×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de maio de 2022

Defensores de animais protestam contra a morte do cachorro Grandão, em Brasília

Defensores de animais protestam contra a morte do cachorro Grandão, em BrasíliaFoto: Reprodução

Animal pesava 49 kg em julho, quando foi adotado; na última quinta-feira (28), ele morreu com 19 kg. Grupo fez manifestação em frente ao quiosque do homem acusado de maus- tratos.

Por Nicole Angel* - 03/12/2019 - 07:13:11

Uma manifestação na Asa Norte, na noite desta segunda-feira (2), reuniu representantes de ONGs e voluntários em um protesto contra a morte do cachorro Grandão. Em julho, quando foi adotado em uma feira, em Brasília, o animal pesava 49 quilos. Na última quinta-feira (28), Grandão morreu com 19 quilos.

O protesto foi em frente ao quiosque do homem acusado de maus-tratos ao animal. Durante o ato, o grupo acendeu velas, pediu justiça e colou cartazes com as fotos de Grandão.

"O Grandão não teve o socorro que ele precisava por muitas entraves, mas estamos aqui pra pedir justiça por ele", disseram os manifestantes.

Os representantes da Organização Não Governamental (ONG) Toca Segura, que promoveu a feira de adoção na qual Grandão foi entregue, estiveram no ato. Voluntários de, pelo menos, outras cinco associações protetoras acompanharam a manifestação.

A Toca Segura afirma que durante os quatro meses em que esteve com o cachorro, o empresário se recusou a receber os representantes da organização que queriam ver como Grandão estava se adaptando. Até a última atualização desta reportagem, o homem que adotou o animal não quis falar sobre o assunto. Ele apenas se manifestou por uma rede social ( veja mais abaixo )

A OAB de Taguatinga-DF também esteve no ato. Conforme os protetores, o homem que adotou Grandão deverá responder na Justiça pelo crime de maus-tratos. "Ele tem que saber que os protetores de animais são unidos", afirmou Ana Paula Vasconcelos, representante de uma das ONGs.

"Se isso não dói na alma dele, vai doer no bolso."

Representantes de organizações protetoras de animais colaram cartazes junto ao quiosque do homem acusado de maus-tratos, em Brasília — Foto: Nicole Angel/ G1

Grandão morreu após ser resgatado por sofrer maus-tratos. Ele tinha perdido 30 quilos e, segundo os veterinários que o examinaram, estava com anemia severa e feridas pelo corpo.

O cachorro foi adotado durante um evento, no Eixão Sul, em Brasília. O grupo de resgate a animais abandonados, Toca Segura, havia montado um espaço para a adoção responsável.

De acordo com a ONG, após a adoção, é comum manter contato com o novo responsável para monitorar o bem-estar do animal. Como o empresário não dava notícias e se recusou a receber os voluntários, as suspeitas começaram.

"Essa adoção acabou se tornando um pesadelo, nós pedimos o cachorro de volta, mas o homem que estava com ele se recusou a nos devolver", disse uma das voluntárias.

A morte de Grandão foi anunciada pelas redes sociais do grupo. Os protetores disseram estar "devastados" e afirmaram que os advogados da ONG irão assumir o caso.

Confira o relato do empresário que adotou Grandão em uma rede social

“Tem muita gente pedindo para eu me retratar aqui, dar o meu depoimento, a minha declaração, eu acho que tem muitas pessoas aqui que não me conhecem, que estão falando muito mal, coisas muito pesadas comigo. Eu não discordo de quem ama os animais, de quem cuida dos animais, isso porque eu tenho outros cachorros na minha casa, eu tenho outros animais, e eu sou um cara que ama os animais ao ponto de ter mais de um, de dois, de três. Eu jamais iria numa feira de doação, adotar um animal para maltratar ele. O meu lado da versão vai ser provado na Justiça."

*Sob supervisão de Maria Helena Martinho

Comentários para "Defensores de animais protestam contra a morte do cachorro Grandão, em Brasília":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Receita Federal alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Receita Federal alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Órgão lembra que é preciso ter cuidado com e-mails

Exposição apresenta olhar de embaixadores sobre Brasília

Exposição apresenta olhar de embaixadores sobre Brasília

Mostra de fotos foi inaugurada no Museu de Arte de Brasília (MAB) e evidencia o olhar de diplomatas sobre a capital federal

Pesquisa da UFMG mostra subnotificação de casos de covid-19 em 2020

Pesquisa da UFMG mostra subnotificação de casos de covid-19 em 2020

Estudo analisou dados em Belo Horizonte, Salvador e Natal

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

"Se não estamos no mercado de trabalho ou no parlamento, não estamos em lugar nenhum”, diz representante de Frente

Anvisa para de testar presença de agrotóxicos nos alimentos

Anvisa para de testar presença de agrotóxicos nos alimentos

A agência suspendeu monitoramento em 2020 , usando pandemia como justificativa

Diretora da Anvisa diz que há pressão de líderes do Centrão para tirá-la

Diretora da Anvisa diz que há pressão de líderes do Centrão para tirá-la

"Fico assustada com as coisas que acontecem lá dentro (da Anvisa). Existe uma influência enorme das indústrias, uma influência enorme do Congresso", disse ao blog.

Incra suspende atividades que envolvam deslocamentos por falta de recursos

Incra suspende atividades que envolvam deslocamentos por falta de recursos

A autarquia informou que o motivo é a falta de recursos do Orçamento

Golpe do leilão cresce na pandemia e 2 mil sites falsos são identificados

Golpe do leilão cresce na pandemia e 2 mil sites falsos são identificados

"O pagamento das mercadorias arrematadas em leilão é feito por meio de Documento de Arrecadação Federal (Darf) e nunca mediante depósitos ou transferências para contas de terceiros"

Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupa

Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupa

Disponibilidade de leitos pós-pandemia, dengue e planejamento orçamentário da SES foram outros itens debatidos em reunião entre o MPDFT e a SES nesta quarta-feira, 11 de maio

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

"Se não estamos no mercado de trabalho ou no parlamento, não estamos em lugar nenhum”, diz representante de Frente

Exposição de Otoniel Fernandes traz novo olhar sobre os espaços de Brasília

Exposição de Otoniel Fernandes traz novo olhar sobre os espaços de Brasília

A exposição segue até o dia 27 de maio