×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de outubro de 2021

Maior presença de pets em casa reforça a atenção com móveis e estofado

Maior presença de pets em casa reforça a atenção com móveis e estofadoFoto: Pixabay

Limpeza de móveis e estofados exige atenção

Estadão Conteúdo - 05/10/2021 - 20:20:50

Basta rolar o feed de qualquer rede social para esbarrar com os termos “mãe de pet” ou “pai de pet”. Resultado do fenômeno, o setor de acessórios e alimentos para animais de estimação cresceu 87% nos últimos cinco anos, conforme revelou balanço recente da empresa de pesquisa de mercado Euromonitor International. De acordo com o órgão, ainda em 2021, o Brasil deve se consolidar como o sexto maior mercado pet do mundo.


Para melhor ilustrar este cenário, basta saber que, há três anos, já havia no país, em números absolutos, de acordo com dados levantados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em parceria com o Instituto Pet Brasil, cerca de 139,3 milhões de animais.



E se a pandemia de Covid-19 imprimiu uma nova realidade para toda a sociedade, para os cães de estimação espelhados por lares de todo país não foi diferente, com as medidas de quarentena e isolamento social trazendo oportunidades únicas para eles. Afinal, não é sempre que os humanos podem passar 24 horas por dia e 7 dias por semana em casa - com tanta atenção voltada para para estes companheiros de isolamento.


Um indicativo disso foi o aumento do faturamento do mercado pet, que registrou R$ 40,1 bilhões de faturamento, 13,5% a mais do que no ano anterior, segundo projeção do Instituto Pet Brasil, com base nos dados de mercado até o terceiro trimestre.



Ainda assim, não se pode dizer que a crise sanitária não trouxe um impacto negativo para os animais de estimação. “Antes da pandemia, assim como os tutores, os pets tinham uma rotina, que foi quebrada de uma hora para a outra. Para os cachorros, especificamente, que em geral tinham o hábito de sair todos os dias para passear e fazer xixi, a mudança brusca de hábitos foi um choque”, afirma Vinicius Finavaro, responsável pela SP Serviços, empresa especializada na lavagem e impermeabilização de estofados.



Entre os desafios que pets e tutores tiveram que enfrentar na pandemia, Finavaro destaca que o cuidado com a higiene dos animais (que tiveram de interromper a visita ao veterinário e ao pet shop para fazer banho e tosa) aumentou, assim como a preocupação das pessoas para manter a casa limpa e confortável para todos os moradores.



Limpeza de móveis e estofados exige atenção

Na perspectiva de Finavaro, para garantir a saúde e o bem-estar dos tutores e animais, é fundamental prestar atenção à limpeza dos móveis e ambientes. Mobiliários como o sofá, que são os queridinhos dos pets, precisam estar sempre limpos. “A impermeabilização de sofás é uma alternativa, já que, com ela, fica mais fácil limpar os pelos, as marcas de patas e outras sujeiras causadas pelos animais”, afirma. “Como essa impermeabilização promove uma ação hidrofóbica, ela impede que líquidos - como por exemplo, a ‘baba’ dos cães - penetrem no tecido”.



Segundo Finavaro, a impermeabilização de estofados cria uma película de resina na fibra do tecido, o que gera uma carga elétrica no local, facilitando a retirada de pelos e sujeiras, prevenindo, assim, a formação de manchas irreversíveis no tecido

“Os pets estão nos ajudando a enfrentar a pandemia, um dos períodos mais desafiadores da história recente, não apenas para nós, como também para eles. Por isso, vale a pena ficar atento a mudanças comportamentais em seus animais de estimação e zelar por sua saúde e bem-estar”, conclui.



Para mais informações, basta acessar: https://splavagemeimpermeabilizacao com/impermeabilizacao-de-sofa/

Website: https://splavagemeimpermeabilizacao com/impermeabilizacao-de-sofa/


Comentários para "Maior presença de pets em casa reforça a atenção com móveis e estofado":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Divulgado resultado de seleção de cadelas para castração

Divulgado resultado de seleção de cadelas para castração

Listagem inicial contempla, em um primeiro momento, as fêmeas caninas

Vacinação gratuita para cães e gatos, nesta sexta-feira

Vacinação gratuita para cães e gatos, nesta sexta-feira

Entre imunizantes e vermífugos, serão distribuídos cerca de 1,2 mil medicamentos aos animais

Dia Mundial dos Animais: Curso orienta sobre cuidados e defesa animal

Dia Mundial dos Animais: Curso orienta sobre cuidados e defesa animal

Guarda responsável

Homenagem aos cães que atuam junto às forças de segurança

Homenagem aos cães que atuam junto às forças de segurança

Cães farejadores formam uma parceria bem-sucedida com as forças de segurança no DF

Sai o resultado da 4ª Campanha de Castração no DF

Sai o resultado da 4ª Campanha de Castração no DF

Confira os contemplados das categorias cachorros, gatas e gatos. Inscrições para cadelas serão reabertas em 7 de outubro

Planos funerários para pets oferecem dignidade na despedida dos animais

Planos funerários para pets oferecem dignidade na despedida dos animais

'Acreditamos que planejar a despedida de nossos pets é um gesto de amor que faz toda a diferença quando chega o momento da despedida'

Juiz autoriza advogada a viajar com coelho na cabine do avião

Juiz autoriza advogada a viajar com coelho na cabine do avião

Caso descumpra a decisão, a Azul será multada em R$ 5 mil.

Cegonha reaprende a viver com prótese 3D criada por estudante

Cegonha reaprende a viver com prótese 3D criada por estudante

Um refúgio de animais na República Tcheca achou uma maneira inusitada de ajudar uma cegonha que foi resgatada com um grave ferimento.

Saiba onde imunizar cães e gatos contra a raiva entre os dias 6 e 11 de setembro

Saiba onde imunizar cães e gatos contra a raiva entre os dias 6 e 11 de setembro

Saiba onde imunizar cães e gatos entre os dias 6 e 11 de setembro; lista dos postos será atualizada semanalmente

Abra seu lar e coração para adotar cães e gatos da Zoonoses

Abra seu lar e coração para adotar cães e gatos da Zoonoses

Para retirada do animal, após adoção, é preciso levar documento de identidade, CPF, uma coleira no caso de adoção de um cãozinho ou caixa apropriada se for um gato

Em Brasília, tempo seco estimula animais silvestres saírem do seu habitat

Em Brasília, tempo seco estimula animais silvestres saírem do seu habitat

Nesta época de seca, é comum ver saruês andando pelas casas em busca de alimento