×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de maio de 2022

Leve um amigo para casa! Zoonoses tem animais disponíveis para adoção

Leve um amigo para casa! Zoonoses tem animais disponíveis para adoçãoFoto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

A doce Kiara teve quatro filhotinhos que já foram adotados e espera sua vez de encontrar um lar

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger - 10/01/2022 - 15:47:40

Cães e gatos já estão examinados, vermifugados e vacinados, prontos para fazer parte da sua família

Já imaginou começar o ano com uma nova amizade? Essa pode ser a oportunidade de dar um novo lar a um dos 17 bichinhos que estão na gerência de Vigilância Ambiental de Zoonoses. “São cães e gatos dóceis, socializados e saudáveis, machos e fêmeas, sem raças definidas”, detalha o gerente e diretor substituto da Vigilância Ambiental de Zoonoses, Laurício Cruz.

Os animais foram para a Zoonoses por determinação judicial, como ocorre nos casos de pessoas acumuladoras, que submetem os animais a condições de maus-tratos, ou por vínculo epidemiológico, quando há suspeita de oferecer risco à saúde pública. Mas todos que estão disponíveis para adoção são saudáveis.

Por medida de saúde, todos os bichinhos que chegam ao local ficam em observação clínica, no mínimo, por 10 dias. “Nesse período, são realizados exames para diagnóstico de leishmaniose visceral e raiva. Tendo resultado negativo, aplicamos a antirrábica, fazemos o controle de vermes, carrapatos e pulgas e são disponibilizados para adoção”, explica o veterinário. Além disso, todos os animais adotados têm a castração garantida.

Conheça os animais

Todos os nove cachorros que estão disponíveis para adoção eram de uma senhora acumuladora. Quando ela precisou ser internada para tratamento de saúde, os cães, que viviam em condições insalubres, ficaram completamente abandonados. Por isso, num primeiro momento, podem parecer desconfiados e medrosos, mas, com carinho, amor e dedicação, têm tudo para transformar a vida de quem os levar para casa.

Todos os nove cachorros que estão disponíveis para adoção eram de uma senhora acumuladora. Ela precisou ser internada por problemas de saúde e eles ficaram abandonados

Uma das resgatadas é Musa, cachorrinha branca e caramelo de porte médio. Tímida, precisa se acostumar com a presença de humanos, já que passou muito tempo sozinha. Assim como ela, o Marrom, também de porte médio, está em busca de um tutor que se dedique a mostrar o que é carinho. Como nunca tiveram um lar digno, podem estranhar tentativas de aproximação.

Para levar um pet para casa, é necessário ser maior de 18 anos e se dirigir à Diretoria de Vigilância Ambiental, portando documento de identificação e levando coleira, no caso de adoção de cães, ou caixa de transporte, para gatos

Já no gatil, Kiara é a protagonista de uma história curiosa. A gatinha chegou em março de 2021 na Zoonoses. Fugiu, engravidou e teve os filhotinhos no capô de um dos carros da Vigilância Sanitária. Assim, foi resgatada novamente e recebeu o tratamento necessário. Agora, os quatro filhotinhos de Kiara foram adotados e ela ficou. Que tal dar uma chance para essa fêmea bicolor, tão dócil?

Franjinha, por sua vez, também foi de uma pessoa acumuladora. É um gato adulto, amarelo, peludo e um pouco inseguro. Gosta de tirar longos cochilos e, com um pouco de paciência e dedicação, logo se acostuma com o toque humano.

E, para quem prefere adotar filhotinhos, há a dupla Chicabom e Magnum. Já usam a caixinha de areia e comem ração seca.

Como adotar?

Para levar um pet para casa, é necessário ser maior de 18 anos e se dirigir à Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), portando documento de identificação e levando coleira, no caso de adoção de cães, ou caixa de transporte, para gatos. O interessado realiza a visita, escolhe o animal e, decidindo adotar, recebe orientação completa de um servidor.

Leia também

Abra seu lar e coração para adotar cães e gatos da Zoonoses

DF ganha mais três clínicas para castração

Maus-tratos a animais: prisão em flagrante e multa

O futuro tutor assina o Termo de Guarda Responsável, em que assume o compromisso de prover todo o cuidado e assistência à saúde do animal. “A pessoa precisa garantir um abrigo adequado, oferecer ração de qualidade, água filtrada, dar carinho e atenção”, enfatiza Laurício.

Por isso, quem deseja levar um pet para casa deve ficar atento a alguns detalhes:

– Se o cachorro vai dormir ou viver no ambiente externo, é importante que ele tenha uma área onde possa se refugiar do sol, da chuva, do vento, do calor e do frio;

– O local de descanso, fora ou dentro da casa, deve ser confortável e limpo;

– Casas devem ser cercadas e protegidas para impedir a fuga do animal;

– Em apartamentos, as janelas devem ser teladas para evitar quedas, fugas e acidentes.

A Dival fica no Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), lote 4, Estrada do Contorno Bosque, Noroeste. O horário de visitação é das 10h às 15h, de segunda a sexta-feira.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Comentários para "Leve um amigo para casa! Zoonoses tem animais disponíveis para adoção":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Cidade alemã determina isolamento de gatos para salvar pássaro raro

Cidade alemã determina isolamento de gatos para salvar pássaro raro

As autoridades de Walldorf escreveram que

Descubra dicas para diminuir a queda de pelos dos pets durante o outono

Descubra dicas para diminuir a queda de pelos dos pets durante o outono

No entanto os pets também necessitam de cuidados e atenção durante esse período, principalmente em relação aos pelos

Santuário de Elefantes Brasil, em MT, recebe duas elefantas asiáticas

Santuário de Elefantes Brasil, em MT, recebe duas elefantas asiáticas

Pocha e Guillermina estavam vivendo em um ecoparque na Argentina

Especialista fala sobre decoração de casas voltada para pets

Especialista fala sobre decoração de casas voltada para pets

Além dos cuidados com a integridade do animal, é muito importante o afeto trocado com o pet

Cães também podem ter traumas psicológicos; veja como agir

Cães também podem ter traumas psicológicos; veja como agir

Segundo Jade Petronilho, médica veterinária e coordenadora de conteúdo da Petlove, diversos episódios podem causar traumas nos pets e, por isso, é importante ficar atento e tomar alguns cuidados.

Para incentivar a adoção de animais entre os funcionários, rede cria a licença PETernidade

Para incentivar a adoção de animais entre os funcionários, rede cria a licença PETernidade

Doggi lança a 'licença PETernidade', benefício que assegura dois dias de folga para colaborador cuidar dos novos amigos

Quer ajudar? Participe da campanha do agasalho para cães e gatos

Quer ajudar? Participe da campanha do agasalho para cães e gatos

Doações voluntárias são para o centro cirúrgico do Serviço Público Veterinário (Hvep) e podem ser entregues até o dia 31 de agosto; parte das doações também pode ir para os Amigos da Zoonose

Cinco nutracêuticos mais indicados para cães e gatos

Cinco nutracêuticos mais indicados para cães e gatos

Incorporados à dieta dos pets, esses suplementos alimentares colaboram com a qualidade de vida e longevidade

Castração de cães e gatos no DF pode ser reagendada

Castração de cães e gatos no DF pode ser reagendada

Prazo para quem quiser reagendar o procedimento não deve exceder um mês da primeira data marcada, salvo em casos de doença do animal

Cães Lulu da Pomerânia são resgatados por maus-tratos em Limeira

Cães Lulu da Pomerânia são resgatados por maus-tratos em Limeira

Animais estavam sem comida em casa de condomínio no interior paulista

Saúde animal dizimada em tempos de guerra

Saúde animal dizimada em tempos de guerra

O bombardeio ao Zoológico Feldman Ecopark, em Kharkiv na Ucrânia, repercutiu a possibilidade de sacrificar aproximadamente 6.180 animais nos próximos dias.