×
ContextoExato

Estudante de 17 anos cria prótese dentária com casca de ovo como matéria-prima

Estudante de 17 anos cria prótese dentária com casca de ovo como matéria-primaFoto: Estudante Gabriela Moraes de Santana, 17 anos (acervo pessoal)

Projeto levou o primeiro lugar no Prêmio Jovem na Ciência 2019

Redação Com Educa Mais Brasil - 12/11/2020 - 11:35:25

Foi quando percebeu que a sua curiosidade e paixão pela área de saúde poderiam ajudar as pessoas com menor poder aquisitivo que a estudante baiana Gabriela Moraes de Santana, 17 anos, passou a prestar atenção ao seu redor unindo aspectos da sua realidade ao aprendizado na Escola SESI Djalma Pessoa, onde cursa o Ensino Médio. O resultado foi a criação do projeto científico sobre próteses dentárias criadas a partir da substância da casca do ovo de galinha.

O projeto, denominado de Pônticos Dentários Confeccionados com Hidroxiapatita Produzida a Partir da Casca de Ovo da Gallus Gallus Domesticus, foi desenvolvido como projeto de Iniciação Científica e tem como objetivo baratear o custo das próteses dentárias.

“Teve um momento da minha vida que eu comia muito ovo e, então, parei para pensar ‘não é possível que o Brasil seja um dos maiores produtores de ovo do mundo e que a gente coma e descarte tanto as cascas. Será que elas e não têm utilidade de fato?’, questionava-se a estudante que começou a pensar na possibilidade da pesquisa em casa mesmo.

A pesquisa rendeu para Gabriela conhecimentos que extrapolam a sala de aula e o primeiro lugar no Prêmio Jovem Cientistas 2019, realizado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), além da participação entre as finalistas na 18ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace).

“Quando você vai para a Feira, seja como ouvinte ou como participante, é lindo porque você vê que o jovem é capaz de fazer ciência e, muitas vezes, a gente duvida do nosso potencial por sermos novos demais. Eu via projetos incríveis de pessoas que estavam ali fazendo acontecer, projetos que vem para agregar e trazer um impacto muito grande na vida das pessoas. Eu sou extremamente grata por ter participado e estar participando até hoje”.

Com uma bagagem para lá de diferenciada, a estudante Gabriela já tem planos definidos: ingressar no curso de Biomedicina e conseguir aprofundar seu projeto de pesquisa na faculdade. Ao olhar para trás, ela hoje tem uma certeza ainda maior do que que quer para o futuro: “aquela menina que brincava com os produtos de limpeza de casa está conseguindo’”, vibra.

Professor explica processos da pesquisa

Orientador de Gabriela, o professor de Ciências Biológicas e de Iniciação Cientifica, Marcelo Barreto, explica que um dos primeiros passos dos projetos de iniciação científica é entender as demandas que os próprios alunos trazem a partir das suas realidades. “O aluno vem para a linha de pesquisa e começamos a trabalhar qual problemática ele vivencia para que a gente consiga, a partir da sua realidade, ajudá-lo a desenvolver ciência”.

Comentários para "Estudante de 17 anos cria prótese dentária com casca de ovo como matéria-prima":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório