×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de janeiro de 2022

ONU quer saber como jovens da América Latina e Caribe sobre estão enfrentando a pandemia

ONU quer saber como jovens da América Latina e Caribe sobre estão enfrentando a  pandemiaFoto: Pixabay

Pesquisa de Jovens COVID-19

Onu Brasil - 16/05/2020 - 12:40:12

A crise mundial de saúde sem precedentes que estamos enfrentando está afetando todos os cantos da sociedade e mudando vidas e meios de subsistência.

Em todos os tipos de crises e momentos de necessidade, das mudanças climáticas às situações de conflito armado e à instabilidade política, a população jovem e as organizações lideradas por jovens sempre reagiram imediatamente e responderam às necessidades de outras pessoas. O mesmo está acontecendo agora durante a pandemia de COVID-19.

Embora atualmente a atenção esteja voltada para as pessoas mais diretamente afetadas pelo vírus, há muitas indicações de que a pandemia da COVID-19 terá impactos sociais, culturais, econômicos, políticos e multidimensionais duradouros em sociedades inteiras, incluindo jovens, conforme destacado no relatório do secretário-geral “ Responsabilidade compartilhada, solidariedade global ” (março de 2020).

Pesquisa de Jovens COVID-19

O Grupo das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável na América Latina e no Caribe e os membros da Força-Tarefa entre Agências para a Juventude para a América Latina e o Caribe estão comprometidos com os objetivos consagrados na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e na Estratégia para Nações Unidas para a Juventude.

Portanto, o respeito pelos direitos humanos – incluindo os direitos econômicos, sociais e culturais, bem como os direitos civis e políticos – é fundamental para o sucesso das respostas em saúde pública e a recuperação após a pandemia.

Nesse contexto, as Nações Unidas convidam adolescentes e jovens entre 15 e 29 anos de América Latina e Caribe a participar de uma pesquisa com o objetivo de saber como estão enfrentando a pandemia de COVID-19, bem como suas preocupações atuais e futuras. A pesquisa estará aberta até 26 de maio.

Saiba como participar:

Participação dos jovens é a resposta

Um número crescente de jovens está lutando proativamente contra a disseminação do vírus e trabalhando formal ou voluntariamente para mitigar a pandemia e lidar com suas repercussões.

No entanto, ao desenvolver iniciativas destinadas a apoiar os esforços dos jovens para atuarem como agentes de mudança com segurança e eficácia no contexto da pandemia de COVID-19, é importante considerar vários elementos importantes, incluindo inclusão, participação e o dever de oferecer cuidado, confiança e comprometimento.

Os resultados da pesquisa guiarão a resposta das Nações Unidas na América Latina e no Caribe para interromper a propagação da doença e mitigar as repercussões da pandemia. É essencial que a ONU reconheça os múltiplos e diversos impactos que a pandemia da COVID-19 já tem e terá na população jovem e em seus direitos humanos.

As informações desta pesquisa são completamente confidenciais e os dados coletados serão compartilhados apenas com pesquisadores do Sistema das Nações Unidas para análise regional.

Para mais informações, entre em contato com: lacyouthcovid19@unfpa.org

Comentários para "ONU quer saber como jovens da América Latina e Caribe sobre estão enfrentando a pandemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
IFC, Microsoft Brasil, ACNUR e AVSI Brasil se unem para promoção de capacitação e empregabilidade para pessoas em situação de refúgio no Brasil

IFC, Microsoft Brasil, ACNUR e AVSI Brasil se unem para promoção de capacitação e empregabilidade para pessoas em situação de refúgio no Brasil

O piloto teve duração de quatro meses e ofereceu uma formação customizada para 30 pessoas por meio de cursos de Microsoft 365 e Power Platform disponíveis na plataforma de e-learning da Microsoft e de sessões de mentoria e acompanhamento

No Brasil, racismo segue sendo o motor da intolerância religiosa

No Brasil, racismo segue sendo o motor da intolerância religiosa

Só em 2021, foram registradas 571 denúncias relacionadas à liberdade de crença

Médicos de Minas fazem mutirão para reconstruir posto de saúde do MST

Médicos de Minas fazem mutirão para reconstruir posto de saúde do MST

Os voluntários também realizaram consultas médicas aos acampados

Defensoras públicas criam projeto para atender órfãos do feminicídio

Defensoras públicas criam projeto para atender órfãos do feminicídio

iniciativa foi contemplada com o Prêmio Innovare

Presidente promulga convenção interamericana contra o racismo

Presidente promulga convenção interamericana contra o racismo

Texto foi publicado no Diário Oficial da União

Juíza de Santa Catarina manda reduzir de jornada de mãe de criança com deficiência

Juíza de Santa Catarina manda reduzir de jornada de mãe de criança com deficiência

Segunda magistrada, “ela teve de buscar a tutela judicial para reduzir a jornada e poder ser mãe e trabalhadora ao mesmo tempo”.

Governo Bolsonaro quer aprofundar privatização da saúde indígena, alertam organizações

Governo Bolsonaro quer aprofundar privatização da saúde indígena, alertam organizações

Foto de criança Yanomami desnutrida virou símbolo da crise na assistência médica aos povos originários

Dignidade menstrual é um direito, regulamentação da Lei no DF é urgente

Dignidade menstrual é um direito, regulamentação da Lei no DF é urgente

É necessário que o Estado garanta políticas públicas que promovam a dignidade menstrual

Estudo da ONU revela falta de justiça para migrantes vítimas de abuso

Estudo da ONU revela falta de justiça para migrantes vítimas de abuso

Restrições impostas em resposta à Covid-19 podem ter levado funcionários de fronteira a exigir subornos mais altos

Unicef alerta para aumento das violações aos direitos das crianças no mundo

Unicef alerta para aumento das violações aos direitos das crianças no mundo

O Unicef reconhece que mesmo antes da pandemia, cerca de 1 bilhão de crianças no mundo já sofriam algum tipo de privação

Em meio às crises, movimentos populares comemoram retomada das ruas e vitória da vacinação

Em meio às crises, movimentos populares comemoram retomada das ruas e vitória da vacinação

Manifestantes em marcha na Avenida Conde da Boa Vista pelo Fora Bolsonaro -