×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 24 de outubro de 2021

Empresário Luiz Estevão deixa o Presídio Papuda para Saidão nesta quinta-feira

Empresário Luiz Estevão deixa o Presídio Papuda para Saidão nesta quinta-feiraFoto: R7

Empresário cumpriu requisitos legais e teve progressão de regime autorizada pela Justiça. Assim, ganhou direito a saídas temporárias

Por Otto Valle-metrópoles - 28/03/2019 - 18:15:25

O empresário Luiz Estevão deixou o Complexo Penitenciário da Papuda na manhã desta quinta-feira (28/3). O Saidão, que se estenderá até as 10h de segunda (1°/4), faz parte do benefício concedido a partir de decisão da Vara de Execuções Penais (VEP), que autorizou a progressão de pena para o regime semiaberto. Com isso, Estevão passou a ter direito a saídas temporárias e ao trabalho externo.

No último dia 1º, a VEP concedeu a progressão de pena após Luiz Estevão cumprir os requisitos para ter direito ao benefício, previsto em lei. A defesa do empresário apresentou uma oferta de emprego em uma imobiliária. Dessa forma, Estevão poderá deixar a cadeia diariamente para trabalhar e voltar à penitenciária à noite.

O pedido de trabalho externo depende agora de análise na Seção Psicossocial do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT). Enquanto isso, Luiz Estevão pode deixar a cadeia temporariamente, nas datas estabelecidas pela Justiça. Para 2019, estão previstos 11 saidões, que somam 35 dias de liberdade para os beneficiados.

A saída temporária desta quinta (28) é a primeira de Estevão. Desde que o ex-senador foi preso, em 8 de março de 2016, ele só havia deixado a unidade para audiências judiciais.

Na avaliação da juíza da VEP, Leila Cury, Luiz Estevão atende aos requisitos exigidos para a progressão: cumpriu mais de um sexto da pena total imposta, considerando-se os dias trabalhados e estudados, e não responde por faltas disciplinares graves.

“Não vislumbro óbice à concessão da progressão, uma vez que não há infração disciplinar de natureza grave pendente de apreciação por esta VEP, não havendo notícia de ocorrência apta a macular o comportamento carcerário do sentenciado, conforme consulta ao prontuário registrado no Siapen [Sistema Integrado de Administração do Sistema Penitenciário]”, justificou.

A magistrada determinou a transferência do ex-senador para o Bloco V, Ala C, do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda, o que deverá ocorrer tão logo seja deferido o trabalho externo. No local, ele cumprirá a nova etapa de sua pena.

Luiz Estevão foi condenado a 26 anos pelos crimes de peculato, estelionato e corrupção ativa em razão do desvio de recursos referentes à construção do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP).

Em nota, a Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) afirmou que a saída temporária é prevista pela Portaria nº 001/2019, da Vara de Execuções Penais, e contempla presos que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saídas temporárias. Segundo a pasta, os presos que não retornarem no dia e no horário previstos ficam sujeitos à perda do direito ao regime.

Comentários para "Empresário Luiz Estevão deixa o Presídio Papuda para Saidão nesta quinta-feira":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
'Nada pode me limitar ou definir', diz a modelo com síndrome de Down

'Nada pode me limitar ou definir', diz a modelo com síndrome de Down

O sonho de ser modelo, ela relata, começou aos 16 anos, quando foi internada com meningite bacteriana e ficou dez dias em coma.

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Segundo as investigações da polícia, o gerente cometeu atitude discriminatória contra a delegada Ana Paula Barroso, que é negra no último dia 14 de setembro.

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Quase 1 milhão de crianças nasceram como refugiadas entre 2018 e 2020

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

"Ainda que a ré seja incapaz, sobre o que não produziu sequer começo de prova, tal condição não afasta sua responsabilidade pelos prejuízos a que der causa", observou a juíza.

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

A "pobreza menstrual" era um tema de pouca repercussão na época e não motivava projetos de lei como hoje, a exemplo do vetado nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro. E passava longe de ser associado ao cotidiano de meninas.

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Em decisões anteriores, Fachin já havia determinado à União que apresentasse as medidas sanitárias relativas à covid-19 nas comunidades quilombolas

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Prazo para repostas ao mapeamento é até 17 de dezembro - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Selo emitido pela Administração Postal da ONU com uma pintura de Mahatma Gandhi de Ferdie Pacheco em Comemoração do Dia Internacional da Não-Violência

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

Apenas 18 mulheres discursaram nos debates de alto nível da Assembleia Geral em 2021

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados venezuelanos são registrados na Polícia Fedral de Boa Vista para emissão e regularização de documentos.

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

O Zé Ninguém