidente Jair Bolsonaro recebe convite de Vladimir Putin para visitar a Rússia

O presidente russo, Vladimir Putin, fala durante cerimônia para receber as credenciais de embaixadores estrangeiros no Kremlin, em Moscou, Rússia, 1º de dezembro de 2021

Um ano do desaparecimento de Lichita, a criança capturada pelo exército paraguaio

Um ano do desaparecimento de Lichita, a criança capturada pelo exército paraguaio

Mural da campanha "Eran niñas" ("eram crianças") no ato desta terça-feira (30) em Buenos Aires, em frente à Embaixada do Paraguai.

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Confira as vagas para postos em países de língua portuguesa

A África não pode ser penalizada por identificar e reportar nova variante, diz Guterres

A África não pode ser penalizada por identificar e reportar nova variante, diz Guterres

Em nota, o secretário-geral, António Guterres, elogiou a comunidade médico-científica da África do Sul por reportar a emergência ao mundo, de forma rápida

França afirma que não será refém da política britânica para imigração

França afirma que não será refém da política britânica para imigração

Ministro francês disse que país deve “limitar atratividade econômica”

Variante Ômicron chega a quatro continentes; Holanda confirma 13 casos

Variante Ômicron chega a quatro continentes; Holanda confirma 13 casos

"Não é improvável que mais casos apareçam na Holanda", disse o ministro da Saúde da Holanda, Hugo de Jonge. "Isso pode ser a ponta do iceberg".

Rússia afirma que se opõe à politização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing

Rússia afirma que se opõe à politização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing

A Rússia se opõe à politização dos próximos Jogos Olímpicos de Inverno em Beijing, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, na quinta-feira.