×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de janeiro de 2022

Companhia aérea é condenada a embarcar autista e cão de assistência emocional em voo

Companhia aérea é condenada a embarcar autista e cão de assistência emocional em vooFoto: © Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT

Em caso de descumprimento, a empresa aérea será penalizada com multa, no valor de R$ 5 mil

© Tribunal De Justiça Do Distrito Federal E Dos Territórios – Tjdft - 13/01/2022 - 21:26:19

Juíza da 3ª Vara Cível de Águas Claras do TJDFT determinou que a Gol Linhas Aérea autorize um autista a embarcar com seu cão de suporte emocional, com destino a São Paulo e posterior retorno à Brasília. Em caso de descumprimento, a empresa aérea será penalizada com multa, no valor de R$ 5 mil.





O passageiro informa que a companhia aérea não autorizou o embarque do cão de assistência, sob o argumento de que o embarque de animais estaria restrito a cães guia conduzidos por passageiros com deficiência visual. Conta que tem transtorno de espectro autista, disforia sensível à rejeição e transtorno de processamento sensorial e, por indicação médica, iniciou terapia com cão de assistência, que lhe propicia melhoras no seu quadro de saúde, como tranquilidade para desempenhar atividades rotineiras, redução da ansiedade, melhora do sono e menor impulsividade.

Ao analisar o caso, a juíza explicou que “é certo que não há regulamentação específica da Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC a respeito dos animais de suporte emocional, de modo que cada companhia aérea possui regramento próprio a respeito do tema”. No entanto, lembrou que “tramita atualmente na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei nº 3759/2020, que visa assegurar aos passageiros com transtornos psiquiátricos o direito de transportar consigo animal de assistência emocional e animal de serviço nas cabines das aeronaves das companhias aéreas brasileiras”.

No caso, para a magistrada, não há razões, aparentemente, que justifique a negativa da companhia aérea, uma vez que a proibição de embarque do cão de assistência do autor não está fundamentada em razões de segurança ou em motivos de ordem técnica, e sim a recusa ter sido embasada apenas no fato de o embarque ser restrito a cães guia.

Segundo a julgadora, “não se justifica o tratamento desigual entre o passageiro deficiente visual, que precisa viajar com seu cão guia, em relação ao passageiro com transtorno psíquico, que necessita viajar com seu animal de assistência emocional”.

Cabe recurso.

Acesse o PJe1 e confira o processo : 0700266-45.2022.8.07.0020


Comentários para "Companhia aérea é condenada a embarcar autista e cão de assistência emocional em voo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Polícia Federal recolhe 15 girafas em resort e prende duas pessoas

Polícia Federal recolhe 15 girafas em resort e prende duas pessoas

Animais importados da África estavam em condições inadequadas

Especialista explica as dúvidas mais recorrentes sobre os pets e o verão

Especialista explica as dúvidas mais recorrentes sobre os pets e o verão

Tosa ideal, protetor solar e quantidade de água recomendada por dia

Hipopótamos ganham nova vida no Zoológico de Brasília

Hipopótamos ganham nova vida no Zoológico de Brasília

Após reforma, os mamíferos contam com área sete vezes maior que o recinto anterior

Zoo de Brasília: O amor está no ar, e a natureza agradece

Zoo de Brasília: O amor está no ar, e a natureza agradece

Macho e fêmea de urso-de-óculos se conhecem no Zoo de Brasília e, com orientação de especialistas, podem contribuir para a conservação da espécie

Serviço Veterinário Público tem novo número para atendimento

Serviço Veterinário Público tem novo número para atendimento

Tutores podem tirar dúvidas, solicitar informações ou enviar sugestões para WhatsApp da unidade veterinária

Animais para adoção procuram novas famílias em Brasília

Animais para adoção procuram novas famílias em Brasília

Vermifugados, vacinados e castrados, bichinhos buscam novo lar

Juiz condena homem a seis anos de prisão por abusos e agressões a 16 cachorros

Juiz condena homem a seis anos de prisão por abusos e agressões a 16 cachorros

O magistrado considerou ainda que elementos indicam que o réu 'se prevaleceu da situação e contexto de pandemia para a prática do delito, o que torna o crime ainda mais grave'.

Leve um amigo para casa! Zoonoses tem animais disponíveis para adoção

Leve um amigo para casa! Zoonoses tem animais disponíveis para adoção

A doce Kiara teve quatro filhotinhos que já foram adotados e espera sua vez de encontrar um lar

Cachorra sentada em cadeira de praia, com chapéu e óculos, é o 1º meme de 2022

Cachorra sentada em cadeira de praia, com chapéu e óculos, é o 1º meme de 2022

Sombra e água fresca é o que muita gente procurou na virada do ano. Começar 2022 na praia, curtindo o sol e boa companhia é uma boa pedida.

Área pet friendly é delimitada e terá uma série de regras

Área pet friendly é delimitada e terá uma série de regras

Começa a valer em Santos lei que permite cachorros na praia

Entenda por que fogos de artifício assustam cachorros e gatos

Entenda por que fogos de artifício assustam cachorros e gatos

Confira dicas para amenizar o sofrimento do seu bichinho de estimação