×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de maio de 2022

Hipopótamos ganham nova vida no Zoológico de Brasília

Hipopótamos ganham nova vida no Zoológico de BrasíliaFoto: Agência Brasília

Após reforma, os mamíferos contam com área sete vezes maior que o recinto anterior

Agência Brasília* | Edição: Renata Lu - 23/01/2022 - 19:15:50

Apesar de ser um dos animais mais populares em zoológicos, muita gente acredita que o hipopótamo só precisa de água para viver. Mas a verdade é que esse mamífero de grande porte, que pode atingir a marca de 1,5 tonelada, utiliza a água apenas como refúgio contra o sol, para proteger sua pele sensível.

Com base nisso e com o objetivo de incrementar o bem-estar das espécies sob seus cuidados, o Zoológico de Brasília realizou uma reforma no recinto das quatro fêmeas de hipopótamo que vivem na instituição. Agora, ao invés de somente 300 m² para caminhar, as meninas contam com um espaço sete vezes maior, ou seja, com mais de 2.000 m².

O novo espaço foi aprovado pelas moradoras, que o têm explorado diariamente e usufruído dos diversos elementos naturais, como barrancos e árvores | Foto: Welington Coelho/Zoológico de Brasília

Um estudo publicado em 2018 analisou a qualidade de vida dos hipopótamos em 34 zoológicos da América do Norte. Com a pesquisa, descobriu-se que existem sérios problemas de infraestrutura para que esses animais desfrutem de uma vida de qualidade. O principal deles é a limitação de espaço terrestre para os animais caminharem, visto que se trata de uma espécie que, ao entardecer, sai da água para explorar e procurar alimento.

A expectativa é que, assim, Bárbara, Catarina, Chumbinho e Iully, como são carinhosamente chamadas, melhorem suas aptidões físicas e se comportem cada vez mais como hipopótamos selvagens

“Nosso objetivo é sempre priorizar a qualidade de vida e o bem-estar dos animais sob nossos cuidados. Com a reforma, utilizamos novas áreas da Galeria África para ampliar a área seca do recinto dos hipopótamos. A ideia é que trabalhemos com menos animais vivendo melhor, de forma a contribuir com a conservação de suas espécies”, explica o biólogo e diretor de mamíferos do Zoológico de Brasília, Filipe Reis.

O novo espaço foi aprovado pelas moradoras, que o têm explorado diariamente e usufruído dos diversos elementos naturais, como barrancos e árvores, que compõem a ambientação do recinto em que estão. A expectativa é que, assim, Bárbara, Catarina, Chumbinho e Iully, como são carinhosamente chamadas, melhorem suas aptidões físicas e se comportem cada vez mais como hipopótamos selvagens.

Estima-se que, em 10 anos, a população de hipopótamos no ambiente natural diminua em mais de 20% | Foto: Welington Coelho/Zoológico de Brasília

A espécie

O hipopótamo-comum, conhecimento cientificamente como Hippopotamus amphibius , é um mamífero semiaquático, ou seja, frequenta tanto a terra quanto a água. Apesar de ser um dos mamíferos mais pesados do mundo, é uma espécie bem rápida em terra, podendo chegar até 30km/h. No passado, o Hippopotamus amphibius tinha ocorrência desde o delta do Nilo, no norte da África, até o sul deste continente. Mas, devido à caça e à destruição do habitat, hoje existem apenas em rios e lagos da bacia do Congo até a África do Sul.

Leia também

Direção discute novas estratégias de segurança no Zoo

O amor está no ar, e a natureza agradece

Estima-se que, em 10 anos, a população de hipopótamos no ambiente natural diminua em mais de 20%. Por isso, trata-se de uma espécie ameaçada de extinção e que depende de esforços para não desaparecer da natureza.

*Com informações da Fundação Zoológico de Brasília

Comentários para "Hipopótamos ganham nova vida no Zoológico de Brasília":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Especialista fala sobre decoração de casas voltada para pets

Especialista fala sobre decoração de casas voltada para pets

Além dos cuidados com a integridade do animal, é muito importante o afeto trocado com o pet

Cães também podem ter traumas psicológicos; veja como agir

Cães também podem ter traumas psicológicos; veja como agir

Segundo Jade Petronilho, médica veterinária e coordenadora de conteúdo da Petlove, diversos episódios podem causar traumas nos pets e, por isso, é importante ficar atento e tomar alguns cuidados.

Para incentivar a adoção de animais entre os funcionários, rede cria a licença PETernidade

Para incentivar a adoção de animais entre os funcionários, rede cria a licença PETernidade

Doggi lança a 'licença PETernidade', benefício que assegura dois dias de folga para colaborador cuidar dos novos amigos

Quer ajudar? Participe da campanha do agasalho para cães e gatos

Quer ajudar? Participe da campanha do agasalho para cães e gatos

Doações voluntárias são para o centro cirúrgico do Serviço Público Veterinário (Hvep) e podem ser entregues até o dia 31 de agosto; parte das doações também pode ir para os Amigos da Zoonose

Cinco nutracêuticos mais indicados para cães e gatos

Cinco nutracêuticos mais indicados para cães e gatos

Incorporados à dieta dos pets, esses suplementos alimentares colaboram com a qualidade de vida e longevidade

Castração de cães e gatos no DF pode ser reagendada

Castração de cães e gatos no DF pode ser reagendada

Prazo para quem quiser reagendar o procedimento não deve exceder um mês da primeira data marcada, salvo em casos de doença do animal

Cães Lulu da Pomerânia são resgatados por maus-tratos em Limeira

Cães Lulu da Pomerânia são resgatados por maus-tratos em Limeira

Animais estavam sem comida em casa de condomínio no interior paulista

Saúde animal dizimada em tempos de guerra

Saúde animal dizimada em tempos de guerra

O bombardeio ao Zoológico Feldman Ecopark, em Kharkiv na Ucrânia, repercutiu a possibilidade de sacrificar aproximadamente 6.180 animais nos próximos dias.

Cachorro tremendo pode ser sinal de doença?

Cachorro tremendo pode ser sinal de doença?

Entenda os motivos que podem causar tremores em um cão

A capacidade postulatória dos animais

A capacidade postulatória dos animais

Em meados do ano passado, o debate chegou à corte Paraibana. Lá, se aproximando dos entendimentos acima, da mesma forma se reconheceu a falta de legislação que preveja a capacidade postulatória dos animais.

Serviço de animais nos EUA adverte contra vírus 'altamente contagiante' que afeta cães na Flórida

Serviço de animais nos EUA adverte contra vírus 'altamente contagiante' que afeta cães na Flórida

Um serviço de animais do estado norte-americano da Flórida alertou contra a disseminação de um vírus que representa um