×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 20 de janeiro de 2022

Maceió: Os 206 anos do “Caribe Brasileiro”

Maceió: Os 206 anos do “Caribe Brasileiro”Foto: Marco Ankosqui/MTur

Praia de Pajuçara é uma das principais de Maceió (AL).

Assessoria De Comunicação Do Ministério Do Turismo - 08/12/2021 - 10:32:27

Conheça um pouco sobre a capital alagoana pelo olhar do guia de turismo Henrique Dantas

Neste domingo (05.12), Maceió (AL) completou 206 anos de muita cultura, história e belas praias que ornam os seus 40 km de orla marítima. Conhecida como o “Caribe Brasileiro”, a cidade, que já esteve presente em versos musicais de Djavan e Luiz Gonzaga, é conhecida também pela rica gastronomia regional, a cultura e o receptivo do povo alagoano. E para fazermos uma imersão e conhecer um pouco destes atrativos, a Agência de Notícias do Turismo convidou o guia de turismo Henrique Dantas, que mora e trabalha há 15 anos na capital de Alagoas.

03.12.2021_Matéria Maceió.jpg

Capital alagoana é cheia de atrativos para os turistas. Crédito: Marco Ankosqui/MTur

Para ele, o roteiro não poderia começar se não pelas praias que encantam a quem visita. “A cidade de Maceió é uma cidade apaixonante. Hoje, ela é conhecida no cenário nacional como território de belas praias, principalmente as praias urbanas. Interessante enfatizar que o município de Maceió possui 40 km de faixa litorânea com beleza fora do comum. Temos as praias de Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Cruz das Almas e a Praia Central, onde está situado o bairro histórico de Jaraguá com o porto de Maceió”, disse Dantas.

O guia destaca que é na orla onde a maioria dos turistas se hospeda pela excelente estrutura que a região possui. “As pessoas optam por caminhar na orla, buscar um sombreiro e uma cadeia para usufruir dessas praias que possuem diversas e infinitas piscinas naturais formadas há milhares de anos e que, na maré baixa, consegue atrair o olhar por conta da transparência da água do verde esmeralda constante. Nós temos uma infraestrutura sem igual”, concluiu.

Além das praias que banham a cidade, Henrique relata que a gastronomia é um dos principais motivos para a visita dos turistas. “Nós temos uma infinidade de excelentes restaurantes, bares, petiscarias, cafeterias, choperias... não só na extensão da orla de Maceió, mas também distribuída entre esses bairros que compreendem o eixo central da orla”, pontua. Entre os pratos que podem ser encontrados estão a moqueca de frutos do mar, o caldinho de sururu e o irresistível café da manhã, com cuscuz, tapiocas, bolos, entre outras guloseimas.

Saindo um pouco da área central da cidade alagoana, o guia de turismo nos leva ao histórico bairro de Jaraguá. “É um dos bairros que colaborou, a partir do século 17, para que a cidade de Maceió, por conta dessa imponência portuária, começasse a surgir. Então, a partir daí, o turista percebe que é um território que possui um conjunto arquitetônico, paisagístico antigo e isso termina provocando as pessoas a visitarem”. Segundo ele, o turista pode encontrar espaços culturais, como o Museu de Imagem e Som de Alagoas e a Associação Comercial de Maceió, onde estão o Museu do Comércio e o Museu de Tecnologia do século 20.

No Centro, o turista se interessa a conhecer o centro de Maceió por três circuitos históricos: Matriz, Poder e Liberdade. “No Matriz, encontramos o Palácio Tavares Bastos, a Catedral Metropolitana e o palacete do Barão de Jaraguá, que recepcionou Dom Pedro II em 1859. No circuito do Poder, temos uma das igrejas mais imponentes que é a igreja de Bom Jesus dos Mártires, construída por uma confraria de negros. E, por fim, no da Liberdade temos o primeiro prédio construído que é o Tribunal de Justiça e o Teatro Deodoro, o mais impressionante da cidade”, finalizou.

PATRIMÔNIO IMATERIAL – Apesar de ser um dos menores estados do Brasil, Alagoas possui um rico patrimônio imaterial derivado de suas vertentes étnicas. Segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o folclore da região reúne mais de 30 manifestações, tais como Pastoril, Guerreiro, Taieira, Baianas, Reisados, Marujada, Presépio, Cavalhada, Bandos dos Carnavalescos, Cambindas, Negras da Costa, Samba do Matuto, Caboclinhos, Torés de Índio e de Xangô, as Danças de São Gonçalo, o Coco Alagoano e Rodas de Adulto.

Por Victor Maciel


Comentários para "Maceió: Os 206 anos do “Caribe Brasileiro”":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
“Me despeço para permanecer”: morre o poeta Thiago de Mello

“Me despeço para permanecer”: morre o poeta Thiago de Mello

Thiago de Mello na Praça Dom Pedro, no centro histórico de Manaus

Prefeitura de São Paulo cancela carnaval de rua

Prefeitura de São Paulo cancela carnaval de rua

Aumento de casos e internações por gripe e covid-19 motivou decisão

O carnaval do Distrito Federal de 2022 está cancelado

O carnaval do Distrito Federal de 2022 está cancelado

Seguindo a recomendação de médicos e infectologistas, todas as manifestações carnavalescas estão suspensas

Pernambuco; após Olinda, Recife também cancela carnaval de 2022

Pernambuco; após Olinda, Recife também cancela carnaval de 2022

Prefeitura alegou crescimento dos casos de gripe na cidade

Prefeitura de Olinda cancela tradicional carnaval em 2022

Prefeitura de Olinda cancela tradicional carnaval em 2022

Motivo do cancelamento foi o aumento do número de casos de Covid-19

SP autoriza concessão dos parques Água Branca, Villa-Lobos e Cândido Portinari

SP autoriza concessão dos parques Água Branca, Villa-Lobos e Cândido Portinari

A concessão é para a administração dos três parques - não haverá licitação individual para cada equipamento. O prazo das concessões será de 30 anos, com direito à prorrogação deste período.

Museus em SP oferecem combo com desconto para visitação

Museus em SP oferecem combo com desconto para visitação

Museu da Língua Portuguesa e Pinacoteca fazem promoção

Abel Ferreira lança livro com bastidores das conquistas como técnico do Palmeiras

Abel Ferreira lança livro com bastidores das conquistas como técnico do Palmeiras

Análises táticas e segredos da preparação para jogos importantes nas duas últimas temporada são alguns dos pontos altos da obra, que traz ainda imagens inéditas de bastidores.

Livro 'Viagem pelo fantástico' ganha edição dos 50 anos

Livro 'Viagem pelo fantástico' ganha edição dos 50 anos

Meio século depois, Viagem pelo Fantástico ganha nova edição, agora acrescida de um caderno suplementar com textos que contextualizam a trajetória de Kossoy

Carla Trabazo relata trabalho de combatentes em Uganda

Carla Trabazo relata trabalho de combatentes em Uganda

Carla escreveu um conto sobre um menino sequestrado que precisa matar outro para se livrar da própria morte, relato comum entre ex-crianças-soldados. É a história que abre o livro e única ficção.

Casa das Rosas abre inscrição para curso de escritores

Casa das Rosas abre inscrição para curso de escritores

Há vagas nas categorias jovem e adulto