×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de janeiro de 2022

Fachin suspende todos processos sobre demarcação de terras indígenas até o fim da pandemia

Fachin suspende todos processos sobre demarcação de terras indígenas até o fim da pandemiaFoto: Marcelo Camargo - ABr

Ministro do Supremo Tribunal Federal determinou a suspensão de 'ações possessórias, anulatórias de processos administrativos de demarcação, bem como os recursos vinculados a essas ações, sem prejuízo dos direitos territoriais dos povos indígenas'

Estadão Conteúdo - 07/05/2020 - 11:24:27

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, determinou nesta quarta, 6, a suspensão de todos os processos no País que tratem de demarcação de terras indígenas até o fim da pandemia do novo coronavírus ou até o julgamento final de recurso extraordinário que discute a definição do estatuto jurídico-constitucional das relações de posse das áreas de tradicional ocupação indígena. Na avaliação do ministro, a manutenção da tramitação de processos, com o risco de determinações de reintegrações de posse, ‘agrava a situação dos indígenas, que podem se ver, repentinamente, aglomerados em beiras de rodovias, desassistidos e sem condições mínimas de higiene e isolamento para minimizar os riscos de contágio pelo coronavírus’.

A decisão atende a pedido feito pela comunidade indígena Xokleng da Terra Indígena Ibirama La Klaño e outras partes interessadas do recurso extraordinário em questão. As informações foram divulgadas pelo STF.

Segundo Fachin, ‘deve incidir o princípio constitucional da precaução, que exige do Poder Público que atue para reduzir os riscos socioambientais, em defesa da manutenção da vida e da saúde’.

Ao deferir a suspensão, o relator salientou que a orientação da Organização Mundial de Saúde é a de adoção do isolamento social e de outras medidas para impedir a disseminação da Covid-19. O relator frisou que os indígenas ‘sofrem há séculos com doenças que muitas vezes são responsáveis por dizimar etnias inteiras pelo interior do país’.

“Determino, nos termos do pedido, a suspensão nacional dos processos judiciais, notadamente ações possessórias, anulatórias de processos administrativos de demarcação, bem como os recursos vinculados a essas ações, sem prejuízo dos direitos territoriais dos povos indígenas, modulando o termo final dessa determinação até a ocorrência do término da pandemia da COVID-19 ou do julgamento final da Repercussão Geral no Recurso Extraordinário 1.017.365 (Tema 1031), o que ocorrer por último, salvo ulterior decisão em sentido diverso”, escreveu o ministro na decisão.

O recurso extraordinário em questão, o RE 1017365, foi apresentado à Corte pela Fundação Nacional do Índio (Funai) e questiona decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) que julgou procedente ação de reintegração de posse de área em Santa Catarina. A área, declarada administrativamente como de ocupação tradicional dos índios Xokleng, está localizada em parte da Reserva Biológica do Sassafrás. Em fevereiro de 2019 o processo teve repercussão geral reconhecida.

Comentários para "Fachin suspende todos processos sobre demarcação de terras indígenas até o fim da pandemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
UBS 1 da Asa Sul abre drive-thru noturno para vacinação de adultos

UBS 1 da Asa Sul abre drive-thru noturno para vacinação de adultos

A Unidade Básica de Saúde 1 da Asa Sul passa a oferecer, a partir desta segunda (24), vacinação para adultos em drive-thru, das 18h às 22h

Campanha de castração de cães e gatos abre 3,2 mil vagas gratuitas no DF

Campanha de castração de cães e gatos abre 3,2 mil vagas gratuitas no DF

DF abre 3,2 mil vagas na primeira etapa da Campanha de Castração de Cães e Gatos

Combate à dengue no DF ganha reforço para regiões onde há mais mosquitos

Combate à dengue no DF ganha reforço para regiões onde há mais mosquitos

Em reunião no Palácio do Buriti, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde apresentou as notificações de 800 casos prováveis de dengue na primeira quinzena de janeiro na capital

Taxa de transmissão da Covid-19 alcança a máxima já registrada no Distrito Federal

Taxa de transmissão da Covid-19 alcança a máxima já registrada no Distrito Federal

Taxa de transmissão da covid-19 no DF alcança 2,61 e iguala a máxia já registrada desde o início da pandemia

Reservatórios cheios, mas atenção precisa ser redobrada!

Reservatórios cheios, mas atenção precisa ser redobrada!

Níveis do Descoberto e de Santa Maria são ideais, mas especialistas apelam pelo uso consciente de água, visando o período de estiagem

Roubo de tampas de bocas de lobo causa prejuízo ao DF de quase R$ 400 mil

Roubo de tampas de bocas de lobo causa prejuízo ao DF de quase R$ 400 mil

É preciso denunciar esse tipo de crime e quem vir um bueiro sem tampa deve entrar em contato com a administração de sua RA ou com a Novacap, pelo 162

Sintomas parecidos, doenças diferentes e a busca do diagnóstico

Sintomas parecidos, doenças diferentes e a busca do diagnóstico

Atualmente, a vacina contra a influenza está disponível para grupos prioritários de pessoas com idades acima de 60 anos, privadas de liberdade e imunodepressivos, além de pessoas com comorbidades |

Como precaução, Detran-DF adia passeio ciclístico

Como precaução, Detran-DF adia passeio ciclístico

O evento seria realizado no próximo domingo ( 23), em Samambaia

Biblioteca Pública de Brasília reabre reformada

Biblioteca Pública de Brasília reabre reformada

Localizado nas entrequadras 312/313, o espaço de 313 metros quadrados nasceu da mobilização popular

Distrito Federal começa a vacinar crianças de 6 e 7 anos contra a Covid-19

Distrito Federal começa a vacinar crianças de 6 e 7 anos contra a Covid-19

Público receberá a primeira dose da vacina CoronaVac; vacinação também abrange crianças a partir dos 8 anos, adolescentes e adultos

Eletricitários realizam ato em Brasília contra a privatização da Eletrobras

Eletricitários realizam ato em Brasília contra a privatização da Eletrobras

A empresa, que é responsável por 30% da geração e 50% da transmissão de energia elétrica no país, foi incluída no PND em 2017, ainda no governo de Michel Temer.