×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

PF cumpre mandados em BH e outras três cidades em operação que investiga tragédia de Brumadinho

PF cumpre mandados em BH e outras três cidades em operação que investiga tragédia de BrumadinhoFoto: Agência Brasil

A casa do presidente afastado da Vale, Fabio Schvartsman, também foi alvo de buscas. De acordo com PF, a ação teve o objetivo de apreender documentos, mídias e outros materiais

Por G1 Minas Gerais - 17/04/2019 - 06:27:37

Cinco mandados de busca e apreensão referentes às investigações sobre a tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram cumpridos na manhã desta terça-feira (16) em Belo Horizonte, Nova Lima, na Grande BH, Rio de Janeiro e São Paulo.

De acordo com a Polícia Federal, a ação teve o objetivo de apreender documentos, mídias e outros materiais. A casa do presidente afastado da Vale, Fabio Schvartsman, também foi alvo de buscas.

No dia 25 de janeiro deste ano, a barragem da Mina Córrego do Feijão se rompeu, matando centenas de pessoas e contaminando o Rio Paraopeba, um dos afluentes do Rio São Francisco. Os rejeitos devastaram a área administrativa da mineradora, incluindo o refeitório, onde muitos trabalhadores almoçavam na hora do rompimento. De acordo com último balanço da Defesa Civil, 229 mortes foram confirmadas e 48 estão desaparecidas.

Em Nova Lima, São Paulo e Rio de Janeiro foram cumpridos um mandado em cada cidade. Na capital mineira, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos, segundo a PF. Um dos endereços é o da Mina das Águas Claras, em Nova Lima, onde funciona uma das sedes da Vale.

Os mandados foram expedidos pela 9ª Vara da Justiça Federal em Belo Horizonte.

Em nota, a Vale informou que “tem apresentado, desde o momento do rompimento da barragem, todos os documentos e informações solicitados voluntariamente e, como maior interessada na apuração dos fatos, continuará contribuindo com as investigações".

Desde o rompimento da barragem, 13 investigados chegaram a ser presos, mas deixaram a cadeia. Onze deles são funcionários da Vale e dois da TÜV SÜD, empresa de consultoria que atestou estabilidade da estrutura de Brumadinho.

No dia 13 de março, o presidente afastado da mineradora, Fabio Schvartsman, prestou depoimento à Polícia Federal. Ele se afastou do comando da mineradora no dia 2 de março. O conselho de administração da companhia aprovou o afastamento, e a decisão foi tomada após a força-tarefa que investiga o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recomendar o afastamento dele e de outros 13 empregados da mineradora.

No dia 14 de março, foi a vez do diretor afastado Gerd Peter Poppinga, da mineradora Vale, prestar depoimento na Superintendência da Polícia Federal em Belo Horizonte.

O executivo teve pedido de habeas corpus preventivo negado pelo ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no dia 15 de fevereiro. Ele pediu salvo-conduto para evitar uma eventual prisão.

Comentários para "PF cumpre mandados em BH e outras três cidades em operação que investiga tragédia de Brumadinho":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Desembargadores negam pedido para instalar CPI da Pandemia no DF

Desembargadores negam pedido para instalar CPI da Pandemia no DF

Deputados distritais fazem manifestação pela instalação da CPI da Pandemia no DF

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Segundo Bruno Mantovani, empresário e dono de uma empresa de turismo receptivo, a preferência pelo interior se dá pelo motivo dos turistas buscarem experiências ligadas ao bem-estar e contato com a natureza.

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Em defesa do espaço cultural, foi aprovada uma vigília cultural de 24 horas para a próxima sexta-feira (22)

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

São Sebastião e Sobradinho debatem neste sábado o Plano de Ordenamento Territorial

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Dignidade menstrual é permitir que as meninas mais pobres também possam ter o mesmo acesso ao absorvente higiênico que as meninas da classe média e alta

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Regras do Código de Trânsito Brasileiro, fiscalização e conscientização derrubam índice de letalidade no transporte de crianças com até 10 anos no DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Ato simbólico de entrega no Centro Educa Mais Dorilene Silva Castro

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

Vendas online serão abertas oficialmente neste sábado, 16

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Sistema oferece diversas informações aos usuários

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

Local utilizado pelo projeto tem 116 metros e é um antigo posto policial abandonado