×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de junho de 2022

Enquanto famosos ostentam, pobres anônimos morrem sem ar

Enquanto famosos ostentam, pobres anônimos morrem sem arFoto: Ilustração: Blog Sala de TV

Há dois Brasis: o ‘fake’ das celebridades alienadas e o da gente comum que luta para sobreviver à pandemia

Jeff Benício - Portal Terra - 15/01/2021 - 11:17:30

Em qual Brasil você vive? O do Instagram, onde muitos artistas e subcelebridades se promovem a partir de fotos milimetricamente posadas que exibem felicidade exagerada e sensualidade vulgar, ou o da realidade alarmante, no qual um vírus mata no País mais de mil pessoas por dia — algumas delas por falta de um simples cilindro de oxigênio?

Todos têm o direito de se divertir um pouco na pandemia, mas espera-se ação solidária de quem se diz influenciador de milhões de pessoas

Todos têm o direito de se divertir um pouco na pandemia, mas espera-se ação solidária de quem se diz influenciador de milhões de pessoas

Você está no Brasil da máscara e do álcool em gel, do distanciamento social e da torcida pela vacinação, ou na terra das festas clandestinas, do desprezo pelo risco de se infectar e contaminar a outros, do negacionismo a respeito da eficácia e imprescindibilidade da imunização coletiva? Onde você se encontra?

Ok, a vida precisa seguir. Faz-se necessário abstrair, enxergar e usufruir o lado bom da existência em plena pandemia. A saúde mental exige olhar positivo acima do caos. No entanto, quem acompanha as notícias do universo artístico pode se intoxicar com a alienação desavergonhada e o excesso de futilidade. Sucumbir à frivolidade é uma tentação.

Enquanto desconhecidos morrem asfixiados em hospitais lotados de Manaus, ‘personalidades de mídia’ postam o look patrocinado do dia, o prato do restaurante badalado, selfie (com filtro de beleza artificial) no destino turístico exclusivo de ricos e famosos. Risos forçados, legendas vazias.

Nenhuma mensagem de solidariedade. Zero iniciativa de mobilização dos milhões de seguidores para oferecer alguma ajuda. Inexistente exercício básico de empatia. Falar de pandemia pra quê? Vai começar um novo ‘Big Brother’. Vamos fingir que não há uma guerra mortal lá fora, no Brasil feio e triste, sem Photoshop e desinteressante para ‘likes’.

Esse Brasil onde ninguém mereceria estar, mas onde nos encontramos e precisamos sobreviver. Cada um, e todos.

Comentários para "Enquanto famosos ostentam, pobres anônimos morrem sem ar":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
A cada hora, 3 brasileiros sofrem amputação de pernas ou pés

A cada hora, 3 brasileiros sofrem amputação de pernas ou pés

O diabetes é uma das principais causas da amputação de membro inferior

Cuidado: A automedicação pode levar à morte

Cuidado: A automedicação pode levar à morte

Dr. Gustavo Eder Sales explica os riscos de se automedicar por meio de pesquisas na internet

14 dúvidas comuns sobre maconha medicinal

14 dúvidas comuns sobre maconha medicinal

A médica Jessica Durand esclarece as dúvidas mais frequentes dos pacientes sobre maconha medicinal

Alerta: Os riscos psicológicos da adultização da infância

Alerta: Os riscos psicológicos da adultização da infância

Psicanalista alerta que esse comportamento pode ocasionar encurtamento da infância e sexualização precoce

Lapsos de memória podem não significar doença mental, diz a psiquiatra Danielle H. Admoni

Lapsos de memória podem não significar doença mental, diz a psiquiatra Danielle H. Admoni

Situações de estresse aumentam chances de "efeito porta"

Brasil Trading Fitness Fair se transforma e vira plataforma de oportunidades

Brasil Trading Fitness Fair se transforma e vira plataforma de oportunidades

Em 2019, a BTFF reuniu mais de 70 mil visitantes, gerando R$ 80 milhões em negócios

Projeto leva saúde oftalmológica e atendimento psicossocial a jovens da rede pública

Projeto leva saúde oftalmológica e atendimento psicossocial a jovens da rede pública

A previsão é de que, pelo menos, 20 escolas, e 15 mil alunos serão beneficiadas pelo Ver Melhor Educa + até o final do projeto.

Tabus da saúde masculina são desafio contra a automedicação

Tabus da saúde masculina são desafio contra a automedicação

No combate à automedicação, o diagnóstico e acompanhamento médico por meio de plataforma digital é uma opção para garantir o acesso a tratamentos cientificamente comprovados para doenças masculinas

Se já testei positivo para Covid-19 posso doar sangue?

Se já testei positivo para Covid-19 posso doar sangue?

Quem adquiriu covid-19 sintomática, mesmo que leve, deve esperar 10 dias após a plena recuperação de todos os sintomas para poder realizar a doação de sangue

Amamentação: Tão particular e tão universal

Amamentação: Tão particular e tão universal

Ah, e claro: ajude a defender o direito de amamentar em qualquer lugar, numa boa, porque já tem confusão demais nisso

Empresas que investem em saúde mental tem índice de bem-estar melhor que média nacional

Empresas que investem em saúde mental tem índice de bem-estar melhor que média nacional

Criado pelo Zenklub, o Índice de Bem-Estar Corporativo (IBC) permite que as empresas tenham um panorama do bem-estar de seus colaboradores