×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Exagerou nas festas de fim de ano? Desintoxique-se e inicie bem 2022

Exagerou nas festas de fim de ano? Desintoxique-se e inicie bem 2022Foto: Agência Brasília

Nutricionista da Rede de Atenção Secundária dá dicas de como compensar os excessos e retomar uma rotina de hábitos saudáveis

Adriana Izel, Da Agência Brasília | Edição: Chico Neto - 03/01/2022 - 08:03:56

“Basta ter uma alimentação saudável, com alimentos naturais, bom aporte de água, para que o organismo consiga voltar ao normal” Camila Sousa Costa Pessoa, nutricionista

Exagerar nas festas de fim de ano é algo muito comum. É difícil resistir às comidas típicas das festas de Natal e de ano-novo que lotam as mesas das ceias. Mas é preciso ter cuidado com os excessos e retomar o quanto antes os hábitos alimentares mais saudáveis.

“O ideal seria que degustássemos usando a atenção plena, isto é, comendo devagar, de forma a saborear e aproveitar cada alimento com moderação e consciência – porém o que ocorre é que muitas vezes exageramos nas quantidades”, atenta a nutricionista Camila Sousa Costa Pessoa, do Centro Especializado em Diabetes, Obesidade e Hipertensão Arterial (Cedoh) da Rede de Atenção Secundária.

O consumo de vegetais frescos ajuda na recuperação | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

Se você acabou passando da conta – seja na comida, seja na bebida – na passagem de ano, o importante é cuidar logo. “Faça uma [próxima] refeição leve, saborosa, rica em vegetais, frutas ou cereais integrais”, recomenda Camila. É necessário retirar as toxinas do corpo. Para isso, é preciso garantir o bom funcionamento dos órgãos. “Basta ter uma alimentação saudável, com alimentos naturais, bom aporte de água, para que ele consiga voltar ao normal”, diz.

A nutricionista lembra que uma boa dica é pensar no grupo alimentar consumido em demasia, para ter ideia do que pode ser reduzido na próxima alimentação. “Por exemplo, se na ceia eu exagerei na quantidade de pernil, então no próximo dia preciso reduzir a porção de carnes, queijos, ovos, pois meu organismo está cheio de gordura saturada circulando”, explica.

No caso da bebida alcoólica, o exagero no consumo sobrecarrega o fígado, responsável pela eliminação das toxinas. A nutricionista orienta: “Sugiro investir na hidratação – o consumo de água na quantidade adequada, que seria 35 ml vezes o peso da pessoa para o consumo diário – e manter uma alimentação saudável, evitando jejuns prolongados”. Para quem está sofrendo com ressaca, vale tomar um chá de boldo.

Leia também

Lançada a Política Distrital de Alimentação e Nutrição

Vida saudável

O início do ano é sempre marcado por promessas e metas. Depois de exagerar nas ceias, que tal começar 2022 buscando uma rotina de hábitos saudáveis? A nutricionista do Cedoh recomenda atividades físicas regulares e alimentação balanceada, em prol do bem-estar físico, mental e social. “Vai muito além da ausência de doenças”, diz. “É salutar que nos coloquemos a refletir sobre cada um dos aspectos da nossa vida, especialmente nessa época do ano, que é tão propícia [a exageros]”.

De acordo com Camila, é importante analisar seis aspectos que influenciam na adoção de novos hábitos: como está a alimentação; a rotina de exercício físico; como está o lado emocional; a qualidade do sono; a vida social e os relacionamentos e a motivação para mudar. “Digamos que esses são questionamentos fundamentais para fazermos uma análise da nossa qualidade de vida, promovermos um autocuidado; assim, traçar estratégias após essa análise será bem mais fácil e com resultados mais assertivos”, conclui

Comentários para "Exagerou nas festas de fim de ano? Desintoxique-se e inicie bem 2022":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Entenda por que a Candida auris foi apelidada de superfungo

Entenda por que a Candida auris foi apelidada de superfungo

De 18 casos identificados no Brasil, dois resultaram em morte

Saúde mental: Quando procurar ajuda?

Saúde mental: Quando procurar ajuda?

Rede pública de saúde oferece atendimento de acordo com a demanda do usuário

Atendimentos a dependentes químicos crescem 54% em 1 ano de pandemia

Atendimentos a dependentes químicos crescem 54% em 1 ano de pandemia

Aumento do atendimento aos dependentes químicos durante a pandemia da COVID-19

Saúde mental deve ser debatida de forma permanente

Saúde mental deve ser debatida de forma permanente

Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) são serviços especializados de saúde mental inseridos na comunidade e funcionam sem a necessidade de encaminhamento

Anac diz que monitora cancelamento de voos por Covid-19

Anac diz que monitora cancelamento de voos por Covid-19

Em casos de uma hora de atraso ou cancelamento, a empresa deverá prestar medidas para facilitar a comunicação

Covid-19 no Brasil: Saúde reduz prazo de isolamento para assintomáticos

Covid-19 no Brasil: Saúde reduz prazo de isolamento para assintomáticos

Bolsonaro diz que não admitirá ser banido das redes

Pele oleosa: Duas dicas importantes para quem quer controlar a oleosidade

Pele oleosa: Duas dicas importantes para quem quer controlar a oleosidade

Limpeza e esfoliação devem fazer parte de qualquer skincare, independentemente do tipo de pele, contudo, as peles mais oleosas precisam de um cuidado redobrado com estes dois passos

Máscaras não afetam respiração ou trazem risco à prática de exercícios

Máscaras não afetam respiração ou trazem risco à prática de exercícios

Pesquisa da Faculdade de Medicina da USP avaliou adultos saudáveis

Agorafobia atinge 150 mil brasileiros, aponta estudo

Agorafobia atinge 150 mil brasileiros, aponta estudo

Adoção de estratégias pode ajudar a vencer agorafobia

Câncer cervical pode ser primeiro tipo cancerígeno a ser eliminado, diz OMS

Câncer cervical pode ser primeiro tipo cancerígeno a ser eliminado, diz OMS

Jovem recebe primeira dose da vacina contra o HPV na Mauritânia.

Confira as regiões do DF com doses de vacina contra a gripe

Confira as regiões do DF com doses de vacina contra a gripe

Quem ainda não se vacinou contra a gripe pode procurar uma unidade na região onde ainda há doses disponíveis. A vacina contra a influenza é segura e previne contra as formas mais graves da doença |