×
ContextoExato
Responsive image

Guedes nega saída: "Não vou deixar o país na hora mais grave"

Guedes nega saída: Foto: Rafaela Felicciano - Metrópoles

Ministro da Economia, Paulo Guedes, concedeu entrevista à XP investimentos, para comentar medidas de enfrentamento ao novo coronavírus

Mayara Oliveira - Metrópoles - 29/03/2020 - 08:31:41

O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou na noite deste sábado (28/03) que vá deixar o cargo. A declaração foi feita durante transmissão ao vivo patrocinada pela XP Investimentos, onde o ministro comentava os desafios da economia brasileira frente à pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Durante a entrevista, Guedes foi questionado sobre os boatos sobre sua saída da gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), devido à lentidão do andamento da pauta econômica no Legislativo.

Mais sobre o assunto

“Pessoal, conversa fiada total. Presidente tem total confiança no meu trabalho. Eu tenho confiança que o presidente quer consertar essa parte econômica. Nós fomos atingidos por um meteoro, vamos combater o meteoro e no ano seguinte, esse ano ainda, vamos retomar as reformas estruturantes para o país”, disse o ministro. “Não tem esse negócio de sair. Como é que vou deixar o país na hora mais grave?.”

Os boatos ainda se intensificaram depois que Guedes passou a despachar diretamente de sua casa, no Rio de Janeiro. O ministro explicou, no entanto, que o motivo foi porquê ele foi “despejado de um hotel”.

Por este motivo, o presidente Bolsonaro convidou Guedes a morar na Granja do Torto, uma das residências oficias da Presidência da República. “Vem minha mulher, meu cachorro, todo mundo. Para todo mundo ficar junto nesse momento”, declarou.

Comentários para "Guedes nega saída: "Não vou deixar o país na hora mais grave"":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório